sexta-feira, 23 de julho de 2021

Jornalista Silvan Alves permanece na UTI, chega a fazer chamada de vídeo, mas tem piora repentina e é entubado

O jornalista e radialista Silvan Alves (TV Difusora e Rádio Timbira, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC), permanece internado na UTI do Hospital Carlos Macieira, em São Luís.

Pelas informações, ele estava bem durante um período da desta sexta-feira (23) e chegou a fazer chamada de vídeo com a filha.

No entanto, no fim da tarde, de forma surpreendente, o jornalista teve uma piora no quadro de saúde e precisou ser entubado.

No início da noite, Silvan foi submetido a uma tomografia. Houve uma piora no edema cerebral, mas não há indicação cirúrgica no momento.

As informações são do jornalista Lourival Bogéa, diretor do Jornal Pequeno.


Suspeito de matar idoso a pauladas é preso em São Luís

A Polícia Civil cumpriu, nessa quinta-feira (22), mandado de prisão contra um homem suspeito de assassinar um idoso, a pauladas, no bairro Itapera, na zona rural de São Luís.

De acordo com as investigações realizadas pela Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), o suspeito e familiares da vítima mantinham uma rixa, fato que motivou o assassinato de José da Luz, de 72 anos, na noite do dia 7 de março deste ano

A SHPP informou que a vítima voltava da padaria quando foi surpreendida pelo suspeito que a atacou, tendo desferido várias pauladas e fugido em seguida.

O idoso faleceu no local antes da chegada do socorro médico.

Após os procedimentos legais, o suspeito foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

Mulher é assassinada a tiros em Buriticupu

Uma mulher identificada como Cristiane Sousa Fernandes, de 36 anos, foi assassinada com vários tiros no início da tarde desta sexta-feira (23), na cidade de Buriticupu, a 414 km de São Luís,

Ela foi atingida por cinco disparos de arma de fogo e morreu no local, nas proximidades de um posto de combustíveis, no centro da cidade.

Segundo populares, Cristiane teria saído de um hotel da cidade, onde trabalhava como recepcionista, e estaria indo almoçar em casa, Bairro Terra Bela.  Nas proximidade de sua residência, ela foi alcançada por dois homens em uma moto, que já chegaram atirando.

Cristiane ainda correu, conseguindo uma carona de moto, mas, devido aos ferimentos causado causados pelos tiros, terminou caindo.

A Polícia Civil trabalha com a possibilidade de execução, já que nada foi levado pelos assassinos.

O pais de Cristiane, Jose Alves Da Costa, foi assassinato a tiros, há um ano, em uma avenida de Buriticupu. Cristiane deixa filha e neto.

Com a morte de Cristiane, já são quatro membros da mesma família assassinados na cidade. Dois irmãos dele já teriam sido mortos.

Outro irmão dela, com medo de ser morto, evadiu-se da cidade. Os crimes teriam ocorrido como vingança pela morte de um outro homem. A polícia não confirma essa informação.

A polícia realiza diligência para tentar identificar e prender os assassinos.

Idosa é resgatada em condições de extrema vulnerabilidade no Bairro de Fátima, em São Luís

A Defensoria Pública do Estado e outros órgãos que compõem a rede protetiva do Idoso em São Luís realizaram o resgate de mais uma pessoa idosa em condições de extrema vulnerabilidade nesta sexta-feira (23), no bairro de Fátima, em São Luís. Este foi o quinto resgate de pessoas idosas realizados neste ano na capital maranhense.

A idosa, que tem 66 anos e possui baixa visão, foi encontrada sozinha em sua residência, onde vive com um sobrinho, que é usuário de drogas de acordo com a denúncia recebida.

A residência não possui nenhum móvel ou eletrodoméstico e estava tomada por lixo, fezes, vegetação e até animais peçonhentos. No local, não havia energia elétrica e a única água disponível era a água da torneira do banheiro, que se encontrava em condições insalubres. 

Além do abandono e da negligência, há a suspeita de que a idosa era vítima de violência sexual e de violência patrimonial, tendo em vista que ela é aposentada.

