sábado, 8 de dezembro de 2018

Deputados do Rio querem investigar Flávio Bolsonaro


Com base em reportagem de VEJA, parlamentares fluminenses suspeitam que ex-assessores de Flávio na Alerj abriam mão de parte de seus salários
O deputado estadual e senador eleito pelo estado do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro

Por Fernando Molica

Veja


Deputados estaduais do Rio de Janeiro avaliam encaminhar à Corregedoria da Assembleia Legislativa (Alerj) uma representação contra o colega Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

A medida é baseada na revelação, por VEJA, de que sete funcionários que passaram pelo gabinete do parlamentar fizeram depósitos na conta de outro ex-assessor de Flávio, Fabrício José Carlos de Queiroz. Os deputados suspeitam de que os funcionários tenham sido obrigados a abrir mão de parte de seus salários.

Investigações do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) revelaram “movimentação atípica” de 1,2 milhão de reais na conta de Queiroz entre 1º de janeiro de 2016 a 31 janeiro de 2017. Do total, 116.556 reais foram transferidos por assessores que trabalharam para Flávio em algum momento.

A reportagem de VEJA foi baseada em relatório do Coaf, cujo conteúdo foi revelado pelo jornal O Estado de S.Paulo na última quinta-feira, 6.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...