VACINAÇÃO

VACINAÇÃO

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Polícia prende envolvidos em assalto à residência de homem que matou dois meninos eletrocutados em Araioses


A Polícia Civil, por intermédio das delegacias de Araioses e Regional de Barreirinhas, deflagrou operação que culminou com a prisão de envolvidos em um ataque criminoso à residência de Antônio de Pádua Benício de Carvalho, acusado de matar, no último domingo (19), dois adolescentes por eletroplessão (morte causada por descarga elétrica) provocada por ligação clandestina existente na cerca do imóvel.

Os presos foram identificados como Ellik Donald Pinho da Conceição, de 20 anos; Geovane da Silva, 52 anos; e José Ailton Machado da Silva, conhecido como alcunha "Neguinho", de 24 anos; Francisco Antônio Vieira Vilar, conhecido como "Miau", 38 anos; e Francisco Antônio Gomes Dos Santos, 19 anos. Todos são suspeitos de prática dos crimes de furto qualificado e corrupção de menores. Foram apreendidos, ainda, três adolescentes suspeitos de prática de furto qualificado.
As prisões ocorreram no bairro Comprida, em Araioses, na propriedade Antônio Benicio, foragido desde o último dia 19, quando os meninos foram mortos ao se encostarem em uma cerca, onde existem diversos viveiros de peixe.

Segundo a polícia, logo após o crime, populares se dirigiram ao local para protestar. No entanto, criminosos se infiltraram e se aproveitaram da tragédia para destruir o patrimônio do suspeito, bem como praticar furtos no local.

O trabalho foi prejudicado porque, ao invés de focarem na prisão do acusado e na investigação do caso, os policiais, os obrigados por lei, precisaram proteger o patrimônio de terceiro e manter a ordem social.
Na operação foram apreendidas 16 motocicletas e 4 bicicletas, além de 62 kg de peixes furtados do local e que, após pesados, foram doados ao abrigo do Hospital Geral e à comunidades carentes.

Os suspeitos e os objetos arrecadados foram conduzidos para a Delegacia Regional de Barreirinhas, onde, por motivo de segurança, foram lavrados os procedimentos legais.

Os conduzidos permanecem presos na carceragem da Delegacia Regional de Barreirinhas, aguardando o pronunciamento da justiça.

A operação contou com o apoio operacional de policiais militares de Araioses, Água Doce do Maranhão, Paulino Neves e Força Tática de Chapadinha -16ºBPM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...