Mais Asfalto

Mais Asfalto

Feirinha Prefeitura

Feirinha Prefeitura

domingo, 1 de outubro de 2017

“Quadrilhão do PMDB”: Com a corda no pescoço, Temer discute com ministros relator de denúncia e recebe Roseana Sarney

Segundo informações do blog da Andréia Sadi, do portal G1, o presidente Michel Temer chamou neste domingo ao Palácio do Jaburu a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) e ministros do governo para discutir o cenário político e a denúncia contra ele na Câmara dos Deputados.

Passaram pela residência oficial neste domingo, além de Roseana, os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo).

A reunião discutiu a pauta do Congresso, além das estratégias de defesa do presidente sobre a segunda denúncia por obstrução de Justiça e organização criminosa.

Um dos ministros de Temer disse ao blog da Andréia Sadi que foi feita uma avaliação sobre a defesa do presidente na Câmara e sobre o perfil do relator do caso, deputado Bonifacio de Andrada (PSDB-MG).

Segundo relato obtido pelo blog, o ministro Imbassahy, que é do mesmo partido de Bonifácio, disse a Temer que o relator "é muito robusto e não cede à pressão".

"Ele vai fazer o que ele pensa", disse um ministro à reportagem, sobre a expectativa em relação ao posicionamento do relator na CCJ.

Sobre a defesa do presidente, a ideia de Temer é não usar o prazo de dez sessões a que o presidente tem direito para entregar a sua argumentação.

"O presidente vai trabalhar para entregar antes do dia 6 de outubro, tentar antecipar", disse esse ministro.

Chefe do "quadrilhão"

Michel Temer, que tem apenas 3% de aprovação, é apontado pelo ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot como um dos chefes do chamado “Quadrilhão do PMDB”. Segundo o empresário Joesley Batista, em entrevista à Época, Temer comandaria uma das organizações criminosas mais perigosas do país.

Agindo como o “poderoso chefão”, Temer vai fazer de tudo para se safar da segunda denúncia feita por Janot. Na primeira, usou o dinheiro público para ‘comprar’ deputados. Pelo visto, vai continuar com o mesmo modus operandi. Até quando?

Com informações do Blog da Andréia Sadi (com acréscimos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...