Prefeitura Minha Nota

Prefeitura Minha Nota

sexta-feira, 9 de março de 2018

Após ser acionado por improbidade administrativa, Gil Cutrim diz que é vítima de linchamento moral orquestrado por adversários

Gil Cutrim e a esposa foram acionados por crime de improbidade administrativa

O ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, por meio de nota, contesta denúncias feitas pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) que apontam para a prática de crime de improbidade administrativa. A esposa do ex-prefeito, a dentista Juliana Fernandes Silva Cutrim, também é arrolada na mesma Ação Civil, ajuizada na última terça-feira (6).

A nota ressalta que a promotora Elizabeth Albuquerque Mendonça utilizou informações sem provas fornecidas por inimigo político do ex-prefeito. “Cabe destacar que a promotora utilizou-se de informações desprovidas de provas e fornecidas por inimigo politico declarado do ex-prefeito; mesmo ele tendo comparecido perante o MP e respondido todos os questionamentos apontados, agora, como verdades reais”, diz a nota.

Ele diz estranhar a rapidez para a formulação dessa Ação Civil. “Enquanto uma Ação Civil contra Gil Cutrim é formulada em tempo recorde, denúncias contra agentes políticos ligados a este sujeito e que comandam a cidade dormem em uma gaveta”, afirma.

Cutrim fala em orquestração de adversários para promover seu linchamento moral. "O ex-prefeito lamenta profundamente o fato de estar sendo vítima de uma tentativa de linchamento moral, orquestrada por um grupo político que lhe faz oposição e que atinge também seus familiares", acrescenta. 

Confira a íntegra da nota

NOTA DE ESCLARECIMENTO GIL CUTRIM

O ex-prefeito Gil Cutrim, através da sua Assessoria Jurídica, presta, abaixo, os esclarecimentos necessários acerca de informação divulgada pela 1ª Promotoria de Justiça de São José de Ribamar nesta sexta-feira (09).

Até o momento, o ex-prefeito não foi citado formalmente sobre Ação Civil Pública elaborada pela promotora Elisabeth Albuquerque de Sousa Mendonça.

Assim que o for, provará na Justiça, mais uma vez, que as informações que constam na peça são falsas.

A Ação Civil Pública originou-se do Inquérito Civil nº 007/2015, que apura a evolução patrimonial do ex-gestor.

Porém, causa estranheza ao ex-prefeito o fato de que o Inquérito ainda não foi concluído, tendo em vista que dia 05 de março de 2018 ele recebeu oficio do Ministério Público solicitando informações para a conclusão do mesmo; de maneira que ainda existe prazo para resposta, o que comprova que o procedimento não foi concluído.

Ou seja, ainda não existe conclusão acerca das supostas irregularidades.

No entanto, causa mais uma vez estranheza o fato de que, hoje, dia 09 de março de 2018, foi divulgado na mídia detalhes a respeito do procedimento, revelando dados até então tido como sigilosos, fato este dito pela promotora em vários momentos, pois até mesmo o requerido, para ter acesso as informações, teve que requisitar por escrito, fato este não respeitado pela mesma quando resolveu por bem divulgar na mídia desrespeitando vários princípios constitucionais que protegem a inviolabilidade das informações e a individualidade do cidadão, bem como expondo a família do requerido.

Cabe destacar que a promotora utilizou-se de informações desprovidas de provas e fornecidas por inimigo politico declarado do ex-prefeito; mesmo ele tendo comparecido perante o MP e respondido todos os questionamentos apontados, agora, como verdades reais.

Chama a atenção o tempo dispensado pela promotora às falsas informações prestadas pelo ex-vereador que, ora, tenta atingir o ex-prefeito.

Enquanto uma Ação Civil contra Gil Cutrim é formulada em tempo recorde, denúncias contra agentes políticos ligados a este sujeito e que comandam a cidade dormem em uma gaveta.

O ex-prefeito lamenta profundamente o fato de estar sendo vítima de uma tentativa de linchamento moral, orquestrada por um grupo político que lhe faz oposição e que atinge também seus familiares.

Gil Cutrim ratifica sua tranquilidade e confiança na retidão que pavimentaram seus passos durante os seis anos nos quais geriu a prefeitura de São José de Ribamar.

E mantém a confiança de que, mais uma vez, a Justiça prevalecerá.

São José de Ribamar, 09 de março de 2018.

Gil Cutrim
Ex-Prefeito

4 comentários:

  1. Esse cidadão foi o pior prefeito de Ribamar de todos os tempos. ..um playboyzinho desse...o pior que um pilantra desse ainda vai se eleger dep federal. ..ainda tem a cara de pau de falar em perseguição. ..cria vergonha na tua cara ...seu pilantra, vagabundo.

    ResponderExcluir
  2. Esse aí ainda tem a cara de pau de falar em perseguição. ..o cara comprou 3 BMW e 1 Audi. ..sendo que recebia 17 mil como projeto de prefeito. ..é mto CINISMO de um pilantra desse! !!

    ResponderExcluir
  3. A cara dessa mulher dele tá só preenchimento. Será que foi feito com dinheiro público ? Perguntar não ofende.

    ResponderExcluir
  4. CadeiCadeia neles neles dois MP,é só bloquear as contas deles que as coisas mudam..

    ResponderExcluir

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...