quinta-feira, 18 de julho de 2024

Assaltante é morto por cliente dentro de loja de celulares no Cohatrac, em São Luís

Um assaltante foi morto, na tarde desta quinta-feira (18), durante tentativa frustrada de assalto em uma loja de celulares, na Avenida Contorno Leste, no bairro Cohatrac I, em São Luís. O comparsa do assaltante morto foi preso.

Informações preliminares dão conta que a dupla, que portava arma de fogo, tentou assaltar a loja Franciel Celulares.

Um dos assaltantes, vestido com uniforme de mototaxista, chegou em uma motocicleta. O outro chegou de carona em uma moto de aplicativo.

Ao entrarem na loja e anunciarem o assalto, um dos suspeitos foi morto por um cliente, que é policial militar e estava à paisana dentro do estabelecimento.

O outro assaltante foi rendido e preso por uma equipe da Polícia Militar. Os nomes dos assaltantes não foram divulgados pela polícia.

Encontrado corpo que pode ser de adolescente morto por facção criminosa após "julgamento" pelo “tribunal do crime”

 

O corpo foi encontrado em uma cova rasa localizada em um matagal fechado, próximo ao local onde Warley França desapareceu no último dia 10 de julho.

Na tarde desta quinta-feira (18), a Polícia Civil do Maranhão achou o corpo de um homem em uma região de mata, no bairro da Pirâmide, na cidade de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís. A vítima estava com o rosto desfigurado e com os pés e mãos amarrados.

As investigações preliminares apontam que, possivelmente, o corpo é do adolescente Warley França, de 17 anos, morador de São Luís, que está desaparecido desde o último dia 10 de julho, quando foi visitar a namorada na região em que houve o achado cadavérico. Uma pessoa também foi presa, nesta quinta, suspeita de participação no sumiço da vítima.

Segundo informações da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), as investigações do desaparecimento do adolescente tiveram início após a circulação de um vídeo, em redes sociais, mostrando Warley sentando em uma cadeira e com uma das pernas amarrada.

No vídeo o adolescente é questionado por uma mulher sobre o nome dele, onde reside e quem ele conhecia na área. Em seguida a mulher e outras pessoas falam que o jovem estava “bagunçando”, mas Warley nega as acusações e diz que estava com a namorada. Logo depois, o vídeo é encerrado e o adolescente não foi mais visto.

De acordo as investigações, o adolescente, que é do bairro da Liberdade, em São Luís, foi visitar a namorada na Pirâmide, em Raposa.

Durante a visita, Warley foi retirado de dentro da casa da jovem, por integrantes de uma facção criminosa. Depois de sequestrado, ele foi interrogado por uma espécie de “tribunal do crime”, depois foi torturado e, possivelmente, morto.

“Ao que tudo indica foi isso, ele veio visitar a namorada e um integrante de uma facção fez o sequestro dele, tirou ele da residência da jovem, o torturou e filmou. E, desde o dia 10, ele não foi mais localizado. E hoje nós acreditamos que, possivelmente, seja o corpo desse jovem, mas falta a confirmação pericial ou o reconhecimento da família”, explicou o delegado.

O adolescente seria integrante da mesma facção criminosa que o sequestrou e teria sido morto por ter cometido alguma ação que desagradou o grupo criminoso.

No decorrer das investigações, a polícia conseguiu identificar alguns participantes do vídeo em que o adolescente aparece com vida pela última vez e prendeu, na manhã desta quinta, um dos suspeitos.

Agora a polícia trabalha, junto ao Instituto de Criminalística, para identificar o corpo achado e confirmar se é ou não de Warley.

O delegado Marconi Matos destaca que, todos os indícios apontam que o corpo seja do adolescente, já que a pessoa morta é do sexo masculino e estava com uma bermuda branca e camisa do Flamengo, assim como Warley aparece no vídeo. Além disso, as tatuagens do corpo condizem com as tatuagens do adolescente.

Ainda de acordo com o delegado, se for confirmado que o corpo é de Warley, o homem preso poderá ser indiciado pelo crime de homicídio, sequestro, tortura e ocultação de cadáver.

A SHPP continua investigando o caso para identificar, também, os demais participantes do vídeo e outros envolvidos no sequestro, tortura e possível morte de Warley.

