Mais Asfalto

Mais Asfalto

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Jogo da baleia azul: Polícia investiga sete tentativas de suicídio de adolescentes em Curitiba


POR DANIEL GULLINO
O Globo

RIO — Policiais civis do Paraná estão investigando as circunstâncias de sete tentativas de suicídio de adolescentes, todas ocorridas nesta terça-feira na capital do estado, Curitiba. A Secretaria municipal de Saúde avalia que pode haver uma relação entre esses casos e o "jogo da baleia azul". De acordo com autoridades, os jovens tinham sinais de automutilação e de ingestão de remédios.

— Chamou muito a atenção pela repetição do padrão de comportamento, fazendo com que nós nos lembrassemos desse jogo — explica o o secretário municipal de Saúde, João Carlos Baracho, acrescentando que o número de episódios é "muito acima do normal".

O "jogo da baleia azul', que se tornou motivo de preocupação em diferentes países, consiste em uma série de 50 desafios diários enviados ao participante por um "curador". Há desde tarefas simples como desenhar uma baleia azul numa folha de papel até outras muito mais mórbidas, como cortar os lábios ou furar a palma da mão diversas vezes. Como desafio final, o jogador deve se matar. O jogo já é alvo de investigação também no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e no Mato Grosso.

A mãe de uma menina de 15, moradora da Zona Oeste do Rio, descobriu que a filha estava cumprindo os desafios do jogo e a impediu de continuar. A menina foi internada num hospital, onde foi convencida de que estava no caminho errado.

Segundo João Carlos Baracho, a suspeita de relação entre as tentativas de suicídio de Curitiba com o desafio surgiu porque muitas das tarefas propostas pelo jogo devem ser executadas de madrugada, além de envolverem tanto o corte com lâminas como a ingestão de medicamentos.

Quatro casos na mesma UPA

Na madrugada de terça, quatro dos jovens foram levados por suas famílias, a uma mesma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que fica no bairro de Sítio Cercado. Outro adolescente foi encaminhado a outra UPA, no bairro de Pinheiro, pelo Conselho Tutelar, também de madrugada.

Durante o dia, foram registrados um caso em um Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e outro em um estabelecimento particular. Não foram divulgados mais detalhes sobre os jovens, incluindo possíveis relações entre eles.

— O que a gente percebe é que a distribuição é muito mais concentrada na região Sul da cidade — avalia Baracho.

Série também causa preocupação

Em nota divulgada nesta terça-feira, a prefeitura alertou para os perigos do jogo Baleia Azul, informou que atividades de prevenção ao suicídio nas redes municipal e estadual de ensino.

A secretaria também alertou para os perigos envolvendo a série "13 reasons why", do Netflix, que fala sobre o suicídio de uma adolescente. Alguns especialistas acreditam que o programa pode induzir jovens a se matarem. O órgão recomenda que os pais assistam a série junto com seus fihos e conversem com eles sobre os temas retratados.

O secretário de Saúde afirma que é preciso acompanhar os hábitos dos adolescentes, principalmente durante a madrugada, além de possíveis sinais de autoflagelação. Caso um comportamento fora do comum seja detectado, no entanto, os pais precisam sabem como lidar:


— A posição dos pais é no sentido de acolher o adolescente, dialogar, se colocar à disposição. Não naquela postura punitiva, de repreensão, e sim abrindo o diálogo, franco — explica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...