Fiscalização Fotossensores

Fiscalização Fotossensores

domingo, 5 de fevereiro de 2017

“Quem foi realmente condenado fomos nós”, diz pai do advogado Brunno Matos

"Que os responsáveis por essa condenação reflitam e cheguem à conclusão que cometeram um grande equívoco" 

O advogado Brunno Matos (acima) com os pais
Esmeralda e Rubem Soares
O pai de Brunno Matos, Rubem Soares, voltou a se manifestar sobre o resultado do julgamento dos acusados  de matar o advogado na madrugada do dia 6 de outubro de 2014, no Olho d´Agua. O principal acusado, Diego Polary, foi condenado a apenas oito anos de prisão, o que gerou revolta na família de Brunno Matos.

“No Brasil as coisas são assim mesmo. Você pode matar uma vez, nada acontece, basta ter curso superior e residência fixa. Uma pena de 8 anos para um assassinato e uma tentativa”, disse Rubem Soares, em publicação no facebook neste domingo (5).

Confira a íntegra do que disse o pai de Brunno.

Quero agradecer a todos os amigos que prestaram todo apoio à nossa família. Não tenho palavras para agradecer. Confesso a todos minha indignação, tristeza e revolta com a pena aplicada ao indivíduo que tirou a vida do meu filho. Estou sem chão.

No Brasil as coisas são assim mesmo. Você pode matar uma vez, nada acontece, basta ter curso superior e residência fixa. Uma pena de 8 anos para um assassinato e uma tentativa.

O réu em questão, saiu pela mesma porta que entrou, mesmo condenado.

Quem foi realmente condenado fomos nós, que perdemos nosso filho de forma brutal, dor que nunca passa, saudade que nunca cessará.

Tenho certeza que onde o Brunno estiver, ele está muito triste, por ter abraçado uma profissão que hoje nos condenou a um sofrimento eterno.

Que os responsáveis por essa condenação reflitam e cheguem à conclusão que cometeram um grande equívoco. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...