domingo, 26 de junho de 2016

Defesa de Dilma usará fala da senadora peemedebista Rose de Freitas, que descartou pedaladas

"Não teve pedalada. O que teve foi um país paralisado", disse a líder do governo no Congresso
Rose de Freitas (PMDB) disse, à Rádio Itatiaia, que Dilma não foi afastada
do cargo por causa das pedaladas fiscais
Do Jornal do Brasil

Em sua defesa na comissão de impeachment, a presidente afastada Dilma Rousseff vai usar declarações da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), líder do governo no Congresso. Neste sábado (25), em entrevista à rádio "Itatiaia", a senadora afirmou que, em sua opinião, Dilma não foi afastada do cargo por causa das pedaladas fiscais, mas sim em razão da crise política. As informações são da Folha de S. Paulo.

"Por que o governo saiu? Na minha tese, não teve esse negócio de pedalada, nada disso. O que teve foi um país paralisado, sem direção e sem base nenhuma para administrar. A população não queria mais e o Congresso também não dava a ela [Dilma] os votos necessários para tocar nenhuma matéria", disse Rose de Freitas na entrevista.

José Eduardo Cardozo, que defende Dilma, afirmou que vai transcrever as frases e anexar o discurso da senadora na defesa da petista. Na opinião de Cardozo, a fala de Rose de Freitas prova que houve "desvio de poder" na abertura do processo de impeachment.

"A senadora foi muito transparente. Até porque, de fato, sendo presidente da Comissão Mista do Orçamento, estudou profundamente a matéria. É a prova, portanto, que não há fundamento para o impeachment, reforçando a tese da existência do desvio de poder que alimenta esse processo desde o início", disse Cardozo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...