Emap

Fiscalização Fotossensores

Fiscalização Fotossensores

sábado, 20 de maio de 2017

Crise em Brasília: Temer desqualifica delator e pede suspensão de inquérito no Supremo

O ainda presidente Michel Temer escolheu, em seu pronunciamento, atacar o delator Joesley Batista o qual afirmou estar livre passeando pelas ruas de Nova York, impune “depois de gravar clandestinamente”. “Não foi preso e, pelo jeito, não será”. 

A estratégia é de descredibilizar o empresário. Segundo o presidente, Joesley estava insatisfeito com o seu governo. Disse que o BNDES está moralizado e oportunistas não têm vez.

O presidente iniciou discurso falando sobre as reportagens dos jornais que constataram edição no áudio da conversa dele com o empresário Joesley Batista.

Temer criticou o empresário e chamou seu depoimento de incoerente.  Ele pediu a suspensão do inquérito que o investigará.

"Tudo o que queriam era dinheiro público e não prestavam conta para ninguém. Quebram o Brasil", afirmou Temer.

"Teve uma montagem e uma ação deliberada que incriminasse alguns. O Brasil a caminho da recuperação econômica para colocar o País nos trilhos."

O presidente citou que houve "mais de 50 edições" no áudio.

"O Brasil não sairá dos trilhos, e eu continuarei à frente do Brasil”, disse ao fim do pronunciamento.

Confira a íntegra do pronunciamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...