Motociclistas morrem em grave acidente na estrada do Quebra-Pote, em São Luís

Dois motociclistas morreram em uma colisão frontal na estrada do Quebra-Pote, por volta das 23h dessa quarta-feira (17). Uma mulher teve fraturas expostas nas pernas e foi socorrida.

Os condutores das duas motos foram identificados como Ronielson Rocha Oliveira, de 21 anos, e José da Luz Lima dos Santos, de 49. Não há informações sobre as circunstâncias do acidente.

Suspeita-se que um dos motociclistas tentou fazer uma ultrapassagem, ocasionado a colisão frontal.

A vítima que ficou ferida foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada ao Hospital Municipal Clementino Moura, o Socorrão 2.

O trecho da estrada é estreito, sem acostamento, o asfalto é irregular, a vegetação está invadindo a via e, segundo moradores, há pouca iluminação à noite.

Na manhã desta quinta-feira (18), ainda havia estilhaços e algumas peças dos veículos na pista.



quarta-feira, 17 de julho de 2024

Prado Carioca é preso suspeito de praticar crime de estelionato eletrônico

O estelionatário Carlos Roberto Melo Prado, conhecido como “Prado Carioca”, de 65 anos, foi preso, nesta quarta-feira (17), durante a “Operação Fake Rei”, deflagrada pela Polícia Civil. Ele já foi preso anteriormente pela prática do mesmo tipo de crime.

A operação tem por objetivo combater crimes de estelionato eletrônico com utilização de nomes de agentes públicos.  Os alvos da operação foram endereços situados nas cidades de São José de Ribamar e Paço do Lumiar, ambos na região Metropolitana de São Luís.

As equipes policiais tinham a missão de cumprir mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão contra “Prado Carioca”, alvo de uma investigação coordenada pelo Departamento de Combate aos Crimes Tecnológicos (DCCT/SEIC).

O delegado Guilherme Campelo, chefe do DCCT, disse que o suspeito já responde a outros processos referentes a crimes da mesma natureza, que vitimaram governadores, vice-governadores, senadores, embaixadores, ministro do STF, dentre outros.

Ainda segundo o delegado, a Polícia Civil passou a realizar investigação coletando elementos que indicaram a participação do suspeito, representando assim ao Poder Judiciário por medidas cautelares de prisão e busca e apreensão, as quais foram deferidas e cumpridas nesta manhã.

Nas residências, os policiais civis apreenderam documentos e dispositivos eletrônicos de interesse das investigações que seguem para identificação de mais elementos e ao final envio ao Poder Judiciário.

O chefe da DCCT também fez um alerta para que a população deva ficar atenta para contatos por meio eletrônico, buscando sempre a confirmação da identidade utilizando também os recursos tecnológicos à disposição, como chamadas de vídeo, principalmente quando implicar em pagamento de qualquer natureza.

Operação fake rei

O termo vem do latim, o que significa Coisas Falsificadas, identificando a operação cuja investigação verifica que todos os contatos realizados de maneira remota, bem como todas as informações, imagens e nomes utilizados para consecução do crime eram todos falsos.

................................

Postagem relacionada:

Estelionatário Prado Carioca é preso por tentar aplicar golpe na Embaixada da China no Brasil em nome de senador maranhense


Gaeco deflagra operação contra sonegação fiscal e fraudes que movimentaram R$ 1,4 bilhão no Maranhão; servidores são afastados e contas bloqueadas

O Ministério Público do Maranhão, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 17, a operação Rei do Gado no estado do Maranhão, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa investigada por venda fraudulenta de gado e sonegação fiscal.

A ação também está sendo realizada nos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Tocantins e no Distrito Federal. As práticas ilegais movimentaram aproximadamente R$ 1,4 bilhão.

Os investigados são servidores públicos, além de pessoas físicas e jurídicas, que, direta ou indiretamente, estão envolvidos nos crimes. A decisão expedida pela Vara Especial Colegiada dos Crimes Organizados de São Luís também determinou a suspensão do exercício das funções públicas de servidores, a suspensão das atividades das pessoas jurídicas envolvidas, bem como bloqueio de contas e apreensão de bens de luxo para ressarcir os cofres públicos.

Conduzidas pelo Gaeco e pela 3ª Promotoria de Justiça Regional de Defesa das Ordens Tributária e Econômica do Estado do Maranhão, as investigações revelaram a inserção de dados falsos sobre quantitativo de gado, idade e vacinas dos animais nos sistemas de controle, para simular a regular criação por pecuaristas cujas propriedades rurais sequer existem ou não comportam o número de animais registrados.

