segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Pais de gêmeas que morreram carbonizadas em Central do MA são liberados após depoimento na delegacia de Pinheiro


João Batista Ferreira e Dayane Soares se apresentaram na Delegacia Regional de Pinheiro, no fim da tarde desta segunda-feira (27). Eles são os pais das gêmeas Solara e Sofia, as bebês que morreram carbonizadas após a casa da família pegar fogo em Central do Maranhão, na noite da última sexta-feira (24).

O casal havia saído por volta de 20h30 para uma festa de aniversário e deixaram as duas bebês em casa, em companhia de outras duas irmãs, uma de 7 e outra de 11 anos. 

O incêndio começou por volta de 22h30, sendo que alguns vizinhos conseguiram derrubar uma porta e retirar as duas meninas mais velhas, que inalaram muita fumaça, mas não tiveram tempo de salvar as duas bebês porque o fogo se alastrou muito rápido.
O casal estava foragido desde o dia da tragédia e resolveu se apresentar para prestar depoimento ao delegado de Pinheiro, Oséias Ferreira Cavalcanti, sendo liberado em seguida para responder ao processo em liberdade.

De acordo com o delegado, o mesmo não viu a necessidade de representar pela prisão preventiva dos pais, pois se demonstraram muito abalados. “Eles já estão sendo penalizados pelas consequenciais naturais que foi a perda das filhas no trágico acidente”, disse o delegado.

Ele acrescentou que o casal será autuado por abandono de incapaz, com pena que varia de 4 a 12 anos de reclusão, podendo ser acrescida de mais 1/3 por serem ascendentes.

O delegado ainda aguarda o laudo da perícia que determinará o que ocasionou o acidente. Tudo indica que foi por um curto-circuito em um ventilador.

Ouça o relato do delegado sobre o depoimento dos pais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...