segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Suspeito de decapitar jovem e colocar corpo em saco de lixo é preso com arma e droga na Vila Janaína


Policiais do 6º BPM efetuaram a prisão de Jhon Anderson Benício de Sá, conhecido como “Loirinho”, de 22 anos, residente na Vila Janaína, em São Luís, acusado de ter decapitado e colocado o corpo de um jovem em um saco de lixo, em fevereiro de 2018. O corpo foi encontrado por garis.

O cumprimento do mandado de prisão preventiva ocorreu no sábado (9), por volta de 22h10, na Rua Nossa senhora da Conceição, na Janaína. No local, foram encontradas drogas e materiais usados em laboratório de preparo de substâncias entorpecentes.

Foram apreendidos:
- uma espingarda calibre 36 com uma munição intacta
- 63 trouxinhas de maconha.
- 10 trouxinhas de cocaína.
- um rolo de filme plástico.
- um carretel de linha azul semelhante a utilizada para embalar a substância semelhante a cocaína.
- uma caixa de bicarbonato de sódio.
- uma garrafa de um litro de 2% digliconato clorexidina.
- um litro de cloreto de sódio; uma seringa descartável.
- uma cartela de nimesulida contendo 13 comprimidos.
- duas balanças de precisão.
- R$ 25,00 em espécie.
- um colar com pingente, aliança e um par de brincos na cor dourada.
- uma porta-cédulas; um relógio de cor prata; uma chave com chaveiro.

De acordo com informações da PM, O GTM recebeu informações anônimas relatando que “Loirinho” estaria armado em uma festa na "Barraca de Pau", no bairro da Cidade Operária, em posse de uma motocicleta Honda Bros que teria sido roubada na quinta-feira (7). No local, ele foi encontrado repassando uma trouxinha de cocaína a Valdemir de Jesus Pereira Maranhão Júnior. “Loirinho” estava com mais nove trouxinhas de cocaína.

“Loirinho” estava com ordem de prisão preventiva e monitorado por tornozeleira eletrônica, mas disse tê-la retirado por decisão judicial, e que a mesma estava em sua residência, onde foram feitas as apreensões de drogas e da arma. No local, funcionava uma espécie de laboratório de preparo de drogas.

Jhon Anderson ainda é suspeito de roubos e outros crimes na região da Cidade Operária. Ele e o material apreendido foram apresentados na Delegacia da Cidade Operária para o cumprimento do mandado de prisão preventiva em seu desfavor e procedimentos legais relativos ao flagrante de tráfico e posse de arma de fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...