VACINAÇÃO

VACINAÇÃO

quinta-feira, 8 de março de 2018

Mulher morta a facadas na Cohab residia em Paço do Lumiar; polícia tenta localizar assassino

Vítima vendia bombons em uma parada de ônibus quando foi esfaqueada por um homem com quem teria um relacionamento; polícia investiga e não confirma feminicídio.
Uma vendedora ambulante de bombons, identificada como Flávia Silva Freitas, de 31 anos, moradora do conjunto Jardim Primavera I, localizado no Município de Paço do Lumiar foi assassinada a golpes de faca em uma parada de coletivos, nas proximidades do Dalplaza Center, no bairro da Cohab, em São Luís, no começo da tarde de ontem.

Há informações de que o autor desse crime seria o seu ex-companheiro, não identificado, e que também trabalha com venda de bombons nos coletivos da Ilha.

Populares que presenciaram a vítima ser esfaqueada ficaram em estado de choque. O golpe atingiu o tórax de Flávia Silva. Houve tumulto e correria, mas o clima de tensão foi contornado com a chegada da polícia.

Segundo informações da polícia, a vítima estava discutindo com o acusado e logo depois foi esfaqueada. Toda a ação criminosa foi presenciada por uma amiga de Flávia e ficou em estado de choque. O acusado fugiu correndo com a faca suja de sangue na mão em direção ao bairro da Vila Isabel.

Guarnições da Polícia Militar foram acionadas e isolaram a área. A vítima ainda foi atendida pelos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu antes de chegar ao hospital. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, para ser periciado.

A delegada Viviane Azambuja, chefe do Departamento de Feminicídio, órgão ligado a Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP), informou que até a tarde de ontem não podia considerar esse crime como feminicídio devido não saber a real motivação.

Viviane Azambuja também declarou que uma equipe de policiais da SHPP foi ao local do crime com o objetivo de ouvir as testemunhas e colher as imagens das câmeras de segurança para identificar o acusado e efetuar a sua prisão ainda em flagrante.

Flávia foi a primeira moradora contemplada do programa minha casa minha vida, a receber das mãos do prefeito Domingos Dutra a chave da sua tão sonhada casa

A amiga da vítima teria dito aos policiais militares que o autor do crime bárbaro mantinha uma relação amorosa com Flávia, mas a Polícia Civil não confirmou essa informação. Até o começo da noite de ontem não tinha registro de prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...