Emap

Intervenções no trânsito

Intervenções no trânsito

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Corpo da menina Alanna Ludmilla será velado em escola no Maiobão; sepultamento será na manhã de sábado

O corpo da menina Alanna Ludmilla, de 10 anos, que foi encontrada morta na manha desta sexta-feira (3) no quintal de sua própria residência, será velado na escola Marly Sarney, no Conjunto Maiobão, em Paço do Lumiar. 

O corpo ainda está sendo periciado no IML e deve ser liberado por volta de 18h. O velório está previsto para ter início às 19h. O sepultamento será às 8h da manhã deste sábado no cemitério da Pax, na MA-204, nas proximidades do Val Paraíso.

Alanna Ludmilla, que estava desaparecida desde a tarde de quarta-feira (1º), foi morta com requintes de crueldade. Segundo informações passadas ao blog, a menina estava com as mãos atadas, o corpo apresentava hematomas e sinais de que ela teria sido estuprada, e depois assassinada por estrangulamento. Peritos não confirmam essas informações e dizem que somente o laudo poderá revelar de que forma a menina foi morta.
Peritos do ICRIM no local onde o corpo da menina foi encontrado
O corpo da menina, que residia na Rua 37, no Maiobão, foi encontrado por vizinhos, no momento em que uma equipe de TV fazia uma entrevista no local, ao lado do muro. As pessoas sentiram um odor forte nas proximidades do muro. Ao se aproximarem do portão de acesso ao quintal, sentiram que esse odor ficou mais intenso. Um dos homens resolveu pular o muro e começou a revirar escombros de restos de materiais de construção, deparando-se com o corpo da menina.

A polícia trabalha para localizar e prender Robert Serejo, padrastro da menina e principal suspeito do crime, que está foragido desde a madrugada de quinta-feira.

O blog do Gilberto Lima esteve presente no local do crime e acompanhou todo o trabalho de resgate do corpo. Confira a íntegra da cobertura feita pelo facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...