Prefeitura de São Luís

Prefeitura de São Luís

sábado, 27 de outubro de 2018

Vox Populi: Bolsonaro e Haddad estão empatados com 50% cada; instituto foi o que se aproximou do resultado no 1º turno

Nova pesquisa Vox Populi confirma tendência de crescimento de Haddad e queda de Bolsonaro; nos votos totais, considerando brancos e nulos, o petista e o capitão da reserva também empatam com 43% cada um

Nova pesquisa Vox Populi encomendada pelo Brasil 247 para a presidência divulgada neste sábado (27) aponta que, a um dia da votação, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) estão empatados em intenções de voto. De acordo com o levantamento, em votos válidos, Haddad e Bolsonaro somam exatamente 50%.

Nos votos totais, isto é, considerando brancos e nulos, o petista e o capitão da reserva também empatam: 43% cada. Brancos e nulos somam 9% e 5% dos eleitores não sabem ou não responderam.

Na pesquisa espontânea, isto é, quando os nomes dos candidatos não são revelados pelo entrevistador, Bolsonaro aparece com 51% contra 49% de Haddad – o que configura empate técnico.

Esta pesquisa foi registrada junto à Justiça Eleitoral no dia 21 de outubro, sob o número BR-09614/2018. Foram entrevistados 2.000 eleitores de 16 anos ou mais, em 121 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

Vox Populi foi instituto que mais se aproximou dos resultados nas urnas no primeiro turno

Outro dado importante a favor da pesquisa Vox Populi é que ela foi a única realizada integralmente neste sábado (27), em que muitos formadores de opinião - como o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa - declararam voto em Fernando Haddad

O cenário de indecisão da disputa presidencial traçado pelo Vox Populi em pesquisa divulgada na noite deste sábado (27), véspera das eleições, pode ser o mais próximo do real, caso os institutos reflitam os dados pesquisados no primeiro turno das eleições.

O Vox Populi, que traz o cenário de empate – 50% a 50% – entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), foi quem mais se aproximou dos resultados reais ocorridos no primeiro turno. Na véspera dos eleitores irem às urnas, o Vox divulgou que Bolsonaro teria 40% das intenções de votos válidos, contra 31% de Haddad – Datafolha e Ibope deram números idênticos, de 36% e 22%, para o militar e o petista, respectivamente.

No resultado da apuração, Bolsonaro ficou com 46,03% e Haddad, 29,28% dos votos válidos. O militar ficou, portanto, 6 pontos acima da previsão do Vox – e 10 acima dos outros institutos. Já o petista ficou dentro da margem de erro prevista pelo instituto – enquanto teve quase 8 pontos porcentuais a mais do que previram Ibope e Datafolha.

O Datafolha e o Ibope também tiveram erros consideráveis nas pesquisas para o governo de São Paulo. Os institutos erraram não só nos números, mas também no adversário que veio a enfrentar João Doria (PSDB) no segundo turno. No dia 6, véspera da primeira votação, o Datafolha mostrava o tucano com 33%, Paulo Skaf (MDB) com 26% e Márcio França (PSB) com 20%. Já o Ibope apontava Doria com 32%, Skaf com 30% e França com 18%.

Nas urnas, no entanto, o resultado foi diferente, com a exceção da votação de Doria, que passou para o segundo turno com 31,77% dos votos válidos, conforme previam as pesquisas. Skaf, diferentemente do previsto, no entanto, não foi para o segundo turno e terminou a eleição com 21,09% dos votos válidos, perdendo a vaga para França, que obteve 21,53% dos votos.

Datas das pesquisas

Outro dado importante a favor da pesquisa Vox Populi é que ela foi a única realizada integralmente neste sábado (27), em que muitos formadores de opinião – como o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa – declararam voto em Fernando Haddad. Ibope e Datafolha realizaram seus levantamentos também na sexta-feira (26), além do sábado.

da Revista Fórum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...