Fiscalização Fotossensores

Fiscalização Fotossensores

terça-feira, 30 de maio de 2017

“Eu quero te ver mofando na cadeia, bandido fardado”, desabafa filha do cabo PM morto por militares; SSP realiza coletiva nesta quarta-feira

A filha do cabo PM Júlio César da Luz Pereira, Emilly Linhares, manifestou surpresa ao tomar conhecimento que seu pai foi assassinado por colegas de farda. No facebook, ela revelou que um acusado, preso nesta noite de terça-feira (30), prometeu que iria encontrar o pai dela, chegando até a abraçar a família e garantido que só descansaria depois que encontrasse o PM.

“Eu vou ter o prazer de olhar na sua cara, bandido, que me jurou o tempo todo que iria encontrar meu pai, que abraçou minha família e disse que só descansaria quando trouxesse meu pai! Grande amigo!”, desabafa a jovem, que deve se referir ao tenente preso.

Ela diz que, ao longo de sete meses, os criminosos tiveram bastante tempo para desaparecer com o carro e apagar provas, dificultando a reconstituição do caso.

“Depois de quase 7 meses é o mínimo! Tempo suficiente para que pudessem desaparecer corpo, o carro que eles estavam, apagar provas, os rastros, e tornar difícil a reconstituição do caso”, acrescenta.

Em tom de indignação, a jovem acrescenta: “Eu quero te ver mofando na cadeia, só vou descansar quando te ver perder essa farda que tu veste e não honra, BANDIDO FARDADO!! Pai, é só o começo.. tu vai descansar em paz, por que eu vou correr atrás da justiça, custe o que custar”, finaliza Emilly, que chegou a gravar um vídeo fazendo um apelo para que o pai fosse localizado (assista abaixo).

O cabo Júlio César da Luz Pereira e o soldado Carlos Alberto Constantino Sousa desapareceram no dia 17 de novembro de 2016. No dia do desaparecimento os dois policiais seguiram para a cidade de Buriticupu (a 420 km de São Luís) em uma caminhonete.

Os autores das mortes dos PMs seriam um tenente e dois policiais militares, que já estão sendo trazidos para São Luís ainda na noite desta terça-feira (30).
  
Entrevista coletiva nesta quarta-feira

O Secretário da SSP, Jefferson Portela, ao lado de toda a cúpula da segurança do Estado, concede entrevista nesta quarta-feira, às 10h, para falar sobre a prisão de militares envolvidos no desaparecimento e morte dos PMs cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa.

Os detalhes da entrevista coletiva à imprensa foram acertados durante reunião da cúpula da Segurança na noite desta terça-feira. Acredita-se que a polícia já deve saber onde se encontram os corpos dos dois policiais militares.

“Amanhã, às 10h, daremos uma coletiva no Auditório da SSP sobre crimes praticados em Buriticupu, inclusive sobre o desaparecimento de dois policiais militares”, disse o secretário Jefferson Portela, no facebook.

Veja o apelo feito na segunda-feira por Emilly no facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...