IPTU 2017

Maranhão em Obras

Maranhão em Obras

sábado, 3 de junho de 2017

“Máfia da Saúde”: “Operação Rêmora” apreendeu mais de R$ 600 mil no Idac; a fraude é estimada em R$ 18 milhões

A Polícia Federal (PF) no Maranhão apreendeu cerca de R$ 644 mil em espécie durante a realização da 4ª fase da Operação Sermão aos Peixes – “Operação Rêmora”, realizada na tarde de sexta-feira (2), em São Luís. O alvo foi o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac) que faz a gestão de seis unidades hospitalares da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES).

Foram apreendidos R$ 445 mil no Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac), R$ 85 mil em uma das prisões em flagrante delito, e R$ 90 mil em uma residência.
A operação apreendeu também diversos documentos, sete veículos, sendo um BMW X1.  A fraude estimada até o momento é de 18 milhões.  Além disso, foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens num total que supera a cifra de R$ 12 milhões.

No total, a PF cumpriu os 19 mandados judiciais, expedidos pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Maranhão. Foram quatro mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária, nove mandados de busca e apreensão. Além disso, houve quatro prisões em flagrante.
Os presos foram identificados como Antônio Aragão, presidente estadual do PSDC e dono do Idac; Valterleno Silva Reis, funcionário do Idac, que fazia os saques na boca do caixa; Mauro Serra Santos, diretor do Idac; Bruno Balby, diretor do Idac; e Paulo Rogério, motorista Aragão.
Antônio Aragão, presidente do PSDC e do Idac



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...