Mais Asfalto

Mais Asfalto

Intervenções no trânsito

Intervenções no trânsito

domingo, 28 de maio de 2017

Enquanto Roseana chegou a discutir com um aluno, Flávio Dino conversa com estudantes e atende reivindicação

Em tempos de crise e profundo descrédito da população com os políticos, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), teve um postura que pode servir como exemplo para as futuras gerações políticas maranhenses e do país. Na sexta-feira (26), durante a inauguração do Ginásio Rubem Goulart, no Bairro de Fátima, em São Luís, o governador foi surpreendido por alunos de uma escola que fica ao lado do ginásio. Estudantes do C.E. General Arthur Carvalho chamaram Flávio Dino para reivindicar melhorias estruturais na escola. O governador não apenas ouviu cada uma das reivindicações dos estudantes como anunciou reforma imediata do centro de ensino.

O governador prometeu o início das reformas na escola para a próxima segunda-feira (29), mas o secretário estadual de Educação, Felipe Camarão, já começou a obra. Representante do grêmio estudantil do centro de ensino acompanhou a chegada de novos ventiladores, serviços de capina e obras de reparos na estrutura da escola.

Esse tipo de diálogo aberto entre gestor público e a população estudantil é raro no Maranhão.

Circula na internet um vídeo de 2013 (veja), onde a então governadora Roseana Sarney (PMDB) discutiu com um estudante do município de Governador Edison Lobão.  Enquanto Roseana participava de um evento na cidade, um jovem pediu o microfone para questionar a governadora sobre a baixa qualidade da educação pública em seu município. Roseana bateu boca, tentou ridicularizar o aluno e ainda culpou os professores pela má qualidade no ensino.

"Se as escolas não têm qualidade, você tem que cobrar isso dos professores", disse Roseana na época. O aluno retrucou: "Eu estou falando é de infraestrutura da sala de aula, escola com estrutura adequada".

A governadora tentou mudar os rumos da discussão e perguntou ao aluno para tentar lhe coagir: "ei, ei, ei, olha aqui. Eu quero saber qual foi sua nota do Enem?".  O aluno respondeu de imediato: "eu ainda não fiz o Enem, tô sem aula, e tô correndo risco de não fazer o Enem porque não tem professor na sala de aula".

Na conversa entre Flávio Dino e os alunos da CE General Arthur Carvalho, o governador frisou que já reformou em pouco mais de dois anos de governo, cerca de 580 escolas, o que daria, segundo o gestor, uma média de uma escola reformada a cada dois dias. Para ele, se os governantes anteriores tivessem atuado na área e realizado as reformas necessárias, o volume de demanda acumulada seria menor e, consequentemente, a qualidade da infraestrutura das escolas e do ensino público no Maranhão seria melhor.  

“Como são 1200, ainda faltam mais de 600 escolas para serem reformadas, mas a gente tá fazendo. Não dá pra fazer todas ao mesmo tempo. Se todo mundo tivesse feito seu trabalho ao longo dos anos a gente não estaria assim”, pontuou Flávio Dino aos estudantes.

A gestão Dino implantou o programa Escola Digna, cujo objetivo é erradicar escolas de taipa e palha que marcaram o governo Roseana. A meta do atual governo é construir 300 escolas até o final de 2018.

Para analistas políticos de todo o país, os elevados índices de pobreza, a falta de cuidados básicos com a população, as escolas de taipa, a falta de água e tratamento de esgoto por todo o Maranhão são reflexos diretos do longo reinado da família Sarney, que esteve no poder por quase meio século.

Veja vídeo do diálogo do governador com alunos

Veja o vídeo de Roseana Sarney discutindo com aluno, em maio de 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...