O grupo criminoso também emitiu notas fiscais de venda de quase 500 mil bovinos e Guias de Trânsito Animal com informações falsas de compra e venda de gado.

A operação Rei do Gado está sendo executada com a participação do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (GAESF), Coordenadoria de Assuntos Estratégicos e Inteligência (Caei), e Gaecos de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal. Também participam a Receita Federal, a Secretaria de Fazenda do Maranhão, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), Polícia Rodoviária Federal (PRF), as Delegacias de Combate à Corrupção do Maranhão e Distrito Federal, além das polícias Militar de Minas Gerais e de São Paulo.

Homem é preso por estuprar criança de 10 anos em Paço do Lumiar

Policiais da Delegacia Especial de Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís, prenderam preventivamente, na tarde dessa terça-feira (16), um homem, de 39 anos, por crime de estupro de vulnerável praticado contra uma criança de 10 anos. O crime ocorreu no bairro da Pindoba, em Paço do Lumiar.

Segundo a investigação, o suspeito convivia na mesma residência que a criança e costumava lhe dar presentes e doces, para lhe conquistar.

Além disso, verificou-se, pelas declarações da vítima, que os abusos começaram quando ela ainda tinha 8 anos.

Em fevereiro deste ano, a mãe da criança descobriu o crime e denunciou à polícia. Nesta terça, o Poder Judiciário expediu o mandado de prisão contra o investigado, sendo o mesmo executado de imediato por uma equipe de policiais civis.

Após os trâmites legais na delegacia, o preso foi levado para uma das unidades do sistema penitenciário de São Luís.

terça-feira, 16 de julho de 2024

Pai e filha morrem em grave acidente na BR-316 entre Peritoró e Alto Alegre do Maranhão

Um homem de 39 anos e a filha dele, uma criança de apenas 5 anos de idade, morreram em um grave acidente, nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 16, entre as cidades de Peritoró e Alto Alegre do Maranhão.

A colisão frontal foi entre um automóvel Corsa Classic e um caminhão, que ficou atravessado na pista, na altura do km 417.

As vítimas fatais, que morreram no local, foram identificadas como Valdemilson e Maria Clara.

A esposa e o outro filho do condutor ficaram feridos, sendo conduzidos para o hospital Geral de Peritoró. O estado de saúde deles é considerado grave.

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), as causas do trágico acidente ainda são desconhecidas e serão apuradas. 

Provavelmente um dos condutores tentou fazer uma ultrapassagem malsucedida que resultou na colisão frontal.



Adolescente é encontrada morta em cachoeira no município de Grajaú; mãe e padrasto acabam presos

O corpo de uma adolescente, de 14 anos, foi encontrado na Cachoeira Viriato, no município de Grajaú, a 567 km de São Luís, durante buscas realizadas na manhã dessa segunda-feira (15) pela equipe da 6ª Companhia Independente de Bombeiros Militares (6ª CIBM). A mãe e o padrasto da vítima foram presos.

A garota havia desaparecido na manhã de domingo (14), mas ninguém da família havia procurado a polícia. A equipe da delegacia recebeu a informação sobre o sumiço da adolescente por meio de vizinhos e pelas redes sociais.

Uma operação foi realizada na cidade de Grajaú. Somente durante a tarde, os bombeiros foram acionados e iniciaram as buscas, com varreduras de aproximadamente 40 metros no rio Grajaú.

Na manhã dessa segunda-feira, o trabalho dos mergulhadores foi reiniciado, resultando no achado cadavérico.

O corpo da adolescente foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, onde exames devem apontar a causa da morte.

Existem duas hipóteses: afogamento e assassinato. A mãe e o padrasto foram presos suspeitos de abandono de incapaz e posse ilegal de arma de fogo.

Incêndio destrói sete lojas na feira da Cidade Operária, em São Luís

Um incêndio de grandes proporções destruiu sete lojas na feira do bairro Cidade Operária, em São Luís, nas primeiras horas desta terça-feira (16).

As primeiras informações dão conta de que as chamas consumiram quatro lojas de roupas, e uma de artigos religiosos entre os sete boxes atingidos. Felizmente não houve registro de feridos.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 5h30 da manhã e prontamente enviou equipes ao local para controlar o fogo.

