Mais Asfalto

Mais Asfalto

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

PM e namorada são encontrados mortos dentro de uma casa em Teresina

Polícia Civil investiga morte de sargento do Rone e namorada. Os dois foram encontrados mortos dentro de uma casa na madrugada de segunda-feria (20)
Segundo a polícia, uma arma de uso pessoal do policial foi encontrada.
Delegado Francisco das Chagas Costa, o “Baretta” 
A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte do policial Leonardo Fábio Barros dos Santos, do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRone), e da atendente de farmácia Samara Beatriz da Silva Pacheco, que mantinham um relacionamento amoroso há cerca de três anos. Os dois estavam desaparecidos havia três dias e foram encontrados mortos dentro da casa em que moravam, no bairro Bela Vista, zona Sul de Teresina, na madrugada de segunda-feira (20).

A última vez que Samara foi vista foi na sexta-feira (17/02), quando participou de um aniversário de uma prima. O delegado Francisco das Chagas Costa, o “Baretta”, já descobriu que o casal tinha um relacionamento conturbado. O policial já teria até efetuado disparos na residência dos pais de Samara.

"A família do policial nos acionou depois do desaparecimento do mesmo desde sexta-feira. Uma guarnição e o irmão do PM foram até a casa da namorada dele e encontraram o local fechado, mas com o carro e a moto na garagem. Como ninguém atendeu, os policiais entraram e pela janela do quarto viram os dois corpos no chão", relatou o comandante do BPRone, coronel Raimundo Sousa.

Segundo o comandante, ao se depararem com a cena, os policiais militares isolaram o local e acionaram a Delegacia de Homicídios, Perícia Criminal e Instituto Médico Legal (IML). Ele revelou ainda que uma pistola de uso particular do policial foi encontrada na casa, que não tinha sinais de arrombamentos.

"Apesar de ser uma pistola ponto 40, de uso restrito, a arma não era da Polícia Militar do Piauí. Familiares relataram que o casal tinha um relacionamento conturbado e os dois se conheciam desde os 14 anos. Apesar dessas informações, a motivação do crime ainda é desconhecida e pode ser confirmada apenas com a conclusão do inquérito", destacou.

O delegado Francisco Barêtta, titular da Delegacia de Homicídios, revelou que os corpos das vítimas estavam despidos. O policial morreu com um tiro na cabeça e namorada foi atingida com três disparos no rosto.

"No momento não podemos anteceder mais informações do caso. Vamos ainda montar uma linha investigativa para saber quem ouvir", comentou.

O policial encontrado morto atuava há 13 anos no BPRone e tinha um filho. O velório dele acontece na Associação dos Moradores do bairro São Pedro, enquanto da namorada é realizado na Vermelha, ambos na Zona Sul de Teresina.

Com informações do G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...