Prefeitura Minha Nota

Prefeitura Minha Nota

terça-feira, 22 de maio de 2018

Novo trecho da adutora do Sistema Italuís começa a funcionar para reforçar abastecimento de água em São Luís

Detalhe da travessia do novo trecho da adutora no Estreito dos Mosquitos

O novo trecho da adutora do Sistema Italuís já está em operação. A conclusão da interligação foi feita com sucesso na madrugada do último sábado (19). Em um primeiro momento, o abastecimento para 600 mil pessoas em São Luís voltou a ser feito pela antiga adutora, como previsto. Depois, após os procedimentos necessários, a nova entrou em operação.

De acordo com a Companhia de Saneamento Ambiental (Caema), o ganho com o novo trecho da adutora será de 30% no abastecimento para os 159 bairros atendidos pelo Italuís.

Para fazer a interligação do novo trecho da adutora, foi preciso interromper o abastecimento entre os últimos dias 16 e 19. Agora, a previsão é que o morador passe a sentir melhoras no fornecimento de água.
Detalhe da colocação da 'peça Y' na interligação do novo trecho da adutora
A complexidade da obra envolveu a substituição de 20 quilômetros de tubulação na região do Campo de Perizes.

Com uma estrutura mais resistente, esse novo trecho da adutora vai evitar os rompimentos frequentes que causam interrupções no abastecimento da cidade.

Ela foi construída com estrutura de aço de 1.400 milímetros – diferentemente da antiga, construída em ferro fundido de 1.200 milímetros e com boa parte da estrutura já degradada.

Como parte da obra, também foi feita a implantação de ponte de sustentação, com 110 metros de comprimento, 16 metros de altura e pesa 350 toneladas.
Foi feita ainda a elevação da estrutura da adutora, evitando contato da tubulação com estuário de cunha salina (um ambiente aquático de transição entre um rio e o mar), comum na área.

A nova adutora conta também com novos mecanismos para manutenção, que permitem reparos na estrutura.

Caminho da água
Antes de chegar a São Luís, a água percorre um longo caminho. A água é captada no Rio Itapecuru, logo após a cidade de Bacabeira. Depois, ela é tratada em estação própria. Em seguida, percorre a adutora, que fica às margens da BR-135, até a câmara de transição situada no bairro do Tirirical.

Só depois de tudo isso a água é distribuída para os reservatórios nos bairros da capital.

Números do novo trecho da adutora no Campo de Periz

População beneficiada: 600 mil pessoas
Aumento de vazão para São Luís: 35% a mais em relação ao trecho antigo da adutora
Distribuição: 500 litros a mais por segundo
Extensão da obra: 20 km de instalação de nova tubulação de aço em substituição à antiga, de aço
Vida útil da nova tubulação: pelo menos 40 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...