terça-feira, 6 de novembro de 2018

Após repercussão negativa, SBT retira do ar slogan resgatado da ditadura

Por meio de nota à imprensa, emissora diz que cometeu um equívoco de não se atentar que este bordão foi forte na época do regime militar
O SBT, emissora de Silvio Santos, passou a exibir, nesta terça-feira (6), vinheta que fazia referência a um conhecido slogan da Ditadura Militar. Depois da grande e negativa repercussão, à peça com a frase “Brasil, ame-o ou deixe-o” foi retirado do ar, principalmente em função das críticas de internautas, chegando ao segundo lugar do trend topics Brasil.

Por meio de nota à imprensa, a direção da emissora diz que cometeu um equívoco de não se atentar que este bordão foi forte na época do regime militar.

“A vinheta com o bordão ‘Brasil, ame-o ou deixe-o’ foi retirada do ar. A emissora cometeu um equívoco de não se atentar que este bordão foi forte na época do regime militar. A ideia das vinhetas é para dar mensagem de união, esperança e otimismo aos telespectadores brasileiros e aos que não são, porém vivem no país”, informou a assessoria de imprensa do SBT.

O slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o” começou a ser usado durante o governo do general Emílio Garrastazu Médici (1969 e 1974), período marcado pela forte repressão. De acordo com a Comissão Nacional da Verdade (CNV), foram assassinadas 98 pessoas por razões políticas no governo do general.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...