sábado, 17 de agosto de 2019

Açougueiro mata a esposa a facadas em Itapecuru-Mirim e é preso em Cantanhede


O açougueiro Francisco Linhares, de 32 anos, que matou a esposa a facadas, em Itapecuru-Mirim, a 117 km de São Luís, foi preso em menos de 24 horas após o assassinato. Thaynara Cristina Maluf, de 23 anos, foi morta na madrugada deste sábado (17) no Bairro Miquilina.

De acordo com informações de amigos e de familiares, o casal estava bebendo em um bar. De repente, foi iniciada uma discussão que culminou na morte de Thaynara. O crime teria sido motivado por ciúmes. O casal convivia há pelo menos três anos.

Familiares revelaram que o açougueiro era muito ciumento e agredia fisicamente a esposa sempre quando bebia. Por isso, Thaynara resolveu sair de casa, mas ele não aceitava o fim do relacionamento e ficava insistentemente ligando para a companheira retornar. Diante dessa insistência, ela terminou reatando o relacionamento recentemente.

Após o crime, Francisco Linhares, que trabalha do Frigorífico Baixa Verde, fugiu e estava escondido em um povoado do município de Cantanhede, a 72 km de Itapecuru Mirim, onde foi preso.

Revoltada com o crime, a população organiza uma manifestação pedindo justiça.

No mês de julho um homem matou a esposa e em seguida recorreu ao suicídio por enforcamento, também em Itapecuru.

No facebook, amigos e amigas de Thaynara Maluf manifestaram indignação com esse crime bárbaro. Confira.


Lula defende frente ampla e cita Flávio Dino entre presidenciáveis

O ex-presidente Lula defendeu a construção de uma frente ampla liderada pelos partidos de esquerda para disputar as eleições presidenciais.

O ex-presidente Lula defendeu a construção de uma frente ampla liderada pelos partidos de esquerda para disputar as eleições presidenciais de 2022, durante entrevista concedida ao jornalista Bob Fernandes, veiculada ontem pela TVE da Bahia.

Lula citou o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) como uma das lideranças do campo progressista credenciadas para disputar a sucessão presidencial.

“Tem o nosso companheiro Flávio Dino”, afirmou.

O ex-presidente disse que o PT tem bons quadros, como Fernando Haddad, Gleisi Hoffmann, Tarso Genro e os governadores Camilo Santana, Rui Costa e Wellington Dias. Ele citou ainda Ciro Gomes (PDT), embora com duras críticas à postura do pedetista.

Na entrevista, Lula afirmou que PT, PSB e PCdoB estão costurando aliança para disputar as eleições municipais, no ano que vem.

“O PT tá aí, está se reunindo com o PCdoB, está se reunindo com o PSB. Se isso vai dar uma candidatura sólida em 2022, eu não sei. Se vai dar nas prefeituras, eu não sei. O que é preciso é que cada partido avalie as suas chances e faça o jogo que tem que fazer, sem ficar um com raiva do outro”, disse. 

Veja a íntegra da entrevista ao jornalista Bob Fernandes.


Com informações do site Página 2

“Carla Perez” do reggae é morta a tiros na Vila Progresso, em São Luís; crime teria sido ordenado por traficantes


Um crime ocorrido na madrugada dessa sexta-feira (16) abalou o movimento reggae da capital maranhense. Por volta das 5h30, na Vila Progresso, região do bairro Recanto do Vinhais, foi assassinada Maria José Pinheiro Sá, de 50 anos, conhecida como a “Carla Perez” do reggae. Ela foi atingida por vários tiros, na porta de sua casa, no momento em que havia saído para colocar lixo na rua.

O corpo de “Carla Perez” foi encontrado por vizinhos, que antes teriam ouvido cerca de dez disparos de arma de fogo. Uma das hipóteses apontadas como motivação para o crime, segundo populares, é que tenha sido vingança por parte de traficantes da região, pelo fato de Maria José ter passado informações sobre a movimentação deles para a polícia.

De acordo com o delegado Gustavo Marques, da Superintendência de Homicídios e Proteção às Pessoas (SHPP), “Carla Perez” foi atingida por, pelo menos seis tiros; sendo quatro nas costas, um na cabeça e um no peito. Porém, ele disse que ainda aguardava o laudo da perícia, a ser emitido pelo Instituto de Criminalística (Icrim), que revelará a quantidade exata de disparos que a atingiram.

O delegado afirmou que ainda não há uma linha de investigação definida, mas que todas as hipóteses serão apuradas. Ele confirmou que populares repassaram à polícia que “Carla Perez” teria sido morta a mando de traficantes da área, devido ao fato de ela ter passado informações à polícia que levaram à apreensão de 34 tabletes de maconha do tipo skank, avaliada em aproximadamente R$ 180 mil. 

A operação policial foi realizada no dia 8 deste mês, quando também foram presas três mulheres, no bairro Cohafuma, localizado próximo à Vila Progresso.

As três presas foram identificadas como Gecimar Tayná Amaral dos Santos, Nágila Mayra Sousa Araújo e Silane Dias Nascimento Bezerra. Elas são mulheres de Raimundo Nonato Portela Frazão, Mateus da Silva Gomes e Daniel Kleiton Martins de Oliveira, respectivamente. Eles estão presos por tráfico de drogas, na mesma cela do Presídio São Luís (PSL) III, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas – de onde comandariam o comércio do entorpecente.

Gustavo Marques, no entanto, ressaltou que isso ainda será checado. “A hipótese é que os traficantes, devido ao prejuízo pela apreensão da droga, tenham decretado a morte de Maria José, que pode ter sido cometida por mais de duas pessoas, pois duas armas de fogo teriam sido usadas no crime”, afirmou.

Conhecida no movimento reggae

Maria José Pinheiro Sá, a “Carla Perez”, era muito conhecida no movimento reggae de São Luís, principalmente por ser uma das fãs da radiola Estrela do Som.

“Carla Perez” era frequentadora assídua do clube Rotatória Roots, no Anel Viário, na região central da capital maranhense.

O velório está acontecendo na Central de Velórios da Pax União, no Centro, próximo à caixa d’água.

Com informações de Wellington Rabello
Jornal Pequeno

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Secretário Rodrigo Lago ressalta a importância da Rádio Timbira para transparência e democracia

“Sempre disse isso e repito: a Rádio Timbira é um instrumento de transparência governamental”, enfatizou o secretário

Na semana de aniversário da Rádio Timbira, o secretário de Estado Comunicação e Assuntos Políticos, Rodrigo Lago, foi entrevistado no programa "Comando da Manhã", apresentado pelo jornalista Gilberto Lima, quando comentou os avanços da comunicação social do Governo do Estado.

Em sua fala, o secretário destacou a democracia e a transparência dos veículos de comunicação oficiais do governo do Maranhão.

“Sempre disse isso e repito: a Rádio Timbira é um instrumento de transparência governamental”, enfatizou o secretário. “É um espaço que o governo tem para mostrar para a população como está sendo gasto cada centavo público, de que forma as políticas públicas estão sendo feitas e como o cidadão pode acessá-las”, completou.

Rodrigo Lago ressaltou que os avanços na Rádio Timbira são frutos de uma nova guinada iniciada em 2015, com a retomada das políticas para reestruturação da emissora.

“O governador Flávio Dino deu nova luz para a rádio, fez o timbre da voz dos radialistas que fazem a Timbira chegar cada vez mais longe. O que mostra o respeito que este governo tem com a imprensa, com a comunicação social e com a população”, destacou o secretário.

Nova 1290

Além dos novos horizontes vislumbrados em 2015, a partir de 2017, uma nova reestruturação foi iniciada visando a modernização da emissora, que incluiu a nova programação, batizada de Nova 1290.

A emissora também ampliou sua participação nas mídias digitais, com a criação do aplicativo para dispositivos móveis e também da plataforma “A Voz do Povo”, que permite a participação ao vivo dos ouvintes via telefone.

Também houve investimento tecnológico, com a modernização dos estúdios, que passaram a funcionar na sede da Secap e, também, um novo parque de transmissão localizado no Aterro do Bacanga, substituindo o antigo que era no Distrito Industrial.

Esposa de policial militar morre durante tentativa de assalto na BR-402, em Humberto de Campos; um dos criminosos foi preso

Os criminosos estavam na região realizando assaltos para arrecadar fundos para uma festa.

