sábado, 12 de setembro de 2015

Equipe da TV Mirante é expulsa de teatro e repórter 'São Douglas Pinto' desabafa no facebook

O repórter Douglas Pinto, da TV Mirante, acaba de postar um desabafo no facebook contra integrantes do grupo Ilumiara, de Minas Gerais, que se apresentou no projeto Sonora Brasil, na noite deste sábado, no Teatro Alcione Nazaré, em São Luís.

Ele e sua equipe teriam combinado com a produção uma entrada, ao vivo, no JM TV 2ª Edição, com a apresentação em andamento. No entanto, o músico Leadro César, depois do ao vivo, desceu do palco e se dirigiu à equipe com agressividade.

"Ele disse que depois de ter tocado 6 músicas, já estava se segurando há muito tempo pra partir pra cima da gente pra sair dali porque nós estávamos atrapalhando a apresentação do grupo", relata Douglas.

Pelo que o blog tomou conhecimento, o músico ficara chateado porque a apresentação exigiria silêncio absoluto na platéia, pois não teria uso de microfone. A participação do repórter, ao vivo e entrevistando pessoas da plateia, teria atrapalhado a apresentação.

Confira o relato feito pelo repórter.

AGRESSIVIDADE DO GRUPO ILUMIARA - MG COM OS PROFISSIONAIS DA TV MIRANTE

INDIGNAÇÃO é a palavra que expressa a minha revolta contra o antiprofissionalismo deste grupo mineiro, que DESTRATOU E HUMILHOU A EQUIPE DA TV MIRANTE NESTE SÁBADO A NOITE. O músico Leandro César desceu do palco logo depois do ao vivo do JMTV 2ªedição e num tom de muita agressividade se dirigiu à nossa equipe que estava na última fileira da plateia tentando falar com um espectador no teatro Alcione Nazaré, no Centro. Ele disse que depois de ter tocado 6 músicas, já estava se segurando há muito tempo pra partir pra cima da gente pra sair dali porque nós estávamos atrapalhando a apresentação do grupo. 

Antes disso já havia denotado antipatia pela presença da tv ao se expressar com desdém desde o primeiro contato. O mesmo ainda mobilizou a plateia pra ficar contra a nossa equipe, como se nós estivéssemos ali de intrusos. E a platéia pra minha surpresa (me envergonhei dessa pequena plateia de maranhenses) que aplaudiu esse artista grosseiro, que veio de Minas Gerais pra nos destratar, até porque a gente sabe que muitos artistas de fora quando chegam aqui acham que o Maranhão é o fim do mundo e podem fazer o que bem querem por aqui. Nada ali foi feito sem que tivesse sido combinado antes. A assessoria do SESC combinou a nossa presença pra divulgar o evento SONORA BRASIL. 

Nós estávamos ali trabalhando, divulgando aqueles anônimos que os maranhenses não conhecem, lá dentro do teatro, mostrando ao vivo e fazendo a reportagem pra tv ao mesmo tempo. Se não tivesse sido combinado, tudo bem. Mas nós estávamos ali com o consentimento deles, que gravaram com a gente antes quando foi explicado qual seria a dinâmica da reportagem e da entrada ao vivo no jornal. Se a gente não pudesse ficar lá dentro pra fazer nosso trabalho, a assessoria do SESC e os próprios músicos não teriam concordado. Mas agiram de forma antiprofissional. Cheguei a combinar inclusive com o grupo pra eles estarem tocando alguma música na hora do ao vivo para a TV. E escutei do Músico Leandro César a seguinte frase: nosso repertório não tem que está à disposição de vocês e se vocês quiserem tem que contar com a sorte pra ter música no exato momento do ao vivo de vocês. Fora outras coisas que escutei calado e em nenhum momento desci ao nível desse "artista". 

Mas expliquei pra plateia que a gente só estava ali porque tudo tinha sido combinado e nossa presença era pra fazer entrada ao vivo e uma reportagem pro jornal. Se nossa equipe estivesse atrapalhando a apresentação como disse o músico, que ele fosse profissional a ponto de, cordialmente, se reportar a nossa equipe com respeito e pedir que nós saíssemos de lá já que nossa presença estava incomodando. Espero que isso sirva de lição pra todos nós e que o SESC escolha melhor os artistas que venham se apresentar no Maranhão e que respeitem a gente.

37 comentários:

  1. A mirante, já deveria ter mudado este repórter destrambelhado, lembram outras reportagens dele em que até aleijado saiu andando ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não quero fazer cas X de advogada, mas esse episódio do falso deficiente, não foi culpa dele não! !!! Concordo com o Douglas qdo diz q várias pessoas de fora acham q aqui é a "casa da mãe Joana".#Respeitoebometdmundogosta!!!!

