Mais Asfalto

Mais Asfalto

Intervenções no trânsito

Intervenções no trânsito

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Polícia prende suspeitos de assassinar vigilante que trabalhava na penitenciária de Pedrinhas

Darlan Reis Leal é suspeito de matar o vigilante
com a ajuda de dois menores
Policiais do 21° Batalhão de Polícia Militar/CPAM III, na BR 135, efetuaram a prisão de três suspeitos do assassinato do vigilante da empresa Atlântica que prestava serviços no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Segundo relato dos policiais, no início da madrugada desta sexta-feira, o CIOPS que os assassinos do vigilante estariam escondidos em um prédio habitacional no Residencial Ribeira 7, no Distrito Industrial, na BR-135.

As equipes GTM 21 e Charlie, em operação conjunta com as viaturas da Estiva e do Quebra Pote, dirigiram-se ao local informado e constataram que os  suspeitos estavam escondidos na parte superior do prédio.

Eles ainda tentaram fugir, mas foram perseguidos e presos. “Demos voz de prisão ao maior e apreendemos os dois menores envolvidos.  Conduzimos os mesmos para Delegacia de Homicídio para as providências cabíveis”, disse um o comandante da operação.

O maior foi identificado como Darlan Reis Leal, de 22 anos, residente na Rua Alpercata, bloco 8 apartamento 203, Residencial Ribeira. Ele seria ex-interno de Pedrinhas. Os dois menores têm 16 e 17 anos e também residem na Ribeira.

O vigilante Mairo de Jesus Pinto Mendes, de 44 anos, foi assassinado a tiros na tarde de quinta-feira (12), na porta do condomínio onde morava, no Residencial Ribeira, área do Maracanã, após ser reconhecido por traficantes.

Ele trabalhava no PSL 1 e caiu na emboscada na entrada de seu apartamento. No local predomina o tráfico de drogas e abriga bandidos de alta periculosidade, segundo informações de policiais.

A polícia vai investigar para saber se a ordem para matar o vigilante saiu de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. As investigações estão a cargo da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...