Devido à intensidade das chamas, foi necessário arrombar lojas vizinhas para evitar que o incêndio se alastrasse ainda mais.

Moradores da região da feira ficaram assustados com a intensidade do incêndio, que gerou uma grande nuvem de fumaça sobre o local. A causa do incêndio ainda está sendo investigada. 

Nas lojas atingidas, todas as mercadorias foram destruídas pelo fogo, com perda total para os proprietários.


segunda-feira, 15 de julho de 2024

Adolescente morre em grave acidente após aniversário de 15 anos em Barreirinhas

A adolescente Lara Heloísa, de 15 anos, morreu em um grave acidente, nesse domingo (14) na MA-225, próximo à cidade de Barreirinhas, na região dos Lençóis Maranhenses, a 257 km de São Luís. O acidente aconteceu após a adolescente celebrar seu aniversário de 15 anos.  Ela viajava com a família.

O veículo em que Lara estava, uma caminhonete, tentou desviar de um carro que entrou na contramão, nas proximidades do povoado Passagem do Canto.   Ao desviar, o motorista perdeu o controle da direção e caminhonete capotou.

Lara não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Seu pai está internado na UTI, enquanto outros familiares foram levados ao hospital com ferimentos.

Adaptadas para o transporte de turistas, esse tipo de veículo (caminhonete) não tem cinto de segurança nos bancos improvisados na carroceira. Em caso de acidente, turistas ficam expostos, sem nenhuma segurança e podem perder a vida. Esse tipo de transporte ocorre sem nenhum tipo de fiscalização.

A polícia está investigando o acidente para entender melhor o que aconteceu e determinar as responsabilidades.

domingo, 14 de julho de 2024

Família acredita que adolescente desaparecido tenha sido morto pelo “tribunal do crime" na região metropolitana de São Luís

Um adolescente de 17 anos pode ter sido vítima da briga entre facções criminosas na Região Metropolitana de São Luís. Warley França está desaparecido desde o último dia 10, quando foi visitar a namorada que mora no bairro Pirâmide, no município de Raposa. A família do adolescente disse acreditar que ele tenha sido morto por uma espécie de “tribunal do crime”.

Um vídeo compartilhado nas redes sociais e em grupos de mensagem mostra Warley amarrado e sendo “interrogado” em uma espécie de “Tribunal de Punições Paralelas ao Estado”, no meio de um matagal.

Durante o interrogatório, Warley diz que é morador do bairro Liberdade, em São Luís. A pessoa que grava o vídeo pergunta ao adolescente sobre quem ele conhece na Liberdade e diz que Warley estava “bagunçando” na região onde foi capturado. É possível ainda ouvir, ao fim do vídeo, alguém perguntar por uma mulher.

A família de Warley disse que recebeu uma ligação de um número desconhecido e que a pessoa teria informado que o corpo do jovem seria encontrado em uma cova rasa localizada na Rua 2, por trás de uma invasão, no bairro Pirâmide. “Avisamos a polícia sobre a ligação. Eles disseram que iriam fazer buscas, e até agora nada e nenhuma notícia”, disse um familiar.

O delegado Marconi Matos, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), disse que a Polícia Civil, por meio da SHPP, está investigando o caso.

Com informações do site Difusora News

sábado, 13 de julho de 2024

Duas pessoas morrem e outras quatro ficam gravemente feridas em acidente na BR-316, em Caxias

Duas pessoas morreram e outras quatro ficaram gravemente feridas, na noite dessa sexta-feira (12), em um acidente na BR-316, em Caxias. O acidente envolveu um veículo Ford Ka, de cor prata, e um Fiat Argo.

As vítimas fatais, que eram da cidade de Codó, foram identificadas como José Nicolas, de 6 anos, e Maria do Socorro Moreira Viana, de 46 anos.

No mesmo veículo estavam Francisca Assunção, conhecida como “Xica das Tranças”; Rafaela, mãe de José Nicolas; uma amiga da família, ainda não identificada; e o motorista identificado como Elton.

De acordo com familiares, o grupo estava retornando de Teresina (PI), onde foram visitar uma irmã de Rafaela, que está internada na capital piauiense. As visitas a Teresina eram feitas semanalmente pelos familiares para acompanhar o tratamento de Manu.

O acidente aconteceu a cerca de 10 km do posto da PRF na BR-316. Segundo relatos, uma Hilux forçou o Ford Ka a invadir a contramão, resultando em uma colisão frontal contra o Fiat Argo. As vítimas foram rapidamente socorridas e levadas para um hospital em Caxias.

Maria do Socorro Moreira chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu aos ferimentos. José Nicolas faleceu ainda no local do acidente. Rafaela, mãe de José Nicolas, passou por um procedimento cirúrgico e está em estado instável. Francisca Assunção sofreu ferimentos leves e permanece em observação.

O motorista Elton teve fraturas nas pernas e braços e está internado, com quadro estável. A amiga da família, que não foi identificada, também passou por cirurgia e segue internada.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está investigando as causas do acidente para determinar as responsabilidades.

José Nicolas, de apenas 6 anos, era filho de Welliton Rau, dono e presidente da quadrilha junina codoense Asa Branca do Sertão.

Em virtude da tragédia, a quadrilha emitiu uma nota de pesar, declarando encerrada a temporada de 2024 e expressando solidariedade à família enlutada.

Com informações do Blog do Sampaio

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Policial militar é preso suspeito de matar dois irmãos em Imperatriz

Os irmãos Jonas e Samuel foram mortos a tiros

Um policial militar, identificado como Klerson, lotado no Batalhão de Estreito, foi preso pela Polícia Civil, na tarde dessa quinta-feira (11). Ele é acusado de ter matado a tiros os irmãos Jonas Silva Conceição, de 30 anos, e Samuel Silva Conceição, de 25 anos, no dia 19 de junho deste ano, na Avenida Itaipu, no bairro Parque Santa Lúcia, em Imperatriz.

De acordo com a polícia, o PM se apresentou na delegacia de Imperatriz cinco dias após o crime, acompanhado do advogado, para prestar depoimento. Ele foi liberado logo em seguida.

No decorrer das investigações, o titular da delegacia entendeu estarem presentes os indícios de materialidade e autoria, como também os requisitos para decretar a prisão temporária do PM. O mandado de prisão foi expedido pela Central de Inquérito e Custódia de Imperatriz e teve o parecer do Ministério Público.

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP/MA) afirma que o PM alegou legítima defesa, mas não foram divulgados detalhes sobre a confusão que teria acontecido antes do crime. O policial foi encaminhado para o quartel do 12° Batalhão de Polícia Militar da cidade de Estreito. As investigações sobre o duplo homicídio continuam em andamento.

Afastado da PM

Após o PM se apresentar na delegacia de Imperatriz, prestar depoimento e confessar o crime, a Polícia Militar do Maranhão informou, por meio de nota, que o investigado seria afastado das atividades policiais de rua até a conclusão do inquérito. De acordo com a nota, o Comando Geral determinou a imediata apuração do caso e as providências serão tomadas conforme a lei.

Leia a nota:

“A Polícia Militar do Maranhão informa que, de imediato, o Comando Geral determinou a abertura de sindicância para apurar o caso e as providências necessárias serão adotadas em conformidade com a lei.A Polícia Civil instaurou inquérito para investigação dos fatos. O policial se apresentou na delegacia, prestou depoimento, sendo liberado por já ter passado o período de flagrante.

A Polícia Civil está ouvindo testemunhas e colhendo outros elementos que contribuam para elucidação da ocorrência. Também aguarda o laudo da perícia criminal. O PM ficará afastado das atividades de rua até a conclusão do inquérito.”

Delegado confirma que PM confessou o crime

O delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Imperatriz (DHPP), James dos Anjos, confirmou, no dia 27 de junho, que um Policial Militar, confessou ter assassinado a tiros os dois irmãos identificados como Jonas e Samuel. De acordo com o delegado, o PM foi ouvido e liberado por não ter elementos que pudessem configurar um flagrante.

Vários disparos

De acordo com informações da Polícia Militar, os dois irmãos estavam em uma motocicleta, quando o atirador chegou em um carro branco e efetuou vários disparos contra eles. Segundo a perícia, Samuel, que estava conduzindo a moto, foi atingido por oito disparos e não teve chances de reação.

