Mais Asfalto

Mais Asfalto

Intervenções no trânsito

Intervenções no trânsito

terça-feira, 11 de abril de 2017

José Reinaldo não recebeu propina, mas é investigado por suposta conivência com atos de ex-procurador-geral do Estado

O Deputado Federal José Reinaldo Tavares (PSB), ex-governador do Maranhão, não é investigado por acusação de recebimento de propina da Odebrecht, como a maioria dos alvos de abertura de inquéritos por parte do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Senado.

O ex-governador é apenas suspeito de ter sido conivente com ações possivelmente delituosas de Ulisses César Martins de Sousa, ex-procurador-geral no governo de Reinaldo.

O ex-auxiliar teria solicitado, segundo a denúncia do Ministério Público, vantagem indevida à Odebrecht para facilitar pagamento de valores devidos pelo Estado à empresa. Teriam sido feitas até remessas para o exterior.

Confira a íntegra da autorização de abertura de inquérito contra o advogado Ulisses César Martins de Sousa e contra o deputado José Reinaldo Tavares (PSB).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...