Rádio Voz do Maranhão

sábado, 21 de março de 2009

O DONATÁRIO IMPERA


Mauricio Dias
Revista Carta Capital

 
Velhas novidades continuam se repetindo, quase diariamente, no estado do Maranhão, domínio político de José Sarney, ex-presidente da República e atual presidente do Senado. 

Os acontecimentos mais recentes ocorrem em três municípios maranhenses que vêm sendo prospectados pela Petrobras há algum tempo e são considerados pontos estratégicos para a estatal: Santo Amaro, Barreirinhas e Bacabeiras. 

Há notícias de forte potencial de petróleo e gás nessas regiões. 

Não é por acaso, portanto, que as prefeituras dessas localidades estão na mira do clã Sarney. As ocorrências políticas mais claras, nesse sentido, se manifestam em Barreirinhas. A desembargadora-corregedora Nelma Sarney (cunhada de José Sarney) substituiu o juiz da comarca e conseguiu impedir a posse do prefeito reeleito, o petista Milton Dias. Assim, o município vem sendo administrado, até agora, pela presidência da Câmara, na linha sucessória legal. 

A exemplo da luta na Justiça de Roseana Sarney contra Jackson Lago pelo controle do governo estadual é também um primo de Sarney, Albérico, segundo colocado na eleição, que briga pela prefeitura de Barreirinhas. A cidade é apontada como a “Macaé maranhense”, em futuro próximo, pelo potencial petrolífero. A família Sarney explora hotéis naquela área. 

Em Santo Amaro, onde a Petrobras andou prospectando em área particular, a família Sarney reivindicou a posse do lugar que abrange cerca de mil hectares. A titularidade está, hoje, em nome de uma neta de Sarney, filha de Fernando. A cidade fica no coração dos Lençóis Maranhenses, meca do ecoturismo brasileiro.

Há também interesse dos Sarney em Bacabeiras, onde será montada uma refinaria da Petrobras. A cidade, por sinal, fez nova eleição depois que o candidato vitorioso em outubro de 2008 foi destronado pela Justiça Eleitoral. 

As denúncias contra os prefeitos dessas cidades baseiam-se em relatórios do Tribunal de Contas do Estado, que, por sinal, funciona no Palácio Roseana Sarney, que fica em frente ao Fórum Desembargador Sarney. Ambas as instalações não muito distantes do Tribunal Regional Eleitoral agora presidido pela desembargadora Nelma, promovida da função de corregedora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário