sexta-feira, 15 de junho de 2018

Assaltante que seria executado por facção criminosa é resgatado em matagal na região da Cidade Olímpica; um dos envolvido é preso em flagrante

Jadson Santos estava aguardando ordens de um preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas para executar Rafael Passos de Menezes

Um homem que seria julgado por um ‘tribunal do crime’ foi resgatado por policiais do 6º BPM, na Rua da Bacia, na região do bairro Cidade Olímpica, por volta de 23h de quinta-feira (15). O mesmo estava amarrado, amordaçado e sendo espancado por vários integrantes de uma facção criminosa.

A vítima foi identificada como Rafael Passos de Menezes, de 23 anos. Ele já esteve preso no Centro de Triagem de Pedrinhas e era envolvido em roubo de veículos. Em outubro de 2015, duas horas após ser solto, por força de um alvará concedido pela justiça, ele roubou uma moto, voltando a ser preso pela PM.
Rafael Menezes seria executado pelo 'tribunal do crime'
Um dos envolvidos foi preso em flagrante. Ele foi identificado como Jadson Ferreira Santos, de 26 anos, residente na Vila Riod. Ele estava em um matagal e, quando notou a presença da viatura, tentou empreender fuga, mas terminou sendo preso. Inicialmente ele não soube explicar porque estava no local.

Os policiais relatam que ouviram gritos abafados pedindo socorro, vindo de uma região de difícil acesso. Após buscas pela região, foi possível encontrar a vítima Rafael Passos que estava amarrado com fios elétricos e com vários hematomas pelo corpo. Ele disse que estava sendo torturado desde as 16h.
Rafael Passos afirmou que teria sido atraído por uma mulher para o interior de um veículo Classic Preto, sendo sequestrado por três homens. Ele acrescentou  Jadson Ferreira era um dos homens que participaram da ação criminosa.

Jadson informou que Rafael Passos estaria submetida a punição imposta por uma determinada facção criminosa que atua na área e que estava aguardando a ordem de um determinado preso no sistema penitenciário para executá-lo.

Rafael Passos foi levado para o Hospital Clementino Moura, o Socorrão 2, e Jadson Ferreira Santos foi apresentado na delegacia da Cidade Operária, onde foi autuado em flagrante por homicídio doloso na forma tentada.

Os policiais encontraram no local do cativeiro um pedaço de madeira usado com o qual a vítima era espancada constantemente; um pedaço de pano usado para amordaçar a vítima; um fio elétrico na cor branca, usado para imobilizar a vítima; e duas bicicletas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...