Na madrugada desta sexta-feira (16), Vânia da Silva Pereira, de 32 anos, morreu após uma tentativa de assalto no km 81, da BR-402, nas imediações do povoado Mocambo, entre os municípios de Morros e Humberto de Campos. Ela estava acompanhada de seu marido, o sargento reformado da PM Merenilson Barbosa de Souza.

Com outros familiares, o casal seguia com destino ao município de Humberto de Campos, onde participariam da comemoração do aniversário de um parente. Antes de chegar ao destino, o casal teria deixado parte da família no município de Morros.
Para realizar o assalto, os criminosos jogaram pedaços de madeira e outros objetos na pista. Ao avistar o bloqueio na rodovia, o marida da vítima diminuiu bruscamente a velocidade do veículo, desviando dos destroços, foi quando os criminosos saíram de dentro do matagal, as margens da rodovia e abordaram o veículo.

Na ação, houve troca de tiros entre o policial e os assaltantes. Um disparo de espingarda “bate-bucha” acertou na região do rosto de Vânia da Silva, que foi socorrida pelo marido e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Morros, e foi transferida de ambulância para São Luís, mas não resistiu ao ferimento.

Prisão de um dos assassinos

A Policia Militar do 27º Batalhão de Rosário foi acionada e conseguiu prender rapidamente Josival Lopes, conhecido como “Jojó”, de 22 anos, no momento em que estava fugindo em uma motocicleta no povoado Pacas, na BR-402, em Morros.

Josival foi abordado pela guarnição ainda com cartuchos e vestígios de pólvora na roupa. A espingarda usada no crime foi localizada no matagal onde ele havia cometido o crime. O suspeito será encaminhado para delegacia de Polícia Civil de Rosário.
Com o criminoso, os policiais apreenderam uma motocicleta Honda CG 125 KS, cor vermelha, placa NWU-6118, com registro de roubo; uma espingarda “bate-bucha”; materiais usados no carregamento da arma (espoleta, pólvora e esferas de chumbos); um celular LG; e duas bolsas.


A Polícia Militar continua as buscas para tentar localizar o outro homem que participou do crime, que seria parente de Josival. 

Eles são moradores do município de São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís, e estavam na região de Humberto de Campos realizando assaltos para arrecadar fundos para uma festa prevista para acontecer neste sábado (17) em um povoado do município.


Três adolescentes participaram do assassinato de ex-candidata a miss em São João do Caru; eles “comemoraram” em uma lanchonete

A jovem foi morta por um adolescente de 15 anos, com a ajuda da namorada dele e de um amigo da dupla, todos menores de idade.
Andreza Araújo Romão, de 17 anos, foi encontrada morta nessa quarta-feira (14), em uma área de matagal
Três adolescentes estão envolvidos na morte da ex-candidata a Miss Caru, Andreza Araújo Romão, de 17 anos, que foi encontrada morta nessa quarta-feira (14), em uma área de matagal no bairro Serrinha, em São João do Caru, a 359 km de São Luís.

Segundo o delegado titular da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês, Elson Ramos, responsável pelas investigações, a jovem foi morta por um adolescente de 15 anos, com a ajuda da namorada dele e de um amigo da dupla, todos menores de idade.

O crime teria sido motivado pelo fato de Andreza Araújo ter falado mal da namorada do adolescente. No dia do crime, Andreza foi atraída para a região de matagal pela namorada do suspeito, sendo agredida no local pelos três menores de idade. Depois, o adolescente de 15 anos desferiu um golpe de canivete no pescoço da ex-candidata a miss, o que a levou a morte.

Ainda segundo o delegado, após Andreza ser morta, os três adolescentes ainda foram a uma lanchonete da cidade e comeram como se nada tivesse acontecido, o que demonstra a frieza com que praticaram o crime.

O adolescente de 15 anos já foi apreendido. A polícia já representou, também, pela apreensão dos outros dois adolescentes suspeitos, os quais, após serem ouvidos na Delegacia de Bom Jardim, serão trazidos para uma unidade da Funac em São Luís.

