Mais Asfalto

Mais Asfalto

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Líder de seita que ficou conhecida nos anos 90 por crimes no Maranhão volta a ser preso no Rio

Nos anos 90, Donato Brandão comandava, no Maranhão, a Seita Mundial.
Donato Brandão Costa, de 45 anos, foi preso na Região Serrana do Rio. Ele é apontado como líder de uma seita e responsável pela castração de três jovens em São Luís do Maranhão, em 1994. Ao todo, 11 pessoas foram presas em uma propriedade onde se localizava uma espécie de templo e quartos onde residiam integrantes da seita, quase todos do Maranhão.

O grupo liderado por Donato Brandão é acusado de vários crimes: estelionato, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e organização criminosa, mas Donato já era bem conhecido da polícia.
Nos anos 1990, ele comandava, no Maranhão, a Seita Mundial. Pelos seguidores, era chamado de “pai", um novo messias. Na época, as investigações concluíram que a seita praticava a emasculação -  ou seja, a castração - de jovens. Ele foi preso em 1999 e condenado a 37 anos e 8 meses de reclusão.

Donato Brandão passou dez anos e quatro meses preso, saiu em 2010. Em 2013, trocou o Maranhão pela Região Serrana do Rio de Janeiro. Agora, a polícia vai investigar se a seita de Donato também está envolvida com outro crime: o de exploração da prostituição.

Prisão em 2016

Em 2016, Donato Brandão chegou a ser preso em Petrópolis, no RJ, por acusação de ter constrangido três meninos a praticarem atos libidinosos. O acusado foi retirado pela Polícia Civil na sala de aula de uma universidade.

À época, Donato morava em Petrópolis há três anos e cursava o 9º período de direito. À polícia ele disse que trabalhava em uma empresa de turismo no município e morava em um sítio na BR-040.

Segundo informações que constam no site do Tribunal de Justiça, Donato “constrangeu três meninos a praticarem atos libidinosos, mediante grave ameaça". Ainda de acordo com o processo, o acusado formou uma espécie de centro comunitário e usava a suposta função de guia espiritual para ter domínio sobre os frequentadores do local. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...