Rádio Voz do Maranhão

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

PEDRO FERNANDES CRITICA ENTREVISTA DE JARBAS VASCONCELOS A VEJA

Para o parlamentar, o senador desrespeitou o Maranhão e ainda teve medo de fazer as acusações no dia da eleição para a presidência do Senado.

BRASÍLIA – O deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) avaliou nesta terça-feira, 17, a entrevista do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) à revista "Veja" dessa semana. Na entrevista, Vasconcelos fez críticas aos companheiros do seu próprio partido. E, ao citar o presidente José Sarney, disse que Ele vai transformar o Senado, ao qual foi eleito presidente, em um grande Maranhão.

Para Pedro Fernandes, Jarbas Vasconcelos falou de maneira desrespeitosa em relação ao Estado. "Ele tratou o Maranhão, como se fosse o quintal do Presidente José Sarney. O Maranhão, na realidade, é pobre. No começo do século passado tinha um pouco mais de habitantes do que o Piauí. Hoje tem mais do dobro. Por quê? Porque recebemos muitos nordestinos fugidos da seca, aliás, muito bem recebidos e queridos, a exemplo dos pernambucanos que lá estão", disse.

E apesar de ser um Estado pobre, o petebista destacou, ainda, a importância do Maranhão para a economia do Brasil. "Hoje temos um Estado com grande infra-estrutura de transportes, um dos melhores portos do Brasil, muitas rodovias de alto padrão, a melhor estrutura energética do Nordeste; temos 3 universidades públicas, projetos em expansão, como da Alumar, da Vale do Rio Doce; temos agora a implantação da refinaria, o projeto da siderurgia, e ainda vamos brigar pelo grande Pólo Petroquímico do Nordeste, porque vai ser, com certeza, instalado na melhor localização econômica para o País", ressaltou o deputado.

Pedro Fernandes lamentou, ainda, que o dissidente peemidebista tenha criticado o Programa Bolsa Família já que este é de muita importância para as classes pobres do Brasil. "Político do Nordeste atacar o Bolsa-Família não dá para entender! Alias, o Senador Jarbas Vasconcelos já votou contra a CPMF, quando a maior parte de sua arrecadação ia para o combate à pobreza lá no Nordeste. Fico com medo de políticos que falam do Bolsa-Família. Ele deve ser aliado de quem quer acabar com esse programa", lamentou.

Durante o pronunciamento, Fernandes ainda alfinetou Jarbas Vasconcelos por este não ter usado a tribuna do Senado no dia em que houve a eleição para presidência daquela Casa para fazer as acusações. Lugar que seria mais legítimo. "Ele ficou com medo do Senador Sarney, ficou com medo de todo o mundo, não insultou ninguém; aproveita-se das páginas amarelas da revista para insultar todo o mundo", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário