Mais Asfalto

Mais Asfalto

domingo, 11 de junho de 2017

Tatuador é preso após escrever ‘eu sou ladrão e vacilão’ na testa de adolescente

A Polícia Civil de São Paulo confirmou neste sábado (10) a prisão de dois homens suspeitos de torturar um adolescente de 17 anos em São Bernardo do Campo. O tatuador Ronildo Moreira de Araújo, de 29 anos, e o vizinho dele, Wesley Carvalho dos Reis, de 27, foram detidos na noite de sexta-feira (9) depois de tatuar os dizeres “eu sou ladrão e vacilão” na testa do rapaz.

De acordo com as autoridades, o celular de Maycon foi utilizado para filmar a tatuagem e para compartilhar vídeos dela no WhatsApp. Nas imagens, que viralizaram, o adolescente não reage às provocações da dupla. É possível ver um deles dizer que “vai doer” e, em seguida, o obrigam a dizer que quer tatuar a palavra “ladrão”.

Depois que o conteúdo viralizou, familiares do garoto o reconheceram e procuraram a polícia. Ele estava desaparecido desde o dia 31 de maio e seria usuário de drogas. Além disso, os parentes levantaram a possibilidade de ele estar com problemas mentais.

Policias fizeram rastreamento pela cidade e localizaram o tatuador sentado em uma calçada e o vizinho dele. Levados para a delegacia, disseram ter tatuado a testa do adolescente depois que ele tentou furtar uma bicicleta. Para a dupla, a medida seria uma forma de punição.

Os dois ainda contaram à delegada responsável que deixaram o adolescente em liberdade após tatuá-lo.  A juíza Inês Del Cid, da Vara Criminal de São Bernardo do Campo, decretou a prisão preventiva dos dois.

Adolescente é encontrado por amigos

O adolescente de 17 anos, que teve a testa tatuada com a inscrição: "eu sou ladrão e vacilão" foi encontrado por amigos no fim da tarde deste sábado (9), na Estrada dos Casa, em São Bernardo do Campo. Ele prestou depoimento à polícia, no 3º Distrito Policial da cidade, negou ter cometido qualquer furto, foi levado ao posto médico para ser medicado e voltou para a casa da avó.

Um dos tios do adolescente afirmou que o menino está bastante assustado com o ocorrido. "Ele é muito querido no bairro e muitas pessoas começam a procurar por ele. Vieram nos avisar onde ele estava e os amigos foram buscá-lo. Agora ele está na casa da avó, descansando. Vamos cuidar da saúde dele."

Além de ter a testa marcada com uma tatuagem, o adolescente revelou que teve o cabelo cortado e teve os pés e as mãos amarrados por Ronildo e Maycon.

O advogado da família, Leonardo Rodrigues, disse que deve se reunir com a família para saber quais medidas jurídicas deve tomar nos próximos dias. "Vamos avaliar. Primeiro vamos cuidar dele, ele foi medicado, está assustado com o que passou. Muitas pessoas compartilharam a imagem dele fazendo julgamento sem conhecer os fatos. Ele não fez nada do que foi dito e espalhado na internet."

Ele estava desaparecido desde 31 de maio e a família o reconheceu no vídeo gravado e divulgado em redes sociais pelos dois agressores, que foram presos em flagrante.

Antes do desaparecimento, o jovem chegou a passar por acompanhamento de conselheiros tutelares em atendimento no Centro de Apoio Psicossocial (Caps) de São Bernardo do Campo. Segundo a família informou à polícia, ele era usuário de drogas e sofre de problemas mentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...