IPTU

IPTU

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Partido de Roseana, Temer e Sarney foi o que mais perdeu deputados federais no Brasil


Mais de 80 deputados federais mudaram de partido na atual janela, que permitiu a movimentação sem risco de os congressistas perderem o mandato por infidelidade.

O partido José e Roseana Sarney, o MDB, o mesmo do presidente Michel Temer, elegeu 65 deputados em 2014, mas hoje tem apenas 51. O PT elegeu 68 e caiu para 57. O PV de Sarney Filho perdeu quatro parlamentares, indo de oito eleitos em 2018 para apenas quatro atualmente.

No balanço até agora destaca-se o crescimento do DEM do deputado federal Juscelino Filho. Tendo eleito 21 deputados, o partido chegou à abertura da janela do troca-troca, no início de março, com 33 cadeiras. Até a última sexta, já somava 40 --o dobro do que conseguiu eleger.

O PCdoB do governador Flávio Dino pulou de 10 para 11 deputados na Câmara Federal. O PSDB do senador Roberto Rocha perdeu seis. Em 2014 elegeu 54 e agora tem 48 parlamentares.

Os partidos de Ricardo Murad (PRP) e Eduardo Braide (PMN) perderam os únicos três parlamentares em Brasília. Se confirmarem candidaturas ao governo, ambos precisarão ser convidados para participar de debates eleitorais, já que a lei exige a presença apenas daqueles cujas legendas tenham ao menos cinco congressistas.

Outras legendas que fazem parte da coalização que lutará pela reeleição de Flávio Dino também cresceram, casos do PP (de 38 para 48), PR (34 para 41), PDT (20 para 21) e SD (11 para 15).

Devido a uma lei aprovada em 2015, a janela do troca-troca é aberta por 30 dias a cada ano eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...