Rádio Voz do Maranhão

quinta-feira, 2 de novembro de 2023

Empresário que contratou PMs para matar corretor de veículos em Imperatriz é preso em Teresina

O empresário Edimar Lima do Carmo, de 33 anos, é apontando como mandante do assassinato de Ancelmo Nunes Franco

A Polícia Civil do Maranhão prendeu, nessa quarta-feira (1º), em Teresina (PI), o empresário Edimar Lima do Carmo, de 33 anos, suspeito de ter contratado policiais militares maranhenses para assassinarem o corretor de veículos Ancelmo Nunes Franco, conhecido como Cicinho, no mês de agosto passado, em Imperatriz (MA).

Com prisão temporária decretada pela Central de Inquéritos de Imperatriz, Ancelmo foi preso no bairro Morada do Sol, na zona Leste de Teresina, juntamente com um funcionário seu identificado como Raphael Henrique Rodrigues Chaves, de 37 anos.

PMs Willian Silva de Vasconcelos e Dany Wuely, apontados como assassinos do corretor, e Goldman Arouche Freire Júnior foram presos no dia 24 de agosto

Ancelmo Nunes Franco, o Cicinho, teve o corpo esquartejado, carbonizado e enterrado em Imperatriz por policiais militares que foram presos no mês seguinte, naquele município. Cicinho teria uma paixão platônica pela esposa do empresário.

Os policiais militares Willian Silva de Vasconcelos e Dany Wuely, apontados como assassinos do corretor, e outro suspeito de participar da execução, Goldman Arouche Freire Júnior, foram presos no dia 24 de agosto.

Edimar com o funcionário Raphael Chaves, também preso em Teresina

No dia do crime, Cicinho estava chegando na Rodoviária de Imperatriz, quando foi colocado em um carro, levado para a zona rural e assassinado. A polícia chegou a fazer buscas em uma área perto de uma ferrovia, onde o corpo teria sido enterrado, usando cães farejadores, mas não obteve êxito.

Momento da prisão do empresário, no Conjunto
Morada do Sol, em Teresina

...........................

Postagens relacionadas:

PMs são presos suspeitos de envolvimento no desaparecimento de corretor de veículos em Imperatriz

Macabro: Empresário contratou PMs para matar corretor de carros em Imperatriz; vítima, que teve o corpo carbonizado, teria suposta paixão pela esposa do mandante

5 comentários:

  1. Esses pistoleiros são bem renumerados. Primeiro porque são pagos com dinheiro público, todos os meses, sem falta e segundo pelos mandantes dos crimes de homicídio que os contratam. AF … Melhor nem ligar para o 190 no momento de desespero. Nunca se sabe quem chegará em uma viatura, armados e fardados disfarçados de policiais. Eita instituição pra ter bandidos. Cruz credo. Saravá. Sai de reto😬

    ResponderExcluir
  2. Vc está polarizando, a instituição da PM tem Homens q vestem a farda com amor e dedicação, sempre pensando no lado de servir e proteger a sociedade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma laranja boa no meio de um laranjal apodrecido

      Excluir
  3. Bolsonaro adora ppliciais, principalmente os corruptos.

    ResponderExcluir
  4. Esses Bandidos recebem bem e olha q são muitos ou seja quase a corporação completa pois nos dias de folgas prestando serviços para empresários sim são pra assassinarem mesmo...

    ResponderExcluir