 A mulher foi resgatada do imóvel com o suporte do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ela foi encaminhada para o Hospital Nina Rodrigues para avaliação médica e logo após será conduzida para a Casa de Acolhimento Temporário, onde deverá permanecer até que sejam regularizados os vínculos familiares com parentes que possam assumir seus cuidados.

Após o resgate da idosa, a rede protetiva garantiu a higienização do imóvel com o apoio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís.

 A ação contou com a participação do Núcleo de Defesa da Pessoa Idosa e o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra o Idoso (Ciapvi) da Defensoria Pública do Estado, a Comissão da Mulher e da Advogada e a Comissão da Pessoa Idosa da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Maranhão (OAB-MA), o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso de São Luís, a Delegacia do Idoso, o Cras e Creas Coroadinho, o Cras Bairro de Fátima, o Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís, a Casa De Acolhida Temporária (CAT) e a Superintendência de Ações a Saúde - Atenção Primária à Saúde








O alerta de Dino a Lula: cuidado com atentados em 2022

O governador do Maranhão demonstrou receio com a segurança do petista, que lidera as intenções de voto para o pleito presidencial

No mais recente encontro que tiveram em São Paulo, o governador Flávio Dino, do Maranhão, que trocou o PC do B pelo PSB de olho numa vaga ao Senado, alertou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o risco de sofrer um atentado na campanha eleitoral do ano que vem. Não foi o único líder político a fazê-lo.

Dino se disse convencido de que a próxima será uma campanha marcada por atos de violência devido à possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro ser derrotado. Segundo ele, o clima está sendo preparado para isso pelo próprio Bolsonaro e seus devotos mais radicais, vistam ou não farda.

O afrouxamento das regras para a compra de armas aumentou exponencialmente o número de brasileiros armados. Segundo dados da Polícia Federal, foram registradas 179.771 novas armas em 2020, aumento de 91% ante o registrado em 2019, ano em que já havia ocorrido forte alta de 84%.

A compra de pólvora no Brasil cresceu 46,5% em 2020, se comparado ao ano de 2018, antes de Bolsonaro assumir a presidência. Foram 24 toneladas compradas por pessoas que se dizem colecionadores, atiradores desportivos e caçadores. Bolsonaro defende que o povo se arme para evitar uma ditadura.

Quando ele insiste para que o voto eletrônico dê lugar ao voto impresso, prepara o caminho para desqualificar os resultados das eleições se perdê-las. Conta para isso com o apoio do ministro da Defesa, general Braga Netto, e dos comandantes do Exército, da Marinha e Aeronáutica. Não é pouca coisa.

Conselheiros de Lula acham que ele deverá expor-se ao mínimo na campanha eleitoral de 2022 e dedicar a maior parte do seu tempo à gravação dos programas de propaganda no rádio e na televisão, aos debates virtuais ou não, e a ações nas redes sociais. Atos de corpo presente só em ambientes restritos. Viagens, poucas.

do Blog do Noblat/Metrópoles

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Deputada Joice Hasselmann acorda com fraturas no corpo, diz não se lembrar do que houve e suspeita de atentado


“Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado”, afirmou a deputada Joice Hasselmann em entrevista 

Deputada federal, Joice Hasselmann (PSL) afirmou à jornalista Bela Megale, do jornal O Globo, que acordou na noite de sábado, 17, em seu apartamento após 7 horas inconsciente em uma poça de sangue, com vários hematomas, o dente quebrado e o rosto desfigurado, com fraturas.

“A última lembrança que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) tem da noite de sábado é a de estar em sua cama, no apartamento funcional onde vive, em Brasília. [...] Depois, o que veio pela frente foi um lapso de memória de aproximadamente sete horas. Quando retomou os sentidos, a deputada disse ter acordado em meio a uma poça de sangue no chão de seu closet, com cinco fraturas no rosto e uma na costela. Estava ainda com um dente quebrado e queixo cortado”, informa Megale em artigo.

À coluna d’O Globo, Joice disse que acionou a Polícia Legislativa para investigar o caso e afirmou que acredita que foi vítima de um atentado. “Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado”, afirmou.

