segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Operação ‘Busca Implacável’ reduz assaltos a ônibus em 25% na Ilha

Tendo como estratégia o elemento surpresa e a cobertura de corredores, pontos de ônibus e bairros, a Operação ‘Busca Implacável’ realizada pela Polícia Militar do Maranhão (PMMA), reduziu em 25% o número de assaltos a ônibus na região metropolitana de São Luís durante o mês de agosto.

Em julho foram registrados 68 assaltos a transportes coletivos na capital. Em agosto o número caiu para 51 ocorrências, após 15 dias de início da operação. “Nós trabalhadores reconhecemos nessa operação o esforço da Polícia Militar para reduzir os ataques aos ônibus, não apenas com abordagens aos veículos, mas no trabalho dos policiais com motocicletas nas paradas, onde ocorrem a maioria das ações de assaltantes”, disse Isaías Castelo Branco, presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário de São Luís.

A Polícia Militar e os representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários se reuniram na manhã desta segunda-feira (5), no Comando Geral da PMMA, para fazer o balanço das atividades dos primeiros dias da operação. O coronel Frederico Beltrão, supervisor do Comando Geral, explicou a metodologia de trabalho da polícia para garantir a efetividade das ações e ouviu dos rodoviários sugestões para aprimoramento da ação policial.
 
“Nós vamos nos reunir semanalmente para avaliar o trabalho, a colaboração do sindicato e da população foi fundamental para que reduzíssemos os eventos criminosos e daqui para a frente vamos fortalecer essa ação colaborativa, ” disse o Coronel Beltrão.

Ação permanente
A Operação Busca Implacável de prevenção a assaltos em ônibus coletivos terá caráter contínuo na região metropolitana com envolvimento de diversos batalhões. Ao contrário de operações anteriores, que tinham caráter paliativo com uso de barreiras em pontos específicos, a ‘Busca implacável’ usa carros e motocicletas para fazer abordagem nos transportes coletivos, tanto em corredores tradicionais de transporte quanto em pontos de ônibus e nos bairros.

O diferencial da ‘Operação Busca Implacável’ é o elemento surpresa e a ação policial permanente. A realização de barreiras eventuais em algumas ocasiões faz com que as ações criminosas se deslocam para outras regiões. Com a abordagem feita sem aviso prévio, o aumento do risco para os assaltantes aumenta e a tendência é a redução das ocorrências.

“A operação não tem data para terminar. Todas as equipes têm metas a cumprir, sobretudo nos locais mais sensíveis”, disse o Coronel Beltrão ao explicar para os representantes dos trabalhadores rodoviários os pontos já mapeados pela Polícia Militar nos quais as ações serão intensificadas. A PM atua com 114 guarnições em motos, veículos e cavalaria, operando em 10 ônibus por turno, totalizando mais de 2 mil abordagens diárias.

Bons resultados
O envolvimento amplo da Polícia Militar na realização das abordagens também contou para a redução das ocorrências desse tipo de crime. A PM reforçou as ações nos pontos de maior incidência, a exemplo do trecho da BR-135 entre o aeroporto e a Barreira da Polícia Rodoviária Federal, com 11% de ocorrências, A Avenida Daniel de la Touche com 5% e a Avenida João Pessoa com 3% do total de incidências registradas.

A Polícia Militar ampliará a operação também na região do 6º Batalhão da Polícia Militar na região da Cidade Operária e no 13º Batalhão da Polícia Militar em São José de Ribamar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...