Andreza Araújo Romão era servidora pública municipal em São João do Caru e era estudante do 3º ano do Ensino Médio no Centro de Ensino Professora Conceição Brenha de Raposo.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Educação emitiu pesar pela morte da adolescente.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) expressa profundo pesar pelo falecimento precoce da estudante Andreza de Araújo Romão, 17 anos, aluna da 3º série do Ensino Médio, do Centro de Ensino Professora Conceição Brenha Raposo, em São João do Carú.

Neste momento de profunda dor e pesar, a Seduc se solidariza com os familiares, amigos e a comunidade escolar.

Com informações do Imirante

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Motorista que matou criança em acidente é condenado a mais de 11 anos de prisão em São Luís



O 4º Tribunal do Júri de São Luís condenou, a 11 anos e um mês de reclusão, Carlos Diego Araújo Almeida, de 26 anos, pela morte da menina Laura Marão e por lesão corporal grave contra o irmão gêmeo dela.

O crime ocorreu na madrugada do dia 26 de abril de 2015, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, bairro Bequimão, após o carro do acusado colidir contra o veículo em que estavam as crianças.

Após o julgamento nessa quarta-feira (14), o réu foi encaminhado para o presídio, onde cumprirá a pena em regime fechado.

A sessão do júri popular, presidida pelo juiz Flávio Roberto Ribeiro Soares, começou por volta das 9h, no salão localizado no primeiro andar do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau).  Foram ouvidas cinco testemunhas. O primeiro a depor foi o pai das vítimas, José de Ribamar Marão Neto. O réu também foi interrogado.

Em relação à morte de Laura Marão, os jurados condenaram Carlos Diego Araújo Almeida pela prática de homicídio e negaram a qualificadora relativa ao uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Quanto ao irmão de Laura, o Conselho de Sentença negou que o acusado assumiu o risco de provocar a morte da criança, operando-se a desclassificação, cabendo ao juiz o julgamento, sendo o réu condenado pelo crime de lesão corporal de natureza grave, com dolo eventual.

Na sentença, o magistrado afirma que, pelas circunstâncias do fato, ao conduzir seu veículo automotor com excesso de velocidade, em estado de embriaguez e ultrapassando o semáforo vermelho, o acusado agiu com dolo eventual em relação às lesões causadas contra a criança, “não querendo diretamente o resultado, mas assumindo o risco de produzi-lo”.

O juiz negou a Carlos Diego Araújo o direito de recorrer da sentença em liberdade e decretou sua prisão, na forma de execução imediata da pena. Ele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal e ao estabelecimento prisional. O magistrado fixou o regime inicial fechado para o cumprimento da pena.

Crime

De acordo com a denúncia do Ministério Público, no dia 26 de abril de 2015, por volta de 1h45, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, o auxiliar administrativo Carlos Diego Araújo Almeida conduzia uma caminhonete, no sentido elevado da Cohama-Cohab, em alta velocidade e em estado de embriaguez, colidindo contra três veículos que se encontravam parados no sinal vermelho. No banco traseiro do segundo veículo atingido estavam os gêmeos de 8 anos e o irmão deles de quatro anos, todos filhos do condutor José Ribamar Marão Neto.


Ainda, conforme a denúncia, em razão da colisão, a menina foi gravemente lesionada, sendo levada para o hospital, onde, não resistindo à gravidade das lesões veio a óbito no dia 30 de abril de 2015. O irmão gêmeo teve lesões corporais graves. A outra criança não sofreu lesões, foi atendida no hospital e depois teve alta.


Assaltante é morto durante roubo a loja de celulares na Jordoa, em São Luís

Segundo a polícia, José Carlos de Sousa Launé, de 19 anos, foi morto a tiros por um cliente da loja
Um assaltante identificado como José Carlos de Sousa Launé, de 19 anos, morreu durante um assalto no bairro da Jordoa, em São Luís.

O caso aconteceu por volta das 14h30 desta quinta-feira (15), na rua 5 de Janeiro, em frente ao hospital Getúlio Vargas.

Segundo as informações policiais, José Carlos e um comparsa adentraram a loja Importados Slz, especializada na venda de acessórios e celulares, e anunciaram o assalto.

No momento da ação criminosa, o proprietário e um cliente (ou segurança) estavam dentro da loja.

Após o anúncio do roubo, o cliente sacou uma arma e atirou contra José Carlos, que morreu no local. O comparsa conseguiu fugir levando um notebook e uma quantia em dinheiro.

O autor dos disparos, que não ainda foi identificado, também fugiu.

Segundo a família do jovem morto, José Carlos de Sousa Launé era morador do bairro Macaúba, na região da Areinha, em São Luís.

O corpo do assaltante foi removido pelo Instituto Médico legal (IML) no fim da tarde.

A polícia trabalha para identificar o segundo assaltante e o autor dos disparos, que dever ser conhecido do proprietário da loja.


Assaltante é preso após roubar mais de 20 celulares das Lojas Americanas em São Luís


Policiais do 20º DP no Parque Vitória, em ação conjunta com a Polícia Militar, prenderam em flagrante, na tarde dessa quarta-feira (14), Gabriel Rodrigues Whitehead, que assaltou as Loja Americanas, no bairro da Cohama, por volta das 13h.

O crime foi cometido com emprego de arma de fogo e em coautoria com o assaltante identificado como Luciano Vinicius da Silva Santana. Na ocasião, os dois assaltantes subtraíram mais de 22 aparelhos celulares e dois notebooks.

No apartamento de Gabriel Rodrigues foram encontrados 10 celulares, dois notebooks, uma câmera fotográfica Sony, um tablet, uma porção de uma substância semelhante a Maconha, uma balança de precisão, além da mochila de cor verde camuflado, utilizada na ação criminosa.

O assaltante foi encontrado escondido na residência da sua mãe, no bairro Parque Vitória, em São José de Ribamar.

Na Delegacia do Parque Vitória foi possível confirmar a identidade de Luciano Vinicius da Silva Santana, que também participou da ação criminosa.

Em seguida, os policias foram à residência de Luciano, localizada no Residencial Turiúba III, em São José de Ribamar, onde conseguiram encontrar mais oito celulares e um notebook, todos novos. O assaltante não foi localizado, mas os policiais continuarão tentando localizá-lo.

No total, os policiais recuperaram 18 celulares e os dois notebooks, que foram restituídos às Lojas Americanas.

Após autuação por roubo e tráfico de drogas, Gabriel Rodrigues foi encaminhado ao Sistema Penitenciário, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Ex-marido que matou mulher a tiros em Imperatriz continua foragido


A polícia ainda não conseguiu localizar e prender o homem que matou sua ex-companheira em Imperatriz, na manhã dessa quarta-feira (14).

Tatyana Santana Gomes, de 36 anos, foi morta com disparos de arma de fogo no Povoado Lagoa Verde, em Imperatriz.

O crime aconteceu na Rua da Alegria.  Segundo a Polícia Militar, a vítima foi morta a tiros e o principal suspeito é o seu ex-marido identificado como Antônio, que está foragido.

Outro homem chamado Clebson Alves, que estava com Tatiana no momento do crime, também foi baleado e depois levado ao Socorrão de Imperatriz. De acordo com informações, a motivação teria sido vingança.

Há poucos dias, o ex-marido teria sido preso por ter deferido golpes de facão na ex-companheira.

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Domingos Dutra sai da UTI, respira sem a ajuda de aparelhos e fala normalmente, revela Núbia; filho foi impedido de visitá-lo

“Se quiser voltar amanhã, o prefeito tem condições”, diz Núbia Dutra
Em entrevista ao programa Ponto Continuando, na Rádio Mais FM, no início da noite desta quarta-feira (14), Núbia Dutra – esposa do prefeito licenciado de Paço do Lumiar, Domingos Dutra – falou sobre as condições do seu marido após sofrer AVC no final do mês passado e também sobre as polêmicas que envolveram sua família nos últimos dias.

De acordo com ela, Dutra já saiu da UTI, respira sem a ajuda de aparelhos e já se alimenta e fala normalmente. Núbia classificou a situação de saúde atual do prefeito como uma grande vitória e cravou: “Se quiser voltar amanhã, o prefeito tem condições de voltar”.

Sobre as polêmicas com os filhos de Dutra, que viraram inclusive caso de Polícia, ela afirmou que barrou visitas a ele na UTI por questões de segurança. Núbia disse que ele tem 29 irmãos e vários outros familiares que queriam visitá-lo, e que excessos poderiam complicar o quadro clínico, mas que a maioria ainda chegou a fazer a visita.