Os dois jovens morreram ainda no local. Familiares de Jonas e Samuel informaram que eles estavam voltando do trabalho no momento do assassinato. A família e amigos próximos das vítimas relataram que os dois não tinham passagens pela polícia ou envolvimento com o crime.



quinta-feira, 11 de julho de 2024

Jovem é assassinado a tiros no Polo Coroadinho, em São Luís

 

Um jovem identificado como Fábio da Silva Correa Junior, de 24 anos, foi assassinado a tiros, na noite dessa quarta-feira (10), na travessa Juscelino Kubitschek, no bairro Bom Jesus, no Polo Coroadinho, em São Luís.

Pelas informações, no momento da ação criminosa, Fábio estava vendendo lanche na porta de casa, ao lado da esposa, quando foi atacado por dois bandidos, que estavam em uma motocicleta.

O jovem foi atingido cinco vezes pelo bandido que estava na garupa da moto. Os disparos acertaram as pernas, o peito e a cabeça de Fábio da Silva. Moradores ainda o levaram para a Unidade Mista do Coroadinho, mas ele já estava morto.

A vítima não possuía antecedentes criminais e a Superintendência de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) investiga as motivações para o crime. Os suspeitos ainda não foram identificados ou localizados pelas autoridades.

O crime tem características de acerto de contas ou por encomenda e pode ter sido determinando por alguma facção criminosa que atua na região.

Informações dão conta de que Fábio teria sido vítima de uma tentativa de homicídio, no mesmo local, há alguns dias. “Ele só não foi morto porque a arma falhou. Depois disso, ele não deveria ter ficado na região”, diz um morador da área, em áudio divulgado em grupos de whatsapp.

Terceiro jovem assassinado em 15 dias na região

Fábio foi a terceira vítima da guerra entre facções no Polo Coroadinho em apenas 15 dias. No dia 27 de junho, dois adolescentes morreram e um terceiro ficou gravemente ferido em um ataque realizado por dois bandidos em uma motocicleta.

Os adolescentes não tinham envolvimento com o crime e teriam sido confundidos devido aos cabelos pintados de vermelho. A ação seria um teste de lealdade e tinha como objetivo matar dois membros da facção rival, mas acabou vitimando jovens inocentes.

O crime ocorreu na Rua São José, no bairro Pindorama. As vítimas foram José Felipe Moraes Batista e Douglas Gabriel Melo de Souza. A polícia afirmou que nenhum deles possuía passagem por crime e eram pertencentes a um grupo de funk.

Segundo informações da Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP), as vítimas moravam no bairro Pindorama e foram mortas por uma facção da própria região.

Goleiro é baleado na perna por policial após jogo em Goiás

O goleiro Ramón Souza, do Grêmio Anápolis, levou um tiro de bala de borracha na perna efetuado por um policial após a partida da equipe contra o Centro-Oeste, pela Divisão de Acesso do Campeonato Goiano, nesta quarta-feira (10).

O caso aconteceu logo após o término do jogo. Os jogadores das duas equipes discutiam na beirada do campo, quando os policiais separavam a confusão.

O policial que efetuou o disparo primeiro empurrou um jogador do Grêmio Anápolis. Ele foi 'confrontado' pelo goleiro Ramón Souza e, depois, apontou a arma e disparou na perna do atleta.

Ramón Souza foi atendido no gramado pelo Dr. Diego Bento, do Grêmio Anápolis e, depois, foi colocado dentro UTI móvel para a realização dos primeiros socorros. Ao UOL, o clube goiano afirmou que o goleiro de 22 anos não corre risco de morte ou de perder a perna.

O Grêmio Anápolis repudiou o acontecido nas redes sociais. "Um ato horrível, inacreditável e criminoso de alguém que deveria prezar pela segurança e integridade das pessoas, que ali estavam no Estádio Jonas Duarte."

O clube goiano afirmou que "entrará com medidas cabíveis para que o responsável seja punido e que a justiça seja feita" e definiu o caso como "criminoso".

A Polícia Militar do Estado de Goiás afirmou que já abriu o procedimento para apurar o caso. O órgão também disse que "não compactua com desvios de conduta".

