Mais Asfalto

Mais Asfalto

Feirinha Prefeitura

Feirinha Prefeitura

sábado, 14 de janeiro de 2017

Do Jornal Nacional: Novo secretário de Juventude é acusado de enriquecimento ilícito pelo MP do Maranhão

MP do Maranhão diz que ele ocupou vários cargos em prefeitura.
Foram 6 cargos em 4 meses; ele teria recebido sem trabalhar.

 Por Alex Barbosa
de São Luís

O novo secretário nacional da Juventude, Assis Filho, responde na Justiça por enriquecimento ilícito. O Ministério Público do Maranhão diz que ele que ocupou ao mesmo tempo vários cargos na prefeitura de Pio XII, recebendo sem trabalhar.

Assis Filho tem 30 anos e é presidente nacional da Juventude do PMDB. Para assumir o novo cargo, ele deixa a superintendência regional Norte Nordeste da EBC, Empresa Brasil de Comunicação.

Assis assume o lugar deixado por Bruno Júlio, também do PMDB, que teve que pedir demissão depois de declarar que "deveria haver uma chacina por semana" ao comentar os massacres no Amazonas e em Roraima.

O novo secretário Assis Filho é de Pio XII, interior do Maranhão, onde foi vereador. Desde agosto de 2016 ele responde na Justiça a processo por suposto enriquecimento ilícito e danos ao erário.

De acordo com o Ministério Público, Assis Filho foi nomeado para várias funções públicas ao mesmo tempo na prefeitura de Pio XII. Foram seis nomeações públicas em quatro meses, além da função de advogado que ele continuou exercendo. Há suspeita de que ele teria recebido sem trabalhar.

No processo aparecem os contracheques de Assis Filho. Em fevereiro de 2016 ele foi nomeado procurador-geral do município, mas também recebeu como assessor jurídico da Secretaria de Educação.

Em março, ele continuava como assessor jurídico, mas da Secretaria de Administração.
E em maio, ele foi exonerado da função de procurador-geral e passou a receber da prefeitura como procurador-geral da Secretaria de Administração, professor e secretário de Cultura.

O novo secretário nacional de Juventude nega qualquer irregularidade.

“Eu estou muito tranquilo de que eu prestei serviços ao município de Pio XII em tempos distintos com base nos princípios da moralidade pública. Toda vez que eu assumia um desses cargos eu pedia exoneração do anterior e eu comprovo isso nos meus pedidos de exoneração feitos oficialmente ao prefeito e nas portarias de nomeação no cargo e de exoneração do outro. Durante um período de quatro anos é um tempo muito hábil para exercer três funções”, disse ele.

A Justiça do Maranhão mandou bloquear os bens de Assis Filho em agosto de 2016.
A Secretaria de Governo, que é responsável pela Secretaria Nacional da Juventude, não quis se manifestar sobre a denúncia contra o secretário. Só avisou que a nomeação dele para o cargo está mantida.


A posse de Assis Filho vai ser na segunda-feira (16), no Palácio do Planalto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...