terça-feira, 12 de julho de 2016

PM exige dinheiro de motorista bêbado e 'favores sexuais' à esposa dele em blitz

Ele foi excluído da corporação após ser investigado por tentar obter vantagens
Um soldado da Polícia Militar de Pernambuco foi excluído da corporação após ser investigado por tentar obter vantagens financeiras e sexuais durante uma blitz no município de Olinda, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com as investigações da Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS), G.G.R. teria chegado a apalpar as pernas da mulher do motorista embriagado e exigido “favores sexuais” para liberá-los da aplicação de multas previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

O caso foi registrado em uma blitz policial na Avenida Frederico Lundgren, no bairro de Rio Doce. Apesar de ser uma localidade bastante movimentada, o fluxo de veículos no horário da ocorrência era baixo, porque já era madrugada. Após sinalizar para que o carro parasse, o soldado se aproximou, pediu os documentos de identificação do motorista e solicitou que o mesmo fizesse o teste do bafômetro. Ao ser constatado que o condutor do veículo estava embriagado, o PM passou a exigir dinheiro para liberá-lo da multa e até da prisão em flagrante, como prevê a lei.

Ainda segundo as investigações da Corregedoria da SDS, o soldado não ficou satisfeito apenas em receber a quantia em dinheiro solicitada. Propôs que a esposa do motorista, que estava ao lado no veículo, lhe fizesse “favores sexuais”, chegando até a passar uma das mãos nas pernas dela.


Após a Corregedoria comprovar as irregularidades praticadas pelo soldado, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, decidiu excluí-lo da corporação. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...