“Em resposta à solicitação sobre o fato ocorrido no final da partida entre Grêmio Anápolis e Centro-Oeste, no estádio Jonas Duarte, em Anápolis, a Polícia Militar informa que foi determinado imediatamente a abertura de procedimento administrativo para apurar os fatos com o devido rigor. A Polícia Militar de Goiás reafirma o compromisso com o cumprimento da lei, e reitera que não compactua com qualquer desvio de conduta praticado por seus membros”, diz nota PM em nota.

quarta-feira, 10 de julho de 2024

Casal envolvido no assassinato do agiota Pacovan é preso em São Luís

A Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) prendeu, na tarde desta quarta-feira, 10, em um hotel na Avenida Litorânea, em São Luís, o madeireiro Francisco Heydyne do Nascimento, conhecido como “Cearense”, e sua namorada Fernanda Costa, acusados de envolvimento na morte do empresário Josival Cavalcante da Silva, o Pacovan.

O empresário e agiota foi executado a tiros no dia 14 de junho passado, no interior do posto Joyce (antigo Cavalo de Aço), no município de Zé Doca, a 313 km de São Luís.

O casal foi preso após mandados de prisão expedidos pelo juiz Marcelo Moraes Rego de Sousa, da 1 Vara de Zé Doca, como consequência das investigações da Delegacia Geral de Polícia Civil, ainda sob o comando do delegado Jair Paiva, por meio da SHPP e do Serviço de Inteligência da PC.

“Cearense” ficou de ser apresentado ontem por sua advogada para prestar depoimento a respeito das acusações que pesam contra ele. No entanto, a prisão do casal foi decretada e os dois acabaram sendo presos hoje.

Pessoa de confiança do agiota

Parente do ex-prefeito de Zé Doca Raimundo Nonato Sampaio, o Natin, Fernanda Costa era uma pessoa da íntima confiança de Pacovan e movimentava altas quantias financeiras em suas contas bancárias, conforme orientações que eram repassadas pelo empresário.

Ativa financeira de Pacovan, Fernanda tinha uma ‘estreita relação’ com o empresário, para quem trabalhava há cerca de 12 anos. Ela fazia transferências de altas quantias, saques volumosos entre outras transações financeiras.

Fernanda também realizava pagamentos e entregava dinheiro em espécie a quem Pacovan autorizava.

Ela conhecia intimamente Pacovan, sabia quem eram seus desafetos, quem devia dinheiro, tinha conhecimento de quem eram os políticos de mandatos e sem mandatos que possuíam negócios com o seu patrão, e ainda, sabia em ordem alfabética nome dos pequenos e grandes empresários arrolados em negociações com Josival.

Pacovan confiava profundamente em Fernanda Costa, que também era a gerente do Posto Joyce.

Rompimento após descoberta de rombo financeiro

Há cerca de seis meses a relação de Pacovan com Fernanda Costa mudou, pois ele começou a desconfiar de um rombo financeiro no dinheiro que estava nas contas bancárias de Fernanda, que passou a mostrar lotar patrimônio.

A desconfiança do empresário aumentou após sua ‘gerente’ e o namorado dela – um caminhoneiro que ela conheceu exatamente no Posto Joyce, de nome Francisco Heydyne do Nascimento, conhecido como “Cearense” – aumentarem seus negócios e empreendimentos na cidade.

Com isso, Pacovan decidiu fazer uma espécie de prestação de contas, algo como se fosse uma ‘auditoria interna’ no dinheiro que estava sob controle de Fernanda Costa. Foi então, que empresário descobriu um ‘rombo’ grande, que provocou o rompimento entre eles. Contudo, ela se comprometeu a pagar todo o dinheiro que estava faltando.

O débito teria sido parcelado em dez cheques, com uma entrada que Pacovan teria ficado de pegar com Fernanda, justamente no dia que estava se deslocando de São Luís para Zé Doca e acabou assassinado.

Fernanda Costa já prestou dois depoimentos aos delegados da Polícia Civil que investigam o crime.

Com informações de O Informante

..............................

