terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Com mais de 7 toneladas de drogas apreendidas, Senarc fica em primeiro lugar na Região Nordeste em 2017

Segundo informações do Superintendente da Senarc, delegado Carlos Alessandro, somente no ano de 2017, foram retirados de circulação cerca de 7.200 kg de drogas, 56 armas de fogo e prisão de 423 pessoas ligadas diretamente ao crime de tráfico de drogas

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência de Estado de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), segundo pesquisa realizada em 2017, foi eleita em primeiro lugar em número de apreensões de drogas na região nordeste, ficando assim, à frente dos Estados da Bahia e do Ceará. No total, foram apreendidos 7.123,26 kg de drogas no Maranhão.
Implementada pelo Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, no início do seu mandato, a Senarc tem apresentado um trabalho cada vez mais satisfatório e rigoroso no combate ao tráfico de drogas em todo o Estado.

Em maio, durante a operação “Tarim II”, realizada em conjunto com Centro Tático Aéreo (CTA), foi possível apreender aproximadamente 166 mil pés de maconha na cidade de Centro do Guilherme.
Segundo informações do Superintendente da Senarc, delegado Carlos Alessandro, somente no ano de 2017, foram retirados de circulação cerca de 7.200 kg de drogas, 56 armas de fogo e prisão de 423 pessoas ligadas diretamente ao crime de tráfico de drogas.  

“Esses são resultados decorrentes dos planejamentos estratégicos e operacionais que realizamos todo início de ano, aumentando, assim, em 90% o número de apreensões em relação ao ano de 2016”, ressaltou o delegado.
Delegado Carlos Alessandro comanda a Senarc
As duas regionais da Senarc no interior do Estado, uma em Imperatriz e outra Timon, vêm contribuindo significativamente para o avanço no combate ao crime nessas regiões, através de mapeamento das principais rotas de tráfico dentro e fora do estado do Maranhão. Esse combate ostensivo aos crimes de tráfico tem contado com o apoio de policiais de outros Estados.

Ainda em 2017, foi implantada a seção de cinófila que conta hoje com dois cães farejadores, o Vini e o Glock, que são utilizados em locais de difícil percepção humana.

Outra ferramenta utilizada no combate ao tráfico de drogas é o aplicativo whatsapp, que funciona 24 horas e que garante o anonimato da pessoa que denuncia. O aplicativo tem contribuído cada vez mais para o número de denúncias desse tipo de crime.

Para o ano de 2018, a Superintendência de Estado de Repreensão a Narcotráfico (Senarc) pretende implanta outras formas prevenção junto ás comunidades, como a criação de um grupo de instrutores que visa levar palestras e visitas dos cães a escolas públicas e particulares. O objetivo é passar orientação a jovens e crianças para que não tenha envolvimento com o mundo das drogas.  

DENUNCIE
Whatsapp: 99163-4899
Disque Denúncia: 190
ByZu 2.0


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...