sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Polícia prende 5 envolvidos no assalto ao Bradesco de Buriticupu


A Polícia Civil do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), deflagrou operação em Buriticupu e prendeu parte dos envolvidos no assalto ao Banco Bradesco, ocorrido no último dia 1º, quando foram explodidos caixas eletrônicos.

Nos últimos dias, dando continuidade às investigações deflagradas logo após o crime, equipes do Departamento de Combate ao Roubo a Instituições Financeiras (DCRIF) efetuaram inúmeras diligências na cidade de Buriticupu.

Essas diligências possibilitaram a identificação e prisão de cinco envolvidos no delito, em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pelo juízo local.
Os assaltantes presos foram identificados como Renato Dos Santos Silva, Pedro Alves Da Silva Neto, José Ribamar Araújo Gomes, Jocel Lucena De Sousa e Jaime Dos Santos Almeida.

Os presos são da cidade de Buriticupu e davam apoio a outros assaltantes oriundos do estado do Pará. Cada um deles tinha uma função específica dentro da quadrilha: Pedro Neto era informante e fazia o levantamento sobre o abastecimento da agência, além de atuar como motorista; José Gomes estabelecia as rotas de fuga; e Jocel Sousa, o ‘Grande’, comprava os mantimentos.

Na residência de Jocel, os policiais apreenderam apreendida uma espingarda calibre 12, empregada na ação, munições de diversos calibres, um revólver e roupas camufladas.
Uma equipe do DCRIF já havia encontrado uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38, também usados pelos criminosos. As armas foram abandonados nos dias subsequentes ao ataque criminoso que explodiu a agência do banco.  

A ação criminosa contou com a participação de cerca de 15 criminosos. As investigações terão continuidade com vistas a capturar os demais envolvidos e apreender o restante do armamento empregado na ação.

Os presos estão sendo autuados em flagrante na Delegacia Regional de Santa Inês, onde ficarão custodiados, à disposição da Justiça. A transferência para o Complexo de Pedrinhas dependerá da existência de vagas.

Essa foi a quarta explosão a agência bancárias no Maranhão em 2018. Foram também registradas três explosões de carros-fortes no interior do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...