Mais Asfalto

Mais Asfalto

Feirinha Prefeitura

Feirinha Prefeitura

quarta-feira, 18 de maio de 2016

O recado de Márcio Jerry ao deputado Edilázio Júnior: desqualificado e com atitude de mentiroso vulgar

“O deputado Edilázio Júnior deveria prezar mais o cargo que exerce na honrada Mesa da Assembléia em respeito à Casa e a seus pares. Ele desdenha a seriedade do Poder Legislativo do Maranhão ao recorrer ao artifício imoral da mentira para acusar”, disse Jerry.
O titular da Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry, reagiu com indignação às insinuações do deputado Edilázio Júnior sobre a forma como parlamentares seriam tratados pelo secretário. No twitter, Jerry disse que o deputado é desqualificado e que tem atitude de mentiroso vulgar.

“Uma vez mais, refuto com veemência as mentiras do deputado Edilázio Júnior. Desqualificado que é, parte para baixarias inaceitáveis. Ele vem insistindo numa ficção vil de que eu teria feito comentários que jamais fiz sobre deputados. Atitude de mentiroso vulgar”, disse.

Ele acrescentou que esses ataques são baseados em deslavada mentira e que o parlamentar pratica a velha e baixa política da mentira e de outros cometimentos.

“O deputado Edilázio Júnior deveria prezar mais o cargo que exerce na honrada Mesa da Assembléia em respeito à Casa e a seus pares. Ele desdenha a seriedade do Poder Legislativo do Maranhão ao recorrer ao artifício imoral da mentira para acusar”. Finalizou.

O chororô de Edilázio

Os comentários raivosos contra o secretário Márcio Jerry foram feitos na sessão de terça-feira(17), quando Edilázio falou sobre dificuldades e demora para liberação de emendas parlamentares por parte do governo.

“Meus colegas, aqui o todo poderoso do governo do estado simplesmente nos trata, nesta Casa, como prostitutas. Isso ele fala em alto e bom som. Nós temos que tomar uma atitude aqui nesta Casa, deputado Wellington do Curso, e acabar com isso. Nós temos que ser respeitados”, disse.

O deputado sarneisista avaliou como de amplo desgaste a relação entre Flávio Dino e a classe política no Maranhão. “Ele [Marcio Jerry] fala isso em público, em uma entrevista, dizendo que na hora que pagar parte acaba a zanga dos deputados. Ora, se ele fala isso em uma entrevista, se ele fala isso em público, imagine nas quatro paredes daquele palácio o que ele não fala e não comenta com o governador, o que esses secretários não falam desta Casa. Nunca o Maranhão teve um governador que tanto desprestigiou a classe política”, disse Edilázio que integra a tropa de choque da oligarquia Sarney na Assembleia.

Saudades dos tempos de desmandos

Talvez o deputado Edilázio Júnior esteja com saudades dos tempos em que emendas parlamentares eram liberadas para obras em municípios, por exemplo, mas as mesmas ficavam somente no papel. Os recursos ganhavam outros destinos. Em tempos passados, chegou-se a comentar que valores de emendas parlamentares seriam negociados antecipadamente, antes da liberação, com agiotas. Uma parte do dinheiro supostamente seria para gestores municipais e deputados autores de emendas. Quando a denúncia veio à tona na imprensa, o deputado Raimundo Cutrim chegou a sugerir uma CPI, mas a maioria dos deputados não teve coragem de criá-la.

Hoje, pelo que temos conhecimento, os recursos de emendas devem ser devidamente aplicados, com destinação a projetos e obras que beneficiem a população. Talvez esse controle mais sério na liberação de recursos tenha causado a revolta daqueles que estavam acostumados aos desmandos do passado.

Seria choro de quem perdeu algumas benesses dos Leões?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...