“É improvável que eu tenha conseguido cair de jeitos diferentes para lesionar tantas partes do meu corpo. Um dos médicos que me atendeu perguntou se eu levei chutes. Mas não posso acusar sem provas. Não me lembro de nada”, destaca a deputada, que recentemente rachou com o bolsonarismo e assinou superpedido de impeachment com a esquerda contra Jair Bolsonaro.

“Já estou em contato com a Polícia Legislativa. Eles vão investigar o caso e solicitarão as imagens das câmeras do prédio para analisar a movimentação. Já fiz esse pedido aos policiais. Amanhã eu prestarei depoimento e indicarei testemunhas, como meu marido, funcionários da casa e porteiros do prédio”, disse.

“Só preciso fazer a prova de tiro para ter a minha posse de arma. Comprei uma pistola Glock e ela não vai sair do meu lado, nem na hora de dormir”, afirma.

Polícia prende suspeito de liderar quadrilha de hackers que desviou R$ 13 milhões de banco virtual no Maranhão

No momento da prisão, a polícia ainda pegou o suspeito em flagrante, pois ele e sua companheira estavam com computador e notebook ligados, atuando na prática criminosa.

Nessa quarta-feira (21), um homem foi preso suspeito de ser líder de uma quadrilha de hackers, que agia na cidade de Imperatriz e em outras cidades do Maranhão e de mais dois Estados. O grupo é apontado como responsável por desviar R$ 13 milhões do banco digital Nubank.

No momento da prisão, a polícia ainda pegou o suspeito em flagrante, pois ele e sua companheira estavam com computador e notebook ligados, atuando na prática criminosa.

“Tivemos a prisão de mais um integrante da organização criminosa que deu um golpe de R$ 13 milhões no banco digital Nubank. No momento da sua prisão ele estava hackeando e foi dado voz de prisão em Imperatriz pelo mandado de prisão preventiva, decretado junto a 1ª Vara Criminal e, também, foi dado voz de prisão em flagrante do mesmo, já que ele estava hackeando naquele momento, cometendo mais delitos ainda em meio virtual”, explicou o delegado Odilardo Muniz do DCCT.

Segundo a Polícia Civil, a prisão faz parte do desdobramento da segunda fase da “Operação Ostentação”, ocorrida em Imperatriz, no mês de dezembro de 2020, onde os envolvidos desviaram cerca de R$ 13 milhões do banco virtual Nubank.

Desde a realização da operação, já foram cumpridos mandados de prisão nos Estados do Maranhão, Goiás e Tocantins. A "Operação Ostentação" já obteve mais de 100 mandados de busca e apreensão cumpridos e 50 prisões realizadas.

“As prisões da ‘Ostentação’ iniciaram em dezembro do ano passado, onde tivemos a prisão de várias pessoas, e continuaram em janeiro até o mês de julho deste ano, justamente nos foragidos. E as pessoas que tiveram prisão preventiva decretada ainda se encontram presas em sistema prisional. Os inquéritos já foram remetidos à Justiça e já tem até denúncia no Ministério Público com relação a esses inquéritos da ‘Operação Ostentação’. E agora a gente vai aguardar a conclusão também do inquérito instaurado em Imperatriz, da prisão em flagrante, pra não só comunicar a prisão preventiva dele como para comunicar, também, ao juiz que ele continuava hackeando no momento da sua prisão”, relatou o delegado Odilardo Muniz.

O cumprimento ao mandado de prisão foi feito pela Polícia Civil do Estado do Maranhão, por meio do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos (DCCT) da Superintendência Especial de Investigações

Criminais (SEIC), com apoio do Centro de Inteligência da Polícia Civil (CIPC) e da Delegacia Regional de Imperatriz.

Com informações do Imirante

............................................

