Mais Asfalto

Mais Asfalto

Feirinha Prefeitura

Feirinha Prefeitura

segunda-feira, 6 de março de 2017

Fábrica de cimento Nassau encerra produção e demite 500 no Piauí

A Empresa Itapissuma S/A emitiu na manhã desta segunda-feira, 06 de março, uma nota oficial anunciando a suspensão de seus serviços. De acordo com a nota, os serviços da empresa serão suspensos temporariamente e o principal motivo seria a crise que assola o país.

Em um dos trechos, a empresa informa que a redução de suas vendas beira os 80% o que inviabiliza nesse momento a continuidade dos trabalhos.

Na manhã desta segunda ainda, conforme a nota, todos os servidores da empresa seriam convocados para serem dispensados.

A Itapissuma S/A está instalada na Fazenda Monte Alvão, no município de Fronteiras há quase duas décadas e desde então é fonte de renda para muitas famílias da região.
Atualmente pouco mais de 500 pessoas trabalhavam na empresa.

“Estamos desesperados, temos família e filhos para criar, nosso destino com essa medida da empresa é incerto”, disse um dos colaboradores dispensado  da empresa.

Para o empresário Dombil, que revende o cimento da empresa há pouco mais de dez anos, a suspensão dos serviços prejudicará em muito seus negócios e consequentemente acarretará na subida de preço do produto.

“Com o fechamento da empresa teremos que buscar o produto em outros estados, acarretando prejuízos para nós comerciantes e o produto com certeza ficará mais caro para o consumidor”, disse o comerciante.

Segundo informações, a empresa passa pelos mesmos problemas em todo o Brasil e em alguns estados o Ministério Público já acionou a empresa a pagar milhões de reais em atrasos salariais e benefícios aos seus servidores.

Impulso econômico
A instalação da fábrica de cimento em Fronteiras deu grande impulso ao desenvolvimento econômico e social do município e da região. A indústria está localizada na zona rural de Fronteiras, no limite com o município de Pio IX, próxima à localidade Quixaba, onde se encontra uma das maiores e melhores jazidas de mármore do mundo, comparada inclusive à de Carrara, na Itália.

A fábrica já foi apontada como uma das mais importantes do Nordeste e contribuiu para que Fronteiras alcançasse em 2012 o terceiro maior PIB per capita do Piauí (R$ 14.319,49). Quase igual, portanto, à média nacional (R$ 16.917,66) e mais de duas vezes maior do que a média estadual (R$ 6.051,10), conforme levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A sede do Grupo Nassau fica em Recife. Fundada por João Pereira dos Santos, patriarca da família, a marca homenageia o holandês Maurício de Nassau. O empresário João Santos – conhecido por “Seu Santos”, como gostava de ser chamado – fundou um império que incluiu, além das fábricas de cimento, companhias de açúcar e papel, fazendas, empresas de comunicação (TV e jornal) e uma empresa de táxi aéreo. Ele faleceu em 2009 e seu império começou a entrar em dificuldades.

As onze fábricas do Grupo João Santos, todas iniciadas pelo prefixo “ita”, de origem Tupi e que significa pedra, estão distribuídas em 10 estados do Norte, Nordeste e Sudeste: Cibrasa (Capanema – PA), Itapuí (Barbalha – CE), Itabira (Cariacica – ES), Itaguassu (Nossa Senhora do Socorro – SE), Itapessoca (Goiana – PE), Itapetinga(Mossoró – RN), Itapicuru – Codó – MA), Itapissuma (Fronteiras – PI), Itautinga (Manaus – AM), Itacimpasa (Itaituba – PA) e Itaguarana (Ituaçu – BA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...