      Excluir
    2. Muito pelo contrario, sei do respeito que o artista tem com o seu publico e com os demais. E se apresentando em varias cidades nunca houve nada como o ocorrido. Ao contrario do tal reporter, pelo que leio nos relatos.

      Excluir
    3. "jey", com certeza, nem leu as demais postagens. O centro da questão é outra. O acontecimento não tem a ver com bairrismo, em hipótese alguma. A fragilidade do repórter na argumentação é tão grande, que partiu para o apelo da "autopiedade", se colocando como coitadinho que é massacrado pelos "sulistas". Ele nem foi capaz de perceber que o grupo canta, basicamente, o Nordeste. O que vem de Minas Gerais, no repertório, é quase tudo do Vale do Jequitinhonha, que tem uma identidade cultural muito estreita com o Nordeste do Brasil.

      Excluir
  2. Falar durante uma execução musical não é nada inteligente.
    É o jornalismo despreparado.
    É o mesmo que tocar uma música durante a fala de um entrevistado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entrevistar a plateia durante a apresentaçao de um show musical, sem microfone, realmente uma falta de educaçao sem limites. Despreparo, e infelizmente ele mesmo esta' se condenando. O Grupo e' muito respeitado em todas as cidades em que se apresentou, e sei do total profissionalismo e educaçao.

      Excluir
  3. concordo plenamente.
    artistas?
    atores isso sim
    uma coisa na frente do palco ,por trás outra.
    aff...
    Nem perco meu tempo de vê-los

    ResponderExcluir
  4. Repugnante a ação do repórter e da Mirante ontem dentro do teatro. Um verdadeiro desrespeito ao público e aos artistas! Eu estava la. Imaginem um show de pura arte, intimista, sensível, profundo e acústico com um repórter, sem noção, ensaiando para entrar no ar, no meio do corredor do teatro, durante mais de 6 músicas, falando e, pior, querendo entrevistar pessoas DURANTE A APRESENTAÇÃO!!!! E ainda saiu gritando, fazendo escândalo e barulho, humilhado por ver que a ação do artista foi aplaudida pelo público. Estamos fartos dessa postura autoritária e mentirosa da TV Globo. Repudio essa nota e essa matéria e a conduta do jornalista e da TV. Como público, me sinto subestimada ao dizer que fui induzida pelo artista a essa opinião... E não foi nada disso o que ocorreu. O que o artista fez - repito, muito aplaudido - foi externalizar um desabafo acerca de um incômodo que estava sendo sentido por toda a plateia. Não houve a agressividade aqui colocada, mas uma postura firme e profissional por parte do artista. O que houve, mais uma vez, foi o abuso da TV Globo, que quis "ser mais rei que a realeza", ao invadir a apresentação alheia de modo desrespeitoso, deseducado... Me envergonha que minha terra receba artistas de arte tão sublime desta maneira. E, desde já, exijo que o SESC se posicione e que seja dado o direito de contraditório e esclarecimento, por parte do Grupo Iluminara, acerca dessa questão. Enfim... mais uma pataquada do famigerado repórter... E espero que o grupo saiba que é um verdadeiro elogio e uma grande honra ser criticado pela TV Mirante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Membro no ilumiara que respondeu kkkk

      Excluir
    2. Zelia Maria de Jesus18 de setembro de 2015 20:42

      Viviane Vazzi, muito obrigada por seu depoimento. E de saber que voce estava presente e acompanhou de perto tudo o que houve. Conheço muito bem o artista a quem o reporter se reportou. Sei da esmerada educaçao dada a ele, e tenho certeza que o seu depoimento e' o verdadeiro. Pois acompanho o seu crescimento desde o nascimento. Foi educado na mais mera escola da vida, e nada tem a ver com o que disse o tal reporter. Sei da sua humildade e de todo o seu talento. Minas Gerais o conhece bem, e tanto faz se algum reporter que nao tenho educaçao, o insulte. O artista referido, nem precisaria estar se apresentando no Brasil. Pois, ja' saiu e se apresentou em varios paises. Agradecida por seu depoimento, que sei com certeza ser verdadeiro.

      Excluir
  5. Estou aguardando a publicação do meu comentário e o direito à resposta ao Grupo e ao SESC...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem problemas. O blog está aberto ao Grupo e ao SESC para publicar o direito de resposta.

      Excluir
  6. O repórter está dando um tiro no próprio pé ao publicisar o ocorrido. Ele não estava meramente atrapalhando os músicos, mas toda uma platéia interessada em ouvir a música do grupo. Parece que quem subestima os maranhenses é gente da própria casa, não os artistas de fora!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem colocado. Ele deu foi mais audiencia ao grupo. Que e' show…. Aqui e em qualquer lugar que toque… Reporter despreparado tem que ser demitido….