Postagens relacionadas:

https://www.gilbertolima.com.br/2020/12/policia-apreende-mais-de-60-mil-reais.html

https://www.gilbertolima.com.br/2021/01/lider-da-quadrilha-que-furtou-r-13.html




Braga Netto ameaçou “golpe” na eleição de 2022 caso não haja voto impresso, diz jornal


Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, estaria acompanhando dos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica ao transmitir o recado

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, recado foi dado por Braga Netto quando ele estava acompanhado dos chefes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, mandou um recado ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas-AL) no dia 8 de julho: se não houver voto impresso e auditável, não haverá eleições em 2022. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo o Estadão, o recado foi enviado por meio de um interlocutor. Quando Braga Netto transmitiu o “aviso”, ele estava acompanhado dos chefes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

A mensagem de Braga Netto está alinhada com as ideias do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Naquele mesmo dia, a apoiadores, Bolsonaro disse: “Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições”.

De acordo com informações do Estadão, Lira disse a interlocutores que estava preocupado e descreveu a situação como “gravíssima”. O voto impresso ainda não foi votado na Câmara dos Deputados e ainda tramita em uma Comissão Especial, no entanto, partidos do Centrão já concordaram em delibera contra a medida.

O presidente da Câmara entendeu o recado do ministro da Defesa como uma ameaça de golpe e procurou Jair Bolsonaro. Lira teve uma longa conversa com o presidente da República. Segundo o Estadão, Lira expressou a Bolsonaro que não apoiaria nenhuma tentativa de golpe institucional. Ele reforçou a lealdade ao presidente, mas reforçou que não admitiria uma tentativa de golpe.

Bolsonaro, por sua vez, teria dito que nunca defendeu uma tentativa de golpe e reafirmou ter compromisso com a Constituição Federal.


Ao Estadão, um interlocutor descreveu a situação. “A conversa que eu soube é que o ministro da Defesa disse a um dirigente de partido: ‘A quem interessar, diga que, se não tiver eleição auditável, não terá eleição’. Teve um momento de muita tensão. Não foi brincadeira, não”. A pessoa não quis se identificar.

Um ministro do Supremo Tribunal Federal foi alertado sobre os diálogos e comparou a ameaça com o tuíte do então comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas. Na ocasião, o militar tentou intimidar a Corte para que os ministros não dessem um habeas corpus ao ex-presidente Lula.

Mulher é espancada e torturada por seguranças dentro do Mix Mateus do Araçagy, em São Luís

"Fui humilhada e ameaçada para não denunciar o caso", conta Jacqueline Debora, que diz ter sido colocada em uma sala e apanhado com pedaços de ripa, após ser acusada de roubar produtos.

Uma mulher registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) denunciando que foi agredida, espancada e torturada por seguranças dentro do Mix Mateus do Araçagy, em São Luís, no fim da manhã de terça-feira (20). Jacqueline Débora Costa de Oliveira, de 42 anos, disse ainda que as agressões foram feitas com pedaços de ripa, após ela ser confundida com uma ladra.

O caso foi publicado inicialmente pelo Blog do Neto Ferreira, e o G1 confirmou. Na Casa da Mulher Brasileira, Jacqueline declarou que as agressões aconteceram na manhã da última terça-feira (20).

"Fui muito humilhada com palavras agressivas e torturas. Foram três pessoas. O vigilante, uma funcionária e mais um funcionário do Mateus", disse Jacqueline.

A delegada da Mulher, Kazumi Tanaka, também confirmou a denúncia e disse que já foi aberta uma investigação do caso. Jacqueline foi submetida a um exame de corpo de delito, e a polícia vai pedir imagens de câmeras do supermercado.

Jacqueline disse que tudo começou quando ela foi ao supermercado para comprar comida, mas acabou saindo sem nada porque tinha esquecido o cartão de crédito. Foi então que o segurança do Mateus a agarrou pelo braço, já na região do estacionamento, e a levou para dentro de uma 'Sala de Prevenção de Perdas', onde iniciaram as agressões.

Na denúncia, Jacqueline declarou também que, na sala, os funcionários disseram que ela era membro de uma quadrilha que rouba produtos de supermercados. No local, tiraram fotos dela, enviaram para diversas pessoas, e tentavam fazê-la destravar o celular para entregar outras supostas comparsas.

"O vigilante e uma funcionária foram muito agressivos. Eles desligaram a câmera que tem dentro da sala e iniciaram uma sessão de tortura. Não encontraram nada na minha bolsa, pegaram umas garrafas de gim e tentaram forjar que eu tinha roubado. Disseram ainda que era pra eu 'entregar as pessoas', me mostraram fotos de mulheres que eu nunca vi na vida. Eu ainda destravei o celular, mas mesmo assim fui muito agredida", relata Jacqueline.

