Emap

Intervenções no trânsito

Intervenções no trânsito

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Roberto Rocha salva Aécio, mas quer punição aos irmãos Batistas

Depois de defender com unhas e dentes o senador Aécio Neves (PSDB-MG), durante a votação na sessão do Senado, na última terça-feira (17), que derrubou todas as cautelares impostas pelo Supremo Tribunal Federal ao tucano, Roberto Rocha (PSDB) agora quer punição aos irmãos Batista da JBS, responsáveis pela delação que culminou com a abertura de inquérito contra o líder do PSDB.

Um dia após declarar que o STF “não tem poderes para impor restrições à liberdade de um senador da República e suspensão ao seu mandato sem que este tenha sido julgado e condena”, Roberto que é relator da CPI do BNDES emitiu parecer, aprovado pela comissão, pela convocação dos empresários Wesley e Joesley Batista. A data do depoimento, no entanto, ainda não está marcada. A comissão também decidiu que trabalhará em conjunto com a CPMI da JBS e J&F.

De acordo com o maranhense, as convocações são justificadas já que o grupo teria sido um dos maiores beneficiários individuais de recursos do banco, em valores que ultrapassariam R$ 8 bilhões.

“Eu acho que isso é em benefício das duas comissões. Claro que são investigações distintas, mas que em determinados pontos se confundem” disse o senador, acrescentando que a medida vai evitar “dobrar esforços”.

Aécio Neves foi gravado por Joesley Batista, pedindo R$ 2 milhões ao empresário e alegou que o dinheiro serviria para pagar advogados. Desde então uma série de outras denúncias veio átona.

Filiado ao PSDB recentemente, “Asa de avião” além de votar pela manutenção do mandato do correligionário, agora orientado pelo próprio Aécio, apontou sua mira aos irmãos Batista.

Informações do Blog Marrapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...