      Excluir
    2. Com esse ocorrido, talvez a emissora, repense melhor sobre o tal profissional, que se diz reporter.

      Excluir
  7. Que artista de merda esse! Arrogante! Sem educação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço bem o artista e sei que sua educaçao nao o deixaria fazer o que diz o reporter. Ele foi e muito bem educado, com familia, e com todos os familiares. Porque nao se identifica? Ele e' humilde o bastante para pedir ao reporter que se retire. E foi aplaudido pela plateia. Se fosse o contrario, com certeza a plateia, ficaria do lado do reporter.

      Excluir
    2. Pelo depoimento das pessoas que estavam na plateia, nao foi o que disseram.
      Foi muito pelo contrario. O senhor reporter que merece todos esses adjetivos.

      Excluir
    3. Se você não conhece o artista, por que fala assim? Pelo menos, tenha a decência de ler o que as pessoas estão postando sobre esse repórter, aqui.

      Excluir
  8. Só um jornalista muito limitado, intelectualmente, se comporta desta forma em um concerto. Se eu estivesse na plateia, teria pedido o bloqueio da INTERFERÊNCIA da TV, antes dos músicos se manifestarem. Há que se entender que as pessoas saem das suas casas para apreciarem um espetáculo artístico, e não um programa de TV que, de educativo não tem nada. Pelo contrário, se o Sonora Brasil é um projeto de formação de plateia, de "ouvidos pensantes", o comportamento desta equipe de TV é, no mínimo, destruidor, desagregador.
    Os cursos de comunicação deveriam preparar melhor seus participantes na formação para as artes. Pois o Brasil está cheio desses profissionais que sempre acham que a "sua matéria" que é o espetáculo principal, o mais importante. Além de abusivo, é invasivo e desrespeitoso com os artistas e com o público.
    E o pior é que, depois de um estrago, ainda posam de vítimas, bairristas, xenófobos...
    Parabéns para a plateia maranhense que defendeu seu show, seu propósito de estar ali!
    E parabéns para o Leandro César e os outros integrantes do grupo Ilumiara por defenderem seu belíssimo trabalho, com dignidade e respeito ao público!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa atitude foi sim de respeito ao publico e dignidade do artista.

      Excluir
  9. Acontece cada uma com esse Douglas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sera' que ja' nao e' hora da emissora ler as reportagens desse tal reporter e ver que ele nao e' um profissional qualificado? Esta' maculando o nome da empresa em que trabalha….

      Excluir
  10. Respostas
    1. Mentira mesmo. Pois o artista referido, e' de uma total educaçao e profissionalismo, imaculados. Nunca houve nada que o desmerecesse. O tal reporter e' mesmo mentiroso!!!!!!

      Excluir
  11. Pelo que entendi do desabafo, ele já tinha feito o tal ao vivo combinado, não? Mas seguiu montando uma matéria dentro do teatro? Querer que o show ao vivo se encaixasse na programação do jornal? Não bastou a pataquada no teatro e ela também vem por escrito? Aff...

    ResponderExcluir
  12. Não deveria ser permitida nem a entrada de repórteres para filmagens durante o espetáculo. Primeiramente, e eu mesmo já presenciei, porque essa categoria por várias vezes já se mostrou despreparada para cobrir tais eventos culturais, falam e ligam canhões de luz em um momento que deveria ser de encantamento, apreciação, contemplação. Agem como se estivessem num show qualquer na Lagoa da Jansen. Falta mostrar mais respeito se quiserem ser respeitados.

    ResponderExcluir
  13. O reporter só teve a reação merecida à sua falta de respeito. Vai aprender a fazer jornalismo e respeitar as apresentações artísticas dos outros.

    ResponderExcluir
  14. Eu estava lá e vi quando eles estavam entrevistando...Mas o erro foi de quem o convidou a TV e não dos funcionários e da TV até pq eles estavam fazendo o papel deles... São reporte. Faz a entrevista...
    Protituta são paga para sai com os caras...
    Empregada para limpar as. Casas.
    Agora como os artista estavam se sentindo incomodado o certo era ia até um deles e dizer : olha estamos sem microfone não queremos barulhos...obg
    Mas não chegar com dezaforo e falando alto. Ai me compra um bode

    ResponderExcluir
  15. isso é que da fazer média com esse povo!!!

    ResponderExcluir
  16. Respostas
    1. Leandro Cesar, meu idolo, sou fa de carteirinha…. E nao so' no Brasil. Em alguns paises tambem, que talvez voce nao conheça.

      Excluir