Mais Asfalto

Mais Asfalto

terça-feira, 25 de abril de 2017

Goleiro Bruno volta para prisão; STF cassa liminar

Bruno foi solto em 24 de fevereiro e esperava o julgamento do habeas corpus na primeira turma do STF

Por Talita Abrantes
Exame

São Paulo – Por três votos a um, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) revogou nesta terça-feira (25) a liminar que tirou o goleiro Bruno da prisão em 24 de fevereiro. Com isso, de acordo com a assessoria de imprensa do Supremo, ele pode voltar para trás das grades a qualquer momento.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu na quarta-feira a revogação da liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), que permitiu a soltura do goleiro Bruno, condenado pela morte de sua ex-namorada Eliza Samudio.

Bruno foi solto em 24 de fevereiro e esperava o julgamento do habeas corpus na primeira turma do STF.

Para Janot, o habeas corpus apresentado pela defesa de Bruno já havia sido negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), não cabendo ao STF dar prosseguimento ao pedido.O procurador-geral ainda refuta a tese da defesa do goleiro, sobre a demora do julgamento de um recurso no Tribunal de Justiça de Minas Gerais enquanto Bruno seguia preso.

Janot afirma que a própria defesa tem contribuído para o prolongamento do prazo criminal e que “a duração razoável do processo deve ser deferida à luz da complexidade dos fatos e do procedimento, bem como a pluralidade de réus e testemunhas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...