A mulher disse ainda que a tortura só terminou quando um policial chegou ao local, após uma hora e meia, e começou a dizer aos funcionários do supermercado que tudo ali estava errado.

"Um policial entrou e me viu na sala. Depois o vigilante me levou para a parada de ônibus tentando me convencer a não denunciar porque eles já estavam me liberando. Eu sou mãe de família, tenho meus filhos, e fui muito humilhada. Falei com meu advogado e decidi denunciar", declarou.

Em nota, o Grupo Mateus afirmou que foi montada uma sindicância para apurar o caso e que a conduta relatada não condiz os procedimentos e valores da empresa. O grupo declarou ainda que se colocou à disposição das autoridades para esclarecimentos.

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Maranhão confirma mais 28 mortes por covid-19 e 427 novos casos da doença; total de mortes chega a 9.492

O Maranhão confirmou, segundo dados divulgados pela SES nesta quarta-feira (21), mais 28 mortes por covid-19 e 427 novos casos da doença, sendo que o total de óbitos chegou a 9.492.

Foram confirmados mais 51 casos na região metropolitana de São Luís, 18 em Imperatriz e 368 nas demais regiões. No total, 331.864 pessoas foram infectadas pela covid-19.

As 28 novas mortes foram registradas nas cidades de São Luís (9),  Açailândia (2), Tutóia (2), Paço do Lumiar (2), Dom Pedro (2), Itapecuru-Mirim (1), Paulino Neves (1), Palmeirândia (1), Santa Inês (1), São José de Ribamar (1), Balsas (1), Pio XII (1), São Bento (1), Anajatuba (1), Santa Luzia (1) e Santa Rita (1).

Um óbito foi registrado nas últimas 24 horas. Os demais foram registrados em dias e/ou semanas anteriores, e aguardavam resultado do exame laboratorial para Covid-19.

34.523 pessoas estão com o vírus ativo. 33.619 encontram-se em isolamento domiciliar, 535 estão em leitos de enfermaria e 369 em leitos de UTI.

Mais 503 infectados conseguiram se recuperar da doença. O total de pessoas recuperadas subiu para 287.849.

1.084 pessoas são suspeitas de estarem infectadas e aguardam resultados de testes.

Veja dados do boletim epidemiológico divulgado pela SES








Caso da travesti espancada em Teresina: Ministério Público instaura inquérito para apurar as agressões e omissão de Guardas Municipais

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 49ª Promotoria de Justiça de Teresina, com atribuição na defesa dos direitos humanos, instaurou dois inquéritos civis, para apurar o caso das agressões cometidas contra a travesti Paola Amaral, ocorridas na última segunda-feira (19), no bairro São Joaquim, na zona Norte de Teresina.

Na ocasião, ela foi submetida a castigos físicos e humilhações verbais efetuadas por populares, na presença de membros da Guarda Civil Municipal de Teresina, pelo suposto roubo de um botijão de gás e um colar.

O Ministério Público Estadual, no primeiro inquérito, solicitou à Polícia Civil do Piauí, em particular à Delegacia de Repressão às Condutas Discriminatórias e Proteção dos Direitos Humanos de Teresina, a instauração de um inquérito policial para apurar o caso.

Outra ação adotada pelo MPPI foi solicitar à Guarda Municipal de Teresina a instauração de sindicância, processo administrativo disciplinar ou peça investigativa pertinente, a fim de constatar nome dos guardas civil que presenciaram ocorrido.

No segundo inquérito, o MPPI determina o envio de comunicação oficial ao Centro de Referência LGBTQIA+ “Raimundo Portela”, à Defensoria Pública do Estado (DPE-PI), a quem solicita a expedição de novos documentos para Paola a fim de que ela possa receber as parcelas do auxílio emergencial do Governo Federal, e à Secretaria Municipal de Assistência Social e Políticas Integradas de Teresina (SEMCASPI), para a realização de perícia social e análise quanto a possibilidade de inclusão em benefícios eventuais, a cargo do Município de Teresina.

