Rádio Voz do Maranhão

domingo, 25 de abril de 2021

Lutador de Timon morre após sofrer nocaute e passar mal durante luta de boxe clandestina em Teresina

 Jonas de Andrade sofreu uma lesão no crânio após ser golpeado várias vezes na cabeça e não resistiu aos ferimentos

O segurança Jonas de Andrade Carvalho Filho, mais conhecido como "Guerreiro da Luz", de 34 anos, morreu na madrugada deste domingo (25), após uma luta de boxe realizada na Academia Fundo de Quintal, no bairro Itaperu, na Zona Norte de Teresina. Jonas de Andrade era morador do município de Timon, a 429 km de São Luís.

De acordo com informações policiais, Jonas de Andrade sofreu uma lesão no crânio após ser golpeado várias vezes na cabeça por seu adversário, identificado apenas como Jônatas. Após passar mal e desmaiar, o segurança foi encaminhado para um hospital em Teresina, mas não resistiu aos ferimentos.

A Federação Piauiense de Boxe informou que o evento era clandestino e não fez parte da organização. Por causa das medidas de restrição de combate ao novo coronavírus (Covid-19), eventos com aglomeração estão

proibidos no Piauí neste final de semana. De acordo com as normas estaduais, apenas atividades essenciais estão liberadas para funcionamento.

O proprietário da Academia Fundo de Quintal, José Cláudio, concedeu entrevista ao G1 Piauí e disse que a luta de boxe não se tratava de um evento clandestino. Além disso, José Cláudio afirmou que todos os lutadores trabalharam para que o evento acontecesse e garantiu que vai prestar ajuda para a família de Jonas de Andrade.

“Foi um evento teste. Um evento tem que ter no mínimo 10 lutas, e esse só teve cinco, era para colher um material para fazer futuramente eventos em Teresina. O evento tem essa caraterística rústica, mas com todo o aparato, como arbitragem e paramédico. Foram lutas casadas, todo mundo pediu para lutar. Todos que estavam lutando pediram. Inclusive o rapaz que veio a óbito, ele pagou para o rapaz lutar com ele. Foi um acerto de R$ 1 mil”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário