Agora tem segurança

Agora tem segurança

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Rodrigo Lago rebate mentira do jornal de Sarney sobre suposta investigação contra Edmar Cutrim: ‘Lógico que é fake news’

De acordo com ele, a STC é o órgão do controle interno do Poder Executivo e que jamais poderia investigar ou auditar outros poderes.
Rodrigo Lago, Secretário de Estado da Transparência e Controle 
do site Página 2

“Mentiroso contumaz, o jornal O Estado do Maranhão ‘noticia’ hoje que o Governo do Maranhão, através da Secretaria de Transparência, investigou um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Lógico que é fakenews!”. Com essa declaração, o secretário de Transparência e Controle (STC), Rodrigo Lago, iniciou uma série de manifestações contra veículo.

De acordo com ele, a STC é o órgão do controle interno do Poder Executivo e que jamais poderia investigar ou auditar outros poderes. “É o TCE/MA quem audita o EXECUTIVO, nunca o contrário”, explicou.

Ele esclareceu também que um erro material em uma portaria do Ministério Público, facilmente identificável, mencionando o nome da Secretaria de Transparência foi o meio usado pelo jornal para fazer a matéia.

“A mentirosa ‘reportagem’ do jornal O Estado do Maranhão cita nominalmente três autoridades, além de mim, um conselheiro do TCE/MA e uma promotora do MP/MA. Certamente não ouviram nenhum dos três antes de publicarem a mentira”, disparou Lago, afirmando que a STC mantém estreita e respeitosa relação com o TCE/MA, inclusive por cumprir seu dever constitucional de apoiar o controle externo. Ele classificou a fakenews do jornal O Estado do Maranhão de absurda.

Ainda segundo ele, com mais essa mentira, os “adversários da mudança” que vem sendo implementada pelo governador Flávio Dino pretendem criar atrito inexistente entre Poderes, desacreditar o controle interno e servir para futricas políticas descabidas.

“O que incomoda os adversários do governador Flávio Dino é que, além de resultados concretos e revolucionários em diversas áreas, o seu governo é Nota 10 na Transparência, segundo avaliações externas e independentes”, enfatizou.

Rodrigo Lago disse ainda que bastava ligar ao MP/MA para que O Estado do Maranhão soubesse que se tratava de acusação requentada contra o conselheiro Edmar Cutrim, que já foi arquivada pela PGR, pelo STJ e pelo TCE/MA. E provavelmente o será pelo MP/MA. “E a Transparência nem existia quando foi ela foi feita”, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...