As portarias serão publicadas no Diário Oficial Eletrônico do MPPI desta quarta-feira(21).

Portaria_IC_0007_2021

Portaria_IC_0008_2021 

.................................

Postagem relacionada:

Travesti é amarrada e torturada em porta-malas de carro diante de Guardas Municipais em Teresina


Movimento reage à estátua da Havan em São Luís: “monumento à cafonice, ao mau gosto”


O movimento “Aqui Não” já reuniu mais de três mil assinaturas contra a instalação de uma réplica da Estátua da Liberdade da rede de lojas Havan, do empresário bolsonarista Luciano Hang, o véio da Havan, em São Luís, no Maranhão.

O objetivo do movimento é pressionar a Justiça do estado a impedir a construção do monumento de 35 metros.

Em um manifesto do grupo contra a estátua lançado nas redes nesta segunda-feira (19), a atriz maranhense Claudiana Coutrim faz uma leitura do texto, que critica a distorção que o monumento faria na paisagem urbana.

“Alguém consegue imaginar uma Estátua da Liberdade em Olinda, Ouro Preto ou Diamantina? Não dá. A exemplo de São Luís, são cidades tombadas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Em qualquer um desses sítios urbanos, instituições como o Iphan reagiriam com rigor”, diz a atriz no vídeo.

“Sem que a população da capital maranhense tenha sido consultada a respeito, a loja de varejo Havan está erguendo esse monumento à cafonice, ao mau gosto, em plena avenida que leva o nome de Daniel de La Touche, o navegador que deu por inaugurada a França Equinocial no Brasil, em 1612”, afirma ainda Cotrim.

Márcio Jerry, presidente do PCdoB no Maranhão e secretario de Cidades e Desenvolvimento Urbano do governo Flávio Dino (PSB) se manifestou sobre o assunto:

“Só um imbecil absoluto como esse tal de véio da Havan para querer instalar na histórica e bela São Luís uma réplica da Estátua da Liberdade. A Ilha Rebelde não aceitará a estupidez cafona”, afirmou.

De acordo com reportagem de João Valadares, na Folha, a loja da Havan em São Luís está em estágio bastante acelerado. A expectativa é de que a inauguração ocorra até o fim de agosto. O empreendimento, com 70 m de fachada e 130 m de profundidade, tem dois pisos, estacionamento coberto e praça de alimentação.

Polêmicas

Um ciclone derrubou a réplica da Estátua da Liberdade de uma loja da Havan, em Capão da Canoa (RS), em maio deste ano.

Sempre cercado de polêmica, Hang, conhecido como Véio da Havan, teve uma réplica da Estátua da Liberdade da unidade de São Carlos (SP), símbolo da rede Havan, totalmente destruída após pegar fogo, em dezembro de 2019.

Na ocasião, Hang se vestiu de xerife e produziu um filme onde oferece cem mil reais a quem pegar o “terrorista” que incendiou a estátua da liberdade da unidade de sua loja em São Carlos (SP).

Ainda em dezembro de 2019, outra réplica de 30 metros da estátua da liberdade da Havan foi erguida na avenida turística que liga Gramado a Canela, na Serra Gaúcha. A cidade aprovou na época um projeto de lei especial para que o empreendimento de Hang entre na região. A decisão, no entanto, teve que passar por abaixo-assinado e forte resistência de moradores.

Cerca de 2.000 moradores se organizaram para tentar barrar a construção da réplica, acusando-a de ser uma “violência simbólica” contra a região, que é um dos principais pontos turísticos do estado. Comerciantes locais também reprovaram a ideia, temendo perder espaço para grandes varejistas.

Não é a primeira vez que as estátuas das lojas do “Véio da Havan” geram polêmica. Em Bauru, interior de São Paulo, e Brasília também houve manifestação contrária à instalação do monumento. No entanto, a diretoria da Havan se reúne com autoridades da Serra Gaúcha há, no mínimo, quatro anos para viabilizar o projeto.

