domingo, 3 de dezembro de 2017

Desabafo do dia: Tomate estragado no Mateus da Cidade Operária. Por que essa discriminação com quem mora na periferia?

Por Gilberto Lima

Essas imagens de tomates estragados, colocados à venda, são do Supermercado Mateus/Cidade Operária. Foram tiradas na manhã deste domingo(3). Uma verdadeira falta de respeito aos consumidores/clientes que moram em bairros da periferia.

Sempre faço compras no Mateus da Cidade Operária, Guajajaras, Jardim Tropical, Cajazeiras Maiobão, Cohama e Renascença. Há algum tempo, observo que produtos, como frutas e verduras, colocadas à venda em lojas de bairros nobres têm qualidade melhor. Sempre encontro produtos perecíveis quase estragados em lojas de bairro periféricos.
Gostaria de saber o motivo. Será que o dinheiro de quem mora na periferia não tem o mesmo valor?

Espero que essa falta de respeito seja corrigida pelo Mateus e que os órgãos de defesa do consumidor fiquem mais atentos.

Por que não fazem doação para alguma entidade, antes de esses produtos estragarem? 

Lugar de produto estragado é no lixo, Mateus!


8 comentários:

  1. Já venho observando isso há algum tempo, acho que eles segregam os piores durante a semana para colocarem na promoção da quarta-feira livre, kd a vigilancia sanitária? Os órgãos de fiscalização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo. Falta essa fiscalização. Acho que o consumidor, que paga caro por alguns produtos, tem que reclamar mais.

      Excluir
  2. Gilberto, a discriminação de cor e classe social no Brasil, apesar da Lei e dos debates que veem sendo levantados, estão cada vez mais evidentes. Eu, particularmente, por ser negro e andar de moto sou alvo de suspeição constante por seguranças de shoppings, farmácias e etc. Até parece que ladrão, neste país, tem cor e meio de transporte característico. Marcelo, do São Cristóvão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma triste realidade. E só tem piorado. O golpe serviu para aumentar, ainda mais, a desigualdade social. E com ela, vem o aumento do preconceito contra pobres, negros, etc. Espero que, em 2018, o povo não permita a ascensão ao poder daqueles que pregam ódio, preconceito, racismo, intolerância, etc.

      Excluir
  3. Um verdadeiro descaso e falta de amor ao próximo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltando fiscalização da Vigilância Sanitária. Esses donos de supermercados têm que parar com esse tratamento diferenciado. Volto a perguntar: por que destinar produtos estragados para lojas localizadas em bairros da periferia? Não tem explicação.

      Excluir
  4. e isso já faz tempo q o supermercados mateus fazem isso pois se vc for na cohab, cidade operaria, maiobão vc não consegue comprar uma picanha mas se vc for no calhau aí vc encontra varias..

    ResponderExcluir
  5. Tbm tem diferença de preços entre os Mateus de bairros chiques e periféricos.Tenho observado essa discrepância.

    ResponderExcluir

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...