VACINAÇÃO

VACINAÇÃO

domingo, 20 de maio de 2018

Com exclusividade, reportagem do blog fala do Costa Rodrigues, onde estão os africanos resgatados em Ribamar; PF fala sobre o caso nesta segunda-feira

Os 25 africanos e dois brasileiros passaram 35 dias à deriva e chegaram a beber água do mar. Eles estão alojados nas dependências do Ginásio Costa Rodrigues, no centro de São Luís
A reportagem do blog esteve, no fim da tarde deste domingo (20), nas dependências do Ginásio Costa Rodrigues, em São Luís, onde estão alojados os 25 africanos resgatados em São José de Ribamar, na noite de sábado (19). Ao vivo, no facebook, Jorge Serejo, da Sedihpop, detalha o trabalho de assistência que vem sendo feito pelo governo.

No local, uma equipe da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação (Sedihpop) está fazendo o cadastro de todos eles, além de possibilitar o contato com parentes em São Paulo e Rio de Janeiro. Apenas um deles, que perdeu o celular em alto-mar, não sabe o contato dos familiares no Brasil.
Algumas pessoas têm se dirigido ao Ginásio para fazer doação de roupas, mas a coordenação dos trabalhos informa que eles conseguiram salvar todas as bagagens. O governo está fornecendo alimentação para todos eles.

O grupo passou 35 dias à deriva em alto-mar e, nos últimos dias, estavam matando a sede com água do mar. Nos últimos três dias, ficaram sem alimentação, comendo apenas biscoitos. Por conta do sal, um deles estava com pressão acima de 20, mas voltou a se estabilizar após atendimento na UPA do Araçagi, para onde foram levados no início da madrugada.
Os dois brasileiros que comandavam o transporte dos africanos foram autuados e estão presos na carceragem da PF, em São Luís. A suspeita é de que os africanos seriam usados em atividades análogas à escravidão  em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nesta segunda-feira, o delegado André Luís, da Polícia Federal, concederá entrevista para falar sobre o caso. Em nota, a PF diz que avalia a situação jurídica dos mesmos no país e a partir de amanhã, segunda-feira (21), iniciará os procedimentos de controle migratório.

Confira a íntegra da nota da PF.
A Superintendência de Polícia Federal no Maranhão informa que desde ontem (19) vem realizando esforços conjuntos com o Governo do Estado do Maranhão e a Marinha do Brasil, para receber um grupo de 27 pessoas (25 estrangeiros e 2 brasileiros) resgatadas por um barco pesqueiro na costa do estado.

Preliminarmente apurou-se que os estrangeiros são oriundos da África, possivelmente de cinco nacionalidades (Senegal, Nigéria, Guiné, Serra Leoa e Cabo Verde), e desembarcaram no Cais do município de São José de Ribamar na madrugada de domingo (20), onde receberam alimentação, assistências médica, psicológica e social.

A Polícia Federal prendeu em flagrante os dois brasileiros que acompanhavam o grupo e instaurou inquérito policial para apurar possível prática de tráfico internacional de pessoas contra os estrangeiros resgatados.

A PF também avalia a situação jurídica dos mesmos no país e à partir de amanhã, segunda-feira (21), iniciará os procedimentos de controle migratório.

Entrevista/coletiva a partir das 10 horas desta segunda feira com o DPF Luís André, Chefe da Delegacia de Imigração, na sede da PF, na Cohama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...