Com informações da Revista Fórum


Líder de facção criminosa morre em confronto com a polícia em Cajapió

O homem identificado como Benedito Bruno, conhecido como “Bruno do Jamari”, apontado como um dos líderes da facção Comando Vermelho, morreu em confronto com policiais militares, nesta terça-feira (20), na cidade de Cajapió, a 161 km de São Luís.

A PM entrou em ação após receber informações de que três haviam acabado de praticar um assalto e roubado uma moto no povoado Santa Rosa.

Durante as diligências, a guarnição de São Vicente Ferrer se deparou com os suspeitos em duas motos. Um deles, “Bruno do Jamari”, na posse de uma pistola, reagiu, mas foi atingido com dois disparos feitos pelos policiais.

O comparsa, identificado como “Fabinho”, da cidade de São João Batista, foi preso portando um revólver. O terceiro integrante do bando conseguiu fugir. O corpo de Bruno foi levado ao Hospital Municipal.

A PM informou que “Bruno do Jamari” tinha sete mandados de prisões preventivas e temporárias em aberto em São Vicente Ferrer, Cajapió, Olinda Nova e São João Batista.

Ele respondia por crimes como roubo com emprego de arma de fogo, roubos a residências com reféns, latrocínios, homicídios qualificados, receptação e outros.

terça-feira, 20 de julho de 2021

Covid-19: Maranhão confirma mais 19 mortes e 352 novos casos; óbitos chegam a 9.464

 

                   

O Maranhão registrou, segundo dados divulgados pela SES nesta terça-feira (20), mais 19 mortes por covid-19 e 352 novos casos da doença, sendo que o total de óbitos chegou a 9.464.

Foram confirmados mais 66 casos na região metropolitana de São Luís, 6 em Imperatriz e 280 nas demais regiões. No total, 331.437 pessoas foram infectadas pela covid-19.

As 19 novas mortes foram registradas nas cidades de Santo Antônio dos Lopes (2), Bacabal (2), Codó (2), Coroatá (1), Mirador (1), Vitorino Freire (1), Riachão (1), Bom Jardim (1), Carolina (1), Santa Helena (1), Caxias (1), Coelho Neto (1), Pinheiro (1), Estreito (1), São Luís (1), Açailândia (1) e Lago da Pedra (1).

Dois óbitos foram registrados nas últimas 24 horas. Os demais foram registrados em dias e/ou semanas anteriores, e aguardavam resultado do exame laboratorial para Covid-19.

34.627 pessoas estão com o vírus ativo. 33.699 encontram-se em isolamento domiciliar, 549 estão em leitos de enfermaria e 379 em leitos de UTI.

Mais 393 infectados conseguiram se recuperar da doença. O total de pessoas recuperadas subiu para 287.346.

1.116 pessoas são suspeitas de estarem infectadas e aguardam resultados de testes.

Veja dados do boletim epidemiológico divulgado pela SES







PM e suspeito de assalto ficam feridos em troca de tiros no bairro Areinha, em São Luís

Uma ação policial realizada na noite dessa segunda-feira (19), em São Luís, contra homens que haviam roubado um carro terminou com um PM e um suspeito feridos em troca de tiros.

De acordo com informações, policiais militares foram avisados sobre o roubo de um Ford Ka, que supostamente estaria sendo usado na prática de assaltos no Bairro de Fátima e Ivar Saldanha.

Os policiais ainda foram informados de que a vítima dos suspeitos seria um motorista de aplicativo, que supostamente estaria no porta-malas do veículo. Um dos celulares que estava dentro do carro foi rastreado. A localização estava apontando a Rua 34, próximo do Motel Cupido, atrás do Banco do Brasil, na Areinha.

Ao perceberem a chegada da viatura, dois suspeitos que estavam no local empreenderam fuga de imediato. Ao ser localizado, na Rua 44, um dos dos suspeitos, de iniciais H.S.D.S, efetuou vários disparos contra os policias, que revidaram e o alvejaram. Ele foi levado a um hospital. 

O soldado Tadeu foi atingido no abdômen, mas estava protegido pelo colete balístico. Ele foi levado ao hospital com uma lesão superficial.

O outro suspeito foi apresentado, juntamente com o veículo, no Plantão Central do Itaqui Bacanga.