A ex-secretária do município contou que Dutra chegou a pegar uma bactéria na UTI por conta da movimentação ocorrida. “Nós abrimos provando que não é real que eles não entraram”, ressaltou, reclamando que a irmão que Dutra menos gosta foi no Ministério Público se queixar.

Núbia admitiu que não tem relação nenhuma, em 28 anos de relacionamento, com os filhos de Dutra, e quer continuar assim. Ela denunciou que um deles, Daniel, “o que tem sede de vida pública”, está com a vice-prefeita e prefeita em exercício Paula da Pindoba, e só queria colher informações do pai com interesses políticos.

“Quanto mais a informação vazava, mais ele se preparava”, insinuou. “Que motivo leva o filho a se unir com o algoz do pai?”, questionou Núbia, sobre a união política com o grupo de Paula da Pindoba, a quem ela explicou que os escorraçaram da Prefeitura de Paço do Lumiar.

Por fim, ela pediu: “Não julguem, eu estou apenas cuidando da minha família”.

Núbia não acata decisão judicial e não permite que filho veja o pai

Nas redes sociais, o filho de Domingos Dutra, Daniel Dutra, revelou que Núbia não acatou a decisão judicial que permitia que ele tivesse acesso ao pai.

“Graças a Deus o meu pai já está no apartamento!!! Mas infelizmente, a Núbia nos proibiu de novo de olharmos o nosso pai. Inclusive ela não acatou nem a ordem judicial que foi concedida pelo Juiz ao meu favor. Estamos travando uma guerra familiar e judicial, contra a Núbia. Deus é mais. Precisamos de muito apoio neste momento!!”, disse Daniel Dutra.

Com informações do Blog Marrapá

Adolescente é encontrada morta em São João do Caru; menor assassino foi apreendido

Andreza de Araújo Romão, de 17 anos, estava desaparecida desde a noite de terça-feira (13).
O assassino, um adolescente de 15 anos, foi apreendido e confessou à polícia que matou a jovem.

A adolescente Andreza de Araújo Romão, de 17 anos, foi encontrada morta nesta quarta-feira (14) na zona rural do município de São João do Caru, localizado a 360 km de São Luís. De acordo com a família, a adolescente estava desaparecida desde a noite de terça-feira (13).

O corpo de Andreza Romão foi encontrado por volta das 6h da manhã, em uma área de matagal, no bairro Serrinha, com o rosto coberto de fitas adesivas e uma perfuração profunda no pescoço.

O assassino, um adolescente de 15 anos, foi apreendido no fim da tarde desta quarta e confessou que matou a menina. Ele foi levado para a delegacia de Santa Inês, a 112 km de São João do Caru, para prestar mais depoimentos. A Polícia Civil investiga a motivação do crime.

Andreza havia sido vista pela última vez perto da escola onde estudava. A adolescente havia participado recentemente do concurso de beleza Miss Caru.

Após prisão, vereador Antônio Cesarino é transferido para presídio em Santa Inês

Político foi preso por suspeita de atrapalhar as investigações que apuram o desvio de R$ 108 mil reais dos cofres da Câmara de Bom Jardim. Prisão preventiva foi decretada nesta terça (13).
O vereador do município de Bom Jardim, Antônio Cesarino (PROS), foi transferido nesta quarta-feira (14) para a Unidade Prisional de Santa Inês. Ele foi preso por suspeita de atrapalhar as investigações relativas a um processo que apura desvios de dinheiro dos cofres da Câmara de Vereadores do município.

A prisão de Cesarino foi realizada por conta de um pedido do Ministério Público do Maranhão (MPMA) que investiga as irregularidades nos cofres públicos de Bom Jardim, município localizado a 275 km de São Luís.

De acordo com o MP, o vereador e sua esposa, Ana Lídia Cesarino, teriam desviado R$ 108 mil em 2012. Na época, Ana Lídia era presidente da Câmara de Vereadores.

O pedido de prisão preventiva do político havia sido solicitado desde a semana passada pelo Promotor de Justiça, Fábio Oliveira Santos, mas havia sido negado.

Também foi solicitada a prisão de Ana Lídia, mas a Justiça decretou somente a de Cesarino. Para a mulher, foram impostas medidas cautelares como não se ausentar da cidade e não se aproximar de alguns prédios públicos.

Antônio Cesarino e a esposa Ana Lídia Cesarino são suspeitos de desviar mais de R$ 100 mil dos cofres da Câmara de Vereadores de Bom Jardim (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante

Cesarino passou a noite na Delegacia de Bom Jardim, foi transferido para a regional de Santa Inês e em seguida, para a Unidade Prisional do município. Segundo o MP, ele já estava sendo monitorado por meio do uso de uma tornozeleira eletrônica desde a semana passada.

“Nós pedimos a prisão dele tanto para a garantia da ordem pública quanto para a conveniência da instituição criminal, haja vista que desde o primeiro momento ele já tentou assediar testemunhas e inclusive, no próprio Ministério Público. Ele teve a coragem de tentar intimidar uma testemunha do MP dentro da nossa Promotoria”, disse o promotor.

As investigações

O MP recebeu denúncias de que os dois também estavam falsificando, coagindo e aliciando funcionários e ex-funcionários da Câmara de Bom Jardim, para que assinassem recibos confirmando que receberam dinheiro da casa. Juntos, a quantia dos recibos pode chegar a R$ 100 mil reais, o que segundo o MP, explicaria o desaparecimento do dinheiro público.

“Inclusive um ex-servidor que mora no Mato Grosso mandou por WhatsApp um recibo datado de dezembro de 2014, pedindo que ele assinasse aquele recibo. Ele [o servidor] ficou espantado porque nem mesmo tinha recebido o valor e o vereador tendo a cara de pau de mandar um recibo ideologicamente falso para ele assinar”, explicou o promotor de Justiça, Fábio Santos Oliveira.

Outras condenações

Além desta condenação, Antônio Cesarino possui outra que foi concedida pela Justiça no início deste ano. O político foi acusado de fraudar documentos enquanto tentava se eleger presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Jardim, em 2010.

Segundo o Ministério Público, ele prometia pagar mensalidades atrasadas de associados do Sindicato dos Trabalhadores Rurais em troca do voto, mas dava aos lavradores comprovantes falsos de quitação. Ele foi condenado a quatro anos e cinco meses de prisão, mas ganhou o direito de recorrer em liberdade e de usar tornozeleira eletrônica.

O político ficou conhecido em todo o Maranhão quando foi preso em 2014 junto com ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, conhecida como ‘prefeita ostentação’ e o marido dela, Beto Rocha. Os três são acusados de desviar dinheiro público destinado à educação de Bom Jardim e usado para a compra de merenda escolar e a reforma de unidades de ensino.

Na época, Antônio Cesarino era Secretário de Agricultura de Bom Jardim. Mesmo com as acusações e alguns anos após o episódio, ele se candidatou a vereador e foi eleito com quase 800 votos.

Por meio de nota, Antônio Cesarino afirmou que é inocente e está sendo vítima de perseguição política.

Com informações do G1 Maranhão

Casal de traficantes é preso com droga e R$ 9 mil no bairro Santa Efigênia, em São Luís


A Polícia Civil do Estado do Maranhão, por intermédio Delegacia da Cidade Olímpica (18º DP), com apoio operacional da Seccional Leste, Delegacia do São Raimundo (15º DP) e Senarc, cumpriu mandado de busca domiciliar contra envolvidos em tráfico de drogas, no bairro Santa Efigênia, em São Luís.

Foram presos em flagrante Rosiete Da Conceição Borges, conhecida como “Rose” e Alex Alexandre Santos Pereira.

Durante o cumprimento da medida cautelar, na terça-feira (13), foi localizado dentro da residência a quantia de R$ 9.634,00, nove aparelhos celulares, balança de precisão, duas máquinas de cartão (Mercado Pago), além de substância entorpecente conhecida como “crack” e uma motocicleta, modelo Honda NXR, de cor preta, de placa PTL-8320.

Foram apreendidos ainda dois simulacros de arma de fogo, um em formato de pistola e outro em formato de fuzil.

No local havia um avançado sistema de câmeras, que monitoravam toda a movimentação nas ruas próximas à residência, inclusive a chegada de equipes policiais ao local.

Os presos foram autuados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas. Em seguida, foram encaminhados ao Presídio de Pedrinhas.