Mais Asfalto

Mais Asfalto

Feirinha Prefeitura

Feirinha Prefeitura

domingo, 9 de julho de 2017

Beneficiários da Casa Ninar contam com transporte e alimentação gratuitos

Além de hospedagem, beneficiários da Casa de Apoio Ninar contam com transporte e alimentação gratuitos. O espaço abriga famílias do interior que vem a São Luís para tratar crianças com distúrbio de neurodesenvolvimento.

Inaugurada na última terça-feira (4) pelo Governo do Maranhão, a Casa de Apoio Ninar tem dois veículos adaptados e seguros, disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para traslado dos pacientes ao hospital Ninar.

As famílias também podem solicitar viagens do Travessia, que conta com um veículo adaptado para crianças com microcefalia na capital. O serviço é oferecido pela Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB) mediante cadastro e agendamento prévio.

A Casa de Apoio Ninar também oferece terapias complementares às crianças atendidas no Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), anexo ao Hospital Dr. Juvêncio Mattos.

Hoje a Casa Ninar beneficia 15 famílias, nove delas do interior do estado e o restante residente na capital. A maioria tem microcefalia. Inicialmente, vão passar pela Casa 180 pacientes, metade proveniente de municípios do interior.

Mais saúde, menos custos

“Dou graças a Deus a essa Casa de Apoio. Além da equipe que vai nos atender aqui, para a gente que mora no interior vai ser muito bom, porque temos muitos gastos”, diz Marineide Freitas Sales, mãe do pequeno Mateus, que tem microcefalia.

Marineide vive com a família em Amarante, a 700 km de São Luís, e vem para a capital a cada 15 dias com o filho de 11 meses, para atendimento médico no Ninar. As viagens constantes começaram quando Mateus tinha apenas um mês de vida.

Com hospedagem, refeições e transporte gratuitos, Marineide reduziu bastante os custos gerados nos deslocamentos para São Luís. “Não sei me locomover aqui, então ando muito de táxi. Preciso me alimentar, dormir. Com a Casa de Apoio, agora temos toda essa estrutura”, conta.

Atendimento facilitado

A rotina de Luana Carvalho e da filha Iana Sofia, de 1 ano e 7 meses, também ficou mais fácil com a chegada da Casa de Apoio Ninar. As duas moram em Codó, distante 290 km da capital, e precisam estar com frequência na cidade para acompanhamento médico.

“Nossa cidade não tem estrutura, não tem médicos adequados. Aqui é uma grande oportunidade para nossos filhos crescerem e evoluírem no tempo deles”, conta Luana, que já percebe a melhora da filha a partir do tratamento especializado no Ninar.

“Controlamos as crises convulsivas e ela desenvolveu bastante, está mais ativa, mais esperta. Eu tenho muito a agradecer”, diz. “Minha esperança é que a minha filha vai ser uma criança normal, vai falar, andar e brincar. Eu acredito nisso”, completa.

Direito assegurado

A Casa Ninar passou a funcionar na antiga Casa de Veraneio, na Ponta do Farol, após reforma e adequação dos espaços pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

Em gestões passadas, o imóvel público era usado para promover festas privadas.


“Conseguimos dar um destino correto para o espaço, devolvendo a quem dele é dono e legítimo proprietário, que é o povo do Maranhão”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...