segunda-feira, 20 de junho de 2016

Os áudios que levaram Janot a pedir tornozeleira para Sarney

Procurador-geral da República usou como argumento central do pedido contra o ex-senador os diálogos gravados pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado; leia a transcrição
POR JULIA AFFONSO,
MATEUS COUTINHO,
RICARDO BRANDT E FAUSTO MACEDO
O Estado de São Paulo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, usou como argumento central do pedido de colocação de tornozeleira eletrônica em José Sarney (PMDB/AP) áudios de conversas do ex-presidente (1985/1990) com Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator da Operação Lava Jato.

Os áudios foram entregues pelo próprio Machado em seu acordo de colaboração premiada. São sete horas de conversas grampeadas com os cardeais do PMDB.

Esses grampos formaram a base do pedido de prisão contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e tornozeleira para Sarney, feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no dia 23 de maio. O pedido foi negado pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), na semana passada.

LEIA A TRANSCRIÇÃO DE QUATRO GRAMPOS QUE PEGARAM O EX-SENADOR JOSÉ SARNEY

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...