IPTU

IPTU

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Acusados de assassinato e tentativa de feminicídio são julgados em Cantanhede


O juiz Paulo do Nascimento Júnior, titular de Cantanhede, presidiu dois julgamentos na comarca, tendo como réus Raimundo Vicente Barbosa da Silva, em júri realizado na terça-feira (24) e David da Conceição Silva, julgamento realizado na quarta-feira (25). Raimundo Vicente Barbosa foi condenado à pena de 16 anos de reclusão, e David da Conceição pegou 6 anos e dez meses de prisão. No primeiro julgamento, o réu foi condenado pelo assassinato e porte ilegal de arma de fogo.

Sobre o primeiro caso, a denúncia relata que Raimundo Vicente Barbosa estava sendo acusado de ter matado, em dezembro de 2016, Maria Ciríaca Barbosa de Sousa. O crime aconteceu no Povoado Curimatã, localidade de Pirapemas, termo judiciário de Cantanhede. 

A vítima era irmã do acusado e foi morta com um disparo de arma de fogo artesanal, por causa de uma confusão envolvendo um porco. Raimundo teria matado o animal, de propriedade de Maria, causando o mal-estar. Ato contínuo, ela foi até a casa do irmão e, chegando lá, teria sido alvejada. Ao chegarem em casa, o filho e o marido da vítima amarraram Raimundo até que a polícia chegasse. 

No segundo julgamento, o réu David Conceição Silva estava sendo acusado de crime de tentativa de feminicídio, praticado contra Gracilene Nunes dos Santos.

O inquérito do caso relata que no dia 10 de fevereiro deste ano, a polícia foi avisada que David Conceição, conhecido pelo apelido de “zé de neguinho” teria atingido Gracilene a facadas e estaria escondido numa casa. Entretanto, o acusado fugiu e teria sido capturado horas depois, ao sair de um matagal. Ele confessou ter atingido Gracilene Nunes com uma facada nas costas e outra na costela, causando uma fratura. David Conceição terá que cumprir a pena em regime inicialmente semiaberto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...