Postagens relacionadas ao agiota Pacovan:

— Agiotagem: Prefeitos e agiotas têm prisões prorrogadas

— Agiota Pacovan é preso novamente pela Polícia Civil depois de revogação de habeas corpus

— Prisão do agiota Pacovan é substituída por medidas cautelares

— Ministério Público diz que o agiota Pacovan é de alta periculosidade e deve ser mantido preso para garantia da ordem pública]

— Ministério Público quer suspensão de liminar que liberou empresário da prisão

— Nova etapa da ‘Operação Jenga’ vai prender outros integrantes da quadrilha do agiota Pacovan e identificar a origem dos R$ 200 milhões movimentados

— Quadrilha chefiada pelo agiota Pacovan está sendo apresentada neste momento na Secretaria de Segurança

— O crime compensa? Juiz manda soltar agiota ‘Pacovan’ e os outros 17 presos na Operação Jenga

— Agiota Pacovan volta a ser preso por descumprir medidas cautelares

— Agiota Pacovan e mais 15 são presos; postos de combustíveis, fazendas e 60 caminhões são confiscados

— Agiota Pacovan e mais 21 são condenados por organização criminosa e lavagem de dinheiro em postos de combustíveis no Maranhão

— Empresário Pacovan é assassinado a tiros em posto de combustível em Zé Doca; ele era envolvido em agiotagem, já havia sido preso várias vezes e condenado

Assassinato do agiota Pacovan deve ser elucidado a qualquer momento


Homem que matou a namorada em Porto Franco é preso no Pará

Paulo Mesquita, suspeito de matar a namorada Jhenifer Machado, de 19 anos, com golpes de faca, foi preso na madrugada desta quarta-feira (10) no Pará. 

A ação criminosa ocorreu nessa terça-feira (9), na cidade de Porto Franco, a 721 km de São Luís.

Pelas informações do Departamento de Feminicídio, vinculado à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), a jovem teve a boca amarrada com um pedaço de arame e foi esfaqueada várias vezes pelo assassino.

De acordo com a SHPP, o relacionamento de Jhenifer e Paulo era marcado por brigas e muito ciúmes por parte do suspeito.

A prisão foi cumprida por policiais militares do Maranhão do 12° Batalhão da Polícia Militar, sob o comando do tenente coronel Luna, em menos de 24 horas após o crime.

Paulo Mesquita será recambiado para o Maranhão, onde responderá pelo crime de feminicídio. 

Após os procedimentos de praxe, ele será encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

...................

Postagem relacionada:

Jovem é morta a facadas dentro de casa em Porto Franco; ex-namorado é o principal suspeito


Advogada é presa tentando entrar com drogas em presídio de Timon

Uma advogada, identificada como Liliana Silva Rodrigues, foi presa, na tarde dessa terça-feira (9), quando tentava levar drogas para dentro do presídio Jorge Vieira, em Timon, a 431 km de São Luís.

Liliana Souza é advogada do Piauí, mas tem atuação no Timon. Com ela, os policiais penais encontraram sete trouxas de maconha.

A droga foi encontrada quando a advogada passava pelo scanner do presídio, que encontrou o entorpecente dentro do sapato que Liliana usava.

Ao ser interrogada, Liliana também confessou que essa foi a segunda vez que ela tentava entrar no presídio com drogas. Desta última vez, ela tentava entrar para falar com dois detentos, que não tiveram suas identidades reveladas.

Liliana foi presa pelo crime de tráfico de drogas e levada para a Central da Flagrantes para autuação em flagrante. Ela poderá responder por tráfico de drogas.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária emitiu nota informando que tomou as providências cabíveis.

Confira:

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) informa que na tarde desta terça-feira (09), uma advogada foi presa em flagrante ao tentar entrar na Unidade Prisional de Timon portando substância ilícita.

A mesma foi conduzida, por servidores da unidade prisional, à central de flagrante para que a autoridade policial tome as providências cabíveis.

A Seap informa também, que a seccional da OAB em Timon foi avisada, afim de que todo o procedimento fosse acompanhado pelos mesmos.

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão e a OAB Subseção Timon declararam que acompanham o caso de Liliana e que foi prestado auxílio à advogada, como forma de assegurar suas prerrogativas. Em nota disse ainda que vai esperar a conclusão do processo.

"A OAB Maranhão não compactua com qualquer transgressão eventualmente praticada por quem quer que seja, entretanto, reitera seu compromisso histórico não só com a defesa de prerrogativas da advocacia, mas, sobretudo, com os princípios constitucionais do contraditório, da ampla defesa e da presunção de inocência, segundo o qual ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de ação penal condenatória. Vale ressaltar ainda que, por meio de ofício, foi solicitado à Secretaria de Administração Penitenciária acesso aos procedimentos realizados por esta equipe e o auto de prisão. Configurada a materialidade e autoria, o TED abrirá um procedimento de suspensão preventiva", diz a nota.