sexta-feira, 2 de março de 2018

Wellington do Curso usa dor de mãe com filho doente para fazer politicagem contra governo


No afã de aparecer às custas de críticas em relação ao governo do Estado, o deputado Wellington do Curso passou de todos os limites ao tirar uma mãe do Hospital Juvêncio Matos para fazer politicagem. O parlamentar chegou a levá-la à Assembleia Legislativa, em horário que ela deveria estar cuidando do filho, para polemizar sobre um aparelho que estaria quebrado na unidade e fazendo a criança padecer.

Diante desta situação, o deputado Rafael Leitoa chegou a ir ao Juvêncio Matos para constatar a real situação dessa criança e descobriu que os excessos cometidos por Wellington do Curso não passam de interesses politiqueiros para criticar a saúde do Maranhão.

Na sessão plenária de quinta-feira, o embuste de WC foi desmascarado. O Juvêncio Matos continua realizando endoscopias normalmente, mas, neste caso específico, a criança precisa de uma pinça especial, menor do que a habitual, para realizar o exame com mais precisão. A peça já foi pedida pelo governo do Estado e está vindo do exterior. O poder público chegou até a tentar levá-la para fazer o procedimento em um hospital particular, que só tem vaga para o final de março, antes do prazo estabelecido para o próprio Juvêncio.

A criança de um ano e oito meses, natural de Santa Inês, ingeriu soda cáustica e teve que ser levada às pressas para São Luís. No Juvêncio Matos, ela recebeu todo o tratamento necessário, inclusive com a realização de duas endoscopias, e se recuperou prontamente. Um novo procedimento precisa ser feito para dilatar um pouco mais o esôfago que foi afetado.

Mas, diferente do que prega Wellington, a criança não padece a espera do exame. Pelo contrário, ela se encontra bem atendida, se alimentando bem e a espera da endoscopia, que não é, no momento, uma emergência que coloca a criança com risco de morte, como quer parecer o deputado da oposição.

Rafael Leitoa contou que visitou o hospital, conversou com médicos e diretores, além da avó e da mãe da criança, e constatou que endoscopias estão sendo feitas normalmente na unidade. “Acontece que muitas vezes para tentar chamar atenção da plateia, às vezes as pessoas utilizam até os mais fragilizados”, disparou Leitoa.

Mais uma vez, Wellington do Curso dá exemplo de oposição irresponsável e oportunista. Sem projetos reais para o bem dos maranhenses, seu único objetivo é fazer sensacionalismo para atacar o governo e ganhar guarida nos meios de comunicação sarneyzistas.

Lamentável!

Veja a íntegra do discurso do deputado Wellington do Curso sobre o caso da criança

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...