Rádio Voz do Maranhão

sexta-feira, 8 de março de 2013

Canindé Barros nega irregularidades em sua gestão na SMTT e apresenta certidão

O ex-secretário municipal de Trânsito e Transportes e suplente de vereador, Francisco Canindé Barros (PSDB), apresentou uma certidão da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de São Luís que garante a apresentação de documentação requerida referente aos exercícios financeiros de 2007 e 2008, ainda na gestão do ex-prefeito Tadeu Palácio, na época filiado ao PDT.

A certidão da 1ª Vara da Fazenda Pública representa os autos da Ação de Exibição de Documento (Processo nº 18097/2009), apresentado pelo ex-secretário Canindé Barros. O documento é assinado pela secretária judicial Cynthia Braga Nunes, da 1ª Vara da Fazenda Pública.

Segundo parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o ex-titular da SMTT terá que devolver R$ 502 mil e pagar multas de R$ 50 mil e R$ 2 mil.

Os processos do TCE, que foram relatados pelo conselheiro Yedo Lobão, acompanhou parecer emitido pelo Minitsério Público de Contas (MPC). Além de Canindé Barros, também foram citados os ex-secretários municipais Clodomir Paz, que foi condenado a devolver R$ 202 mil e pagar multas de R4 200 mil e R$ 3 mil; Carlos Rogério Araújo terá que devolver R$ 742 mil e pagar multas nos valores de R$ 74 mil e R$ 3 mil. 

A maior condenação foi de Terezinha de Jesus Penha Abreu, que terá de devolver ao erário R$ 14 milhões, além do pagamento de multas nos valores de R$ 1 milhão e R$ 5 mil.

Informações do Blog do Mário Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário