terça-feira, 26 de abril de 2022

Médico peruano é preso após cometer abusos sexuais contra paciente em Rosário

 


O médico ginecologista Gonzalo Arturo Buleje Revatta, de 51 anos, natural do Peru, foi preso por policiais civis de Rosário, a 70 km de São Luís, após a prática de crime de violação sexual mediante fraude consumado contra uma paciente.

A mulher, de 26 anos, que estava numa consulta relatou que foi abusada sexualmente por meio de diversas carícias e toques, além de ser colocada em diversas posições sexuais com perguntas de cunho erótico. O ato criminoso, segundo a vítima, durou vários minutos.

O crime ocorreu em uma clínica de propriedade do médico. Segundo a polícia, ainda existiam outras ocorrências da mesma natureza praticadas pelo suspeito.

Após a ação criminosa, a vítima procurou a Delegacia Regional de Rosário para buscar auxílio. De imediato, foi determinado que uma equipe localizasse o médico e efetuasse a captura para a elaboração da lavratura do auto de prisão em flagrante.

Após a autuação, o médico foi encaminhado para a Unidade Prisional de Rosário, onde ficará à disposição da Justiça.

A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), em São Luís, para ser submetida a exames periciais.

8 comentários:

  1. Bota esse cu pra nós comer aqui

    ResponderExcluir
  2. Amulher fez a denúncia prendeu o cara. Não colheu nenhuma prova só a palavra dela e já esta condenado.

    ResponderExcluir
  3. Médico pilantra, se ficar provado esse abuso tem que passar uma temporada no hotel de luxo na entrada de São Luís, bairro Pedrinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei, eu quero comer é o cu dele

      Excluir
  4. Quem garante esse tal abuso afinal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Investigação policial é que vai dizer, nesses casos quando o indivíduo é culpado, aparecem outras abusadas.

      Excluir
    2. Fica lá de 4 pro médico, aí tu vai ver.

      Excluir
    3. Já ficou né!

      Excluir