domingo, 25 de março de 2018

Motorista que atropelou e matou médico na MA-204 está sendo autuado na delegacia do Maiobão; veja vídeos da cobertura do blog

O acidente ocorreu por volta de 8h da manhã deste domingo (25) quando o médico Luís Carlos Cantanhede caminhava com destino a São José de Ribamar, onde pagaria uma promessa por ter sido curado de um câncer.
O motorista Gilson Carlos Barros Ferreira, 32 anos, cobrador de ônibus, está sendo autuado em flagrante pelo delegado Sebastião Uchoa, que responde pelo plantão na Delegacia do Maiobão. Gilson dirigia o veículo GM Celta, prata, de placa NND-5533, que atropelou e matou o médico urologista Luís Carlos Muniz Cantanhede.
O acidente ocorreu por volta de 8h da manhã deste domingo (25) quando o médico caminhava com destino a São José de Ribamar, onde pagaria uma promessa por ter sido curado de um câncer.
O médico Luís Carlos Cantanhede foi atropelado e morto na MA-204, em Paço do Lumiar
Pelas informações passadas ao blog, o motorista Gilson Ferreira, que estava em companhia de um amigo e usava cinto de segurança, perdeu o controle do veículo ao passar por um trecho com água acumulada na pista.

O veículo, desgovernado, capotou várias vezes até atingir o médico que caminhava pelo acostamento e era acompanhado por familiares em um carro. Segundo o tenente Roque, da CPRV, foram feitos dois testes de alcoolemia, ficando provado que o motorista dirigia sob efeito de álcool.
Gilson Ferreira será autuado por homicídio doloso, devendo ser levado à audiência de custódia em até 24 horas.

O veículo chegou a ser liberado aos familiares do motorista, logo após a perícia do ICRIM no local, mas houve uma determinação para que o mesmo fosse apreendido e levado para o pátio da delegacia do Maiobão, pois haver necessidade de novas perícias.

O médico ainda chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Hospital São Domingos.
Atualização às 18h: O delegado Sebastião Uchoa decidiu autuar o motorista Gilson Ferreira por homicídio simples, por dolo eventual, e também por embriaguez ao volante. Ele ficará preso porque o crime é inafiançável.
Atualização às 18h: O delegado Sebastião Uchoa decidiu autuar o motorista Gilson Ferreira por homicídio simples, por dolo eventual